Construir uma identidade visual é importante para qualquer negócio, seja pequena empresa, seja média empresa. Isso porque ela é, afinal, o primeiro contato da sua marca com o seu potencial consumidor. Cabe a ela permitir que o cliente crie conexão e reconheça a sua marca. Faça um teste simples: pense em marcas como a Nike ou a Adidas. Provavelmente, vêm à sua cabeça aquele logo que lembra um símbolo de check e o outro das três listras, não é? E, só depois, você se lembra do sentimento que teve naquela corrida que usou o tênis de uma das marcas.

Essa identificação instantânea comprova que uma identidade visual bem planejada é um pilar imprescindível para fortalecer o branding do seu produto ou serviço – que, claro, também deve ser de qualidade. Por isso, a identidade visual é tão importante quanto o investimento em outras áreas da empresa.

Agora, vamos aos passos que vão ajudar você a criar a sua.

 

Passo 1: faça um briefing completo

O briefing é o fio condutor de toda a criação. Em linhas gerais, é o documento que reúne todas as informações necessárias para o desenvolvimento da sua identidade visual. Nele, você deve detalhar questões como: descrição do seu produto ou serviço; faixa etária do seu público-alvo; concorrentes; diferencial; atributos; cores que devem ser utilizadas (ou evitadas); palavras-chave; expressões que definem a empresa;  formas que possam representar o seu negócio e por aí vai. Também é importante prever o prazo e o seu orçamento disponível, logicamente. O importante é que o material reúna todas as informações relevantes para o desenvolvimento da sua identidade visual.

identidade visual

 

Passo 2: hora do brainstorming

Na tradução literal, “brainstorming” significa “chuva de ideias” ou “tempestade de ideias”. O nome sugere bem o que pode ser, não é? O brainstorming nada mais é do que um momento em que as pessoas envolvidas no processo se reúnem e trocam ideias (mesmo que não amadurecidas) sobre determinado assunto. A proposta é que a pluralidade de opiniões seja útil nesse momento, visualizando situações por diferentes ângulos e, a partir daí, possa lançar ideias. Mas lembre-se de que o objetivo, nesse momento, deve ser claro: definir informações importantes para o desenvolvimento da sua identidade visual. Não se esqueça de que, nessa ocasião, é importante que o conceito da sua marca já esteja bem definido – com descrição clara de seus valores (no que a empresa acredita e filosofia) e sua visão (aonde ela quer chegar).

 

Passo 3: conheça um pouco sobre fontes, cores e estilo e contrate um profissional

Nos dois primeiros passos, as principais informações teóricas já foram definidas. Agora é o momento de caminhar para a prática e definir fonte, cor e estilo. O ideal, é claro, é que você contrate um profissional de design para essa criação. Vale  até uma conversa presencial com ele para detalhamento do briefing e esclarecimento de eventuais dúvidas. De toda forma, é importante ter uma noção básica, já que todos esses elementos têm um significado para a sua marca.

Fontes

O estilo da fonte pode dizer muito sobre uma marca. Fontes manuscritas, por exemplo, trazem um tom sofisticado, de elegância; as que têm serifa (o “prolongamento” das letras) já são mais tradicionais e transmitem seriedade, classe; as não serifadas passam a ideia de modernidade e leveza. Para definir, leve em conta mais do que isso: pense em quais plataformas a sua marca vai aparecer mais. Em caso de muito material impresso ou muitos tipos de ambientação, a fonte serifada permite uma leitura melhor, enquanto a não serifada é mais indicada para as mídias digitais.

Cores

As cores são poderosas e podem estimular diferentes emoções. É importante estudá-las, uma vez que a paleta de cores da sua identidade visual é o que vai estar majoritariamente presente em suas comunicações – físicas ou não. Veja, em uma descrição básica, um pouco do que diz a psicologia das cores sobre as sensações que elas transmitem:

– Vermelho: paixão, intensidade, calor, dinamismo

– Amarelo: otimismo, energia, sabedoria, luz

– Laranja: humor, energia, entusiasmo, alegria

– Roxo: mistério, sensibilidade, sabedoria

– Azul: tranquilidade, harmonia, confiança, segurança

– Verde: perseverança, saúde, natureza, calma

Formas

Tão importantes quanto as cores, as formas também carregam diferentes significados. Certifique-se de que a sua escolha estará bem alinhada ao conceito que a sua marca quer transmitir. Veja alguns exemplos:

Círculo: plenitude, movimento, leveza

Quadrado: segurança, ordem, tradição, objetividade

Triângulo: poder, energia, equilíbrio, harmonia

Conhecendo um pouco dessas informações, você poderá avaliar com mais segurança o trabalho do profissional contratado e entender se aquela identidade visual está mesmo coerente com o conceito que a sua marca deve transmitir. Percebeu que não há nada tão complexo?

Agora é hora de começar a colocar a teoria em prática e impulsionar o negócio a partir da construção da sua identidade visual. Esteja atento! Esse deve ser um trabalho contínuo: acompanhe o mercado e periodicamente avalie se é necessário atualizar a sua marca, a missão e até os valores da sua empresa, conforme ela vai crescendo e amadurecendo no mercado.

 

Crie sua identidade visual com o Sebraetec

Pronto para criar sua identidade visual? Você pode contar com a ajuda do Sebrae para isso, por meio do Sebraetec, um programa que oferece serviços nas áreas de design, produtividade, propriedade intelectual, qualidade, inovação, sustentabilidade e serviços digitais a pequenos negócios.

Para participar, vá até o posto de atendimento do Sebrae de sua região, levando sua identidade e número do CNPJ de sua empresa. Ao apresentar sua necessidade, o Sebrae vai conectá-lo a prestadores de serviço que oferecem soluções de inovação e tecnologia.

Para continuar entendendo mais sobre a importância da imagem para seu negócio, aproveite para conhecer o caso da Cervejaria Küd e as tendências de design para este ano.

Leia mais sobre Design Para seu negócio


Quer receber mais
conteúdos como esses?

cadastre-se para receber os nossos conteúdos por email:

Obrigado por cadastrar o seu e-mail. Seja bem-vindo à comunidade Inovação Sebrae Minas.