Você se espelha em outras culturas organizacionais para cultivar a sua? Muitas organizações criaram formas de trabalhar diferentes da tradicional e alcançaram resultados invejáveis com isso.

Ter uma cultura organizacional sólida e própria significa reunir hábitos, comportamentos e crenças que estejam presentes nas atividades diárias de cada colaborador. Conquistando algo assim, você terá colaboradores mais felizes e um ambiente que atrai os melhores talentos.

Motivar as pessoas apenas por interesses financeiros, por exemplo, pode não ter bons efeitos. Para refletir um pouco mais sobre isso, selecionamos algumas culturas organizacionais que impactaram o mundo dos negócios. Inspire-se nelas e cultive a sua!

 

 

Moz

A empresa de consultoria em SEO existe desde 2004. Seu cofundador Rand Fishkin, que hoje também exerce a função de CEO, implementou desde o início uma forte cultura de transparência.

Para você ter uma ideia, em 2007 ele pediu sua então noiva em casamento, posteriormente esposa, e publicou o fato no blog interno da companhia no mesmo dia. Recentemente, ele postou sobre o estado de suas finanças pessoais.

A empresa mantém um código de disciplina apelidado de TAGFEE:

Transparent & Authentic (transparente e autêntico)

Generous (generoso)

Fun (divertido)

Empathetic (empático)

Exceptional (excepcional)

Rand acredita que, sendo exemplo de transparência, a cultura será compartilhada pelos colaboradores. E está correto. Um dos funcionários contou que levou essa ideia para casa, ao educar a própria filha.

Etsy

O Etsy, e-commerce que permite que as pessoas criem lojas pessoais e vendam suas criações, aumentou o número de engenheiras em 500% no período de um ano. Essa conquista aconteceu porque a empresa incentivou a capacitação da mão de obra feminina na Hacker School.

Isso diz muito sobre a cultura e os valores da empresa. Além de cultivar a diversidade no time, o Etsy incentiva sua formação. E o resultado não parou por aí.

A CTO da empresa, Kellan Elliot-McCrea, acredita que as contratações melhoraram bastante. Agora, quem se candidata tende a trabalhar melhor em equipe, ouvir mais, colaborar e aprender. Tudo porque o Etsy possui uma das culturas corporativas mais diversificadas e prósperas, o que atrai mais colaboradores.

Spotify

O famoso serviço de streaming também possui ótima cultura organizacional. Tudo começa no RH, que conta com um time interno especializado em atividades sociais, promoção de eventos e outras iniciativas para os colaboradores.

O time foi montado em 2013, com o crescimento exponencial da empresa e a contratação de novos talentos. Em vez de atuar somente em datas especiais e promover alguns benefícios, o time trabalha para fortalecer o relacionamento entre as pessoas durante o ano todo.

Os profissionais também se preocupam com o bem-estar dos colaboradores. “Se oferecemos doces, também precisamos pagar o dentista”, explica a chefe do Departamento de RH, Katarina Berg.

Com esse propósito de integrar equipes sempre em mente, o Spotify conseguiu: criar um senso de pertencimento, colaboradores mais saudáveis, retenção de talentos e melhores contratações.

Facebook

Não há dúvida de que o Facebook esteja entre as empresas com as melhores culturas organizacionais. Com crescimento alto, sua cultura tornou-se não apenas relevante, mas indispensável.

Suas políticas incluem tratamento de excelência dos colaboradores, oportunidades de crescimento, liberdade, responsabilidade, ambiente positivo, benefícios e diversão.

Em 2004, o primeiro escritório do Facebook em Palo Alto (EUA) tornou-se um dos melhores lugares para trabalhar. Mais tarde, quando outro escritório foi inaugurado, isso ficou ainda mais evidente.

Confira este vídeo, poucos meses depois da sua inauguração, no qual Mark Zuckerberg apresenta o novo QG:

Repare que nem o próprio fundador tem um escritório separado. Todas as pessoas trabalham em mesas compartilhadas e no mesmo espaço.

Isso incentiva a colaboração, o compartilhamento de ideias e a socialização – que, no fim, é o que o Facebook vende.

ContaAzul

A empresa brasileira criou um sistema de gestão empresarial especialmente para pequenos e médios empreendedores. Fundada em 2011, a ContaAzul cresceu 170% de 2013 a 2014 e 112% entre 2014 e 2016.

Sua cultura organizacional atraiu grandes investidores como Dave Mcclure, da 500startup, e Peter Thiel, fundador da Paypal. Como cerne dessa cultura, existe o propósito dividido por todos os colaboradores: causar grande impacto na vida dos empreendedores brasileiros.

Para que você tenha uma ideia, os funcionários da empresa criaram em 2015 uma ferramenta capaz de diminuir o tempo da geração de nota fiscal, de 45 minutos para 30 segundos. Esse tipo de inovação não coloca apenas a empresa na frente, mas traz benefícios para o país.

A holocracia é a responsável por esse agilidade. O formato de hierarquia adotado por várias empresas determina que tudo seja mais horizontal: os times são formados por engenheiros, analistas de negócio, designers, analistas de dados e profissionais de marketing.

Cada um executa projetos do início ao fim, o que evita o atraso de processos. Se quiser ler mais, acesse a matéria da HBR.

 

Culturas organizacionais incríveis

Cada uma das culturas listadas acima tem seu estilo próprio, conforme os objetivos específicos de cada organização. Elas vieram para modificar padrões e viabilizar ideias para o cumprimento de metas.

Vimos que não basta ter um escritório agradável e ser transparente se você quiser que seus colaboradores sejam. É necessário juntar vários atributos que atraiam as pessoas certas para onde você deseja chegar.

Leia também:

5 TÉCNICAS PARA AUMENTAR A PRODUTIVIDADE DA SUA EQUIPE

Leia mais sobre Destaque Para seu negócio Pessoas


Fique por dentro das novidades do Sebrae Minas

Obrigado por cadastrar o seu e-mail. Seja bem-vindo à comunidade Inovação Sebrae Minas.