Você gostaria de fazer um curso produzido por uma empresa? O modelo de universidade corporativa vem se expandindo cada vez mais. Negócios de todos os tamanhos têm dividido seu conhecimento com o público, buscando construir credibilidade no mercado e educar o cliente.

Essa estratégia envolve muitos ganhos. Apesar de o investimento exigido ser grande, o retorno pode ser ainda maior como colaboradores bem preparados, aumento de satisfação e crescimento nas vendas.

Parece bem legal, não é mesmo? Neste artigo, vamos entender o que é universidade corporativa, como implementar uma e onde isso se encaixa na estratégia de marketing. Boa leitura!

 

Significado de universidade corporativa

O conceito de universidade corporativa surgiu nos anos 1980, quando as empresas buscavam aprimorar seus departamentos de capacitação. Com esse modelo, foi possível alinhar os ensinamentos aos valores e à estratégia dos negócios.

Assim, era viável capacitar colaboradores, investir em seu treinamento e motivá-los, trazendo, no final, mais lucro para a empresa. Isso sem contar o fortalecimento da cultura organizacional. Qualquer que seja o porte do negócio, todos ganham com a criação de uma universidade corporativa.

Normalmente, a empresa disponibiliza aulas e workshops feitos pelos próprios colaboradores ou por pessoas contratadas especificamente para esse setor. No entanto, quando a prática se iniciou, ainda não tínhamos as tecnologias disponíveis hoje.

 

universidade corporativa

 

Atualmente, as empresas investem na criação de cursos online com armazenamento em nuvem. Assim, os funcionários podem assistir às aulas a qualquer hora e ter o conteúdo disponível para consulta.

Algumas empresas passaram a disponibilizar seus treinamentos para todo o mercado. Dessa forma, empresas que adotam a estratégia ganham status de referência principal em sua área.

Agora que você já sabe o que é a universidade corporativa, veja algumas vantagens desse modelo.

 

Vantagens da universidade corporativa

Podemos resumir os benefícios da estratégia de universidade corporativa em alguns pontos:

 

  • É uma oportunidade de desenvolvimento da marca: para universidades apenas internas, é uma forma de divulgar e mostrar aos futuros talentos como você se preocupa com a capacitação. Para aquelas abertas, é uma chance de ganhar visibilidade, reconhecimento e credibilidade no mercado. Saiba mais sobre branding.
  • Diminuição do turnover: as chances de colaboradores ficarem na sua empresa aumenta quando esses sentem que estão se desenvolvendo profissionalmente, principalmente para a geração Y, ou os millennials, que buscam mais do que um bom salário. Temos um e-book inteiro sobre essa parcela do mercado de trabalho, baixe aqui.
  • Capacitação alinhada com os objetivos do negócio: você pode contratar treinamentos e capacitação, mas nem sempre eles contribuirão para os objetivos da empresa. Criando os próprios cursos, você terá liberdade de desenvolver conteúdos alinhados à estratégia.
  • Onboarding eficiente: para todo funcionário novo que entra para o time, é necessário realizar o onboarding, ou seja, processo que facilita  a adaptação do talento ao ritmo do negócio. Agregar uma universidade corporativa a esse processo é interessante, a fim de ensinar os primeiros passos nas plataformas, por exemplo.

 

Com essas vantagens, você deve ter ficado curioso sobre o processo de implementação de uma universidade corporativa. Continue lendo para saber!

 

Como implementar uma universidade corporativa

Confira alguns passos para ter sucesso nessa estratégia:

 

  • Planejamento: o investimento para a criação de uma universidade corporativa é alto, mesmo quando o formato é de educação a distância. Trate esse como um grande projeto da empresa, que vai envolver custos, logística, contratações, etc.
  • Plataforma: é importante escolher qual será a plataforma de disponibilização das aulas. Você pode desenvolver uma própria ou contar com empresas que ofereçam esse serviço, como a EAD Box e a Edools.
  • Defina tarefas entre a equipe: o ideal aqui é contar com pessoas capazes de produzir conteúdos que vão treinar os colaboradores, além de designers responsáveis pela criação de peças visuais. Lembre-se ainda da produção dos vídeos, adicionando captação e edição. Se esses itens se tornarem muito complexos, conte com empresas especializadas de cada segmento.
  • Determine as metas: como todo projeto, é ideal que a universidade corporativa tenha as próprias metas e objetivos. Leia nosso post sobre OKRs para ajudá-lo nessa parte.

 

Mesmo que você queira abrir a sua universidade para o público, o ideal é começar internamente primeiro. Assim, você e seu time ajustam os detalhes e se preparam para a expansão.

 

Universidades corporativas impulsionam seu negócio

Universidades corporativas são uma ótima forma de produzir conhecimento, aumentar a visibilidade e desenvolver seus talentos. Se você acredita que seu negócio está preparado para a implementação dessa estratégia, não deixe de investir!

Se quiser ampliar ainda mais seu conhecimento sobre estratégias de marketing, leia outro de nossos conteúdos:

MARKETING DIGITAL É IMPORTANTE? SAIBA O QUE ELE PODE FAZER PELA SUA EMPRESA.

 

Leia mais sobre Inspiração Para seu negócio


Quer receber mais
conteúdos como esses?

cadastre-se para receber os nossos conteúdos por email:

Obrigado por cadastrar o seu e-mail. Seja bem-vindo à comunidade Inovação Sebrae Minas.