Como se certificar de que sua empresa está aproveitando todo o potencial que possui? É preciso estar atento ao controle de custos e às tendências do mercado. Além disso, deve haver a preocupação de elaborar um bom plano de marketing. É fundamental  também que você contrate colaboradores competentes e capacitados para exercer suas tarefas. Outro ponto a ser destacado é a necessidade de ter informação qualificada sobre o tempo exercido em cada atividade. Para alcançar este último objetivo, deve-se adotar o controle de horas.

 

controle de horas

O assunto pode causar desconfiança. Afinal, muita gente pode achar que a gestão do tempo é uma tarefa trabalhosa e desnecessária, incapaz de gerar resultados positivos, mensuráveis para o negócio. No entanto, esse tipo de informação pode proporcionar uma visão mais ampla do seu empreendimento.

Ainda duvida de todas essas possibilidades do controle de horas? Então, continue a leitura! Além de saber como a ferramenta pode auxiliá-lo, separamos algumas soluções que vão facilitar o dia a dia de sua equipe.

 

Controle de horas: o que você precisa fazer para estar dentro da lei

A Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT) determina que o empregador realize o controle de horas de seus empregados para garantir que a jornada não ultrapasse as 44 horas previstas em lei. É por meio desse controle que também são registradas as horas extras, que não podem ser mais do que 2 horas por dia. A fim de realizar esse registro, o empreendedor pode optar pela folha de ponto ou até mesmo pelo ponto eletrônico biométrico.

No entanto, ir além do cumprimento da lei é importante para que você tenha uma visão mais estratégica do seu negócio. Além de controlar o horário de entrada e saída, saber quanto tempo é gasto na execução de cada tarefa pode proporcionar informações valiosas para a sua empresa.

 

3 motivos para que você vá além da regra da CLT

Se você deseja que seu negócio funcione com todo seu potencial, é preciso definir as tarefas corretas, que devem ser executadas pelos profissionais mais qualificados e no tempo necessário exigido para aquela atividade. O controle de horas pode ajudar a definir todos esses aspectos.

Ao registrar o tempo gasto em cada atividade, sua equipe gera informação de qualidade para o negócio e contribui com:

 

  • Precificação: a gestão do tempo contribuirá para a definição das despesas necessárias para obter seu produto ou serviço. Essa informação, por sua vez, pode ajudar na definição de preços justos e competitivos aos clientes finais.
  • Definição de oportunidades: o controle de horas pode mostrar se colaboradores necessitam de muito tempo para executar tarefas pouco estratégicas para o negócio. Com essa informação, você pode avaliar se vale a pena investir em soluções que ajudem a automatizar determinados processos, liberando sua força de trabalho para atividades mais desafiadoras. Já as atividades estratégicas, que têm despendido mais tempo do que o comum, podem ser revisadas e alteradas.
  • Produtividade: é melhor fazer tudo ao mesmo tempo ou focar a atenção em uma tarefa por vez? A resposta pode ser óbvia, mas muitas vezes difícil de ser cumprida no dia a dia. A gestão do tempo certamente fará com que os colaboradores mantenham o foco em uma tarefa por vez, garantia de mais produtividade para seu negócio.

 

Como colocar o controle de horas em prática?

A adoção do controle precisa ser feita mediante um processo transparente, em que os colaboradores entendam a necessidade de adotar a gestão do tempo em seu cotidiano. Por isso, é necessário que o gestor estabeleça um espaço próximo e aberto com seus colaboradores, para que eles possam tirar todas as suas dúvidas sobre a novidade.

Aproveite esse momento de conversa para mostrar como a ferramenta poderá ajudar na definição de processos mais eficientes e no crescimento profissional das equipes. Também deixe claro que a medida não está sendo adotada como forma de retaliação ou de vigiar os colaboradores.

Com todas as equipes na mesma página, será necessário realizar treinamentos sobre as ferramentas, ainda que você opte por uma planilha on-line ou por um software de uso intuitivo. Também estabeleça um período de testes e esteja aberto a considerar soluções ou alterações sugeridas pelas equipes.

 

Qual solução devo usar?

Há diversas plataformas on-line que podem ajudar a incluir o controle de horas no seu dia a dia. A maioria delas funciona de maneira semelhante: o empregado cadastra cada tarefa e marca o momento em que a iniciou e finalizou. Além disso, as ferramentas disponibilizam o acompanhamento de múltiplos projetos e enviam relatórios de gestão e produtividade.

Veja, a seguir, quatro soluções que funcionam dessa forma:

 

  • Hashtrack: disponível em português e gratuito para teste. Usado por grandes empresas como Microsoft, Walmart e Submarino.
  • Rabiitt: disponível em português e gratuito até 15 projetos cadastrados ao mesmo tempo.
  • Haverst: disponível em inglês, versão de teste gratuita por 1 mês.
  • HourStack: disponível em inglês, versão de teste gratuita por 14 dias.

 

Pronto para dar um passo além no controle das horas de trabalho da sua equipe? Você vai ver que os benefícios para a sua empresa e seus colaboradores valem a pena! Buscando continuar investindo na relação com seu time, conheça também a importância da comunicação interna. Ela é uma importante ferramenta para garantir o alinhamento estratégico, contribuindo para um bom clima interno e, claro, para resultados ainda melhores para o seu negócio.

Leia mais sobre Pessoas Pessoas


Quer receber mais
conteúdos como esses?

cadastre-se para receber os nossos conteúdos por email:

Obrigado por cadastrar o seu e-mail. Seja bem-vindo à comunidade Inovação Sebrae Minas.