Você já sabe quais são os seus planos para 2018? Já pensou em determinar OKRs? Os Objectives and Key Results (Objetivos e Resultados-Chave) são um sistema que conecta objetivos pessoais de colaboradores aos gerais da empresa para garantir que todos estejam sempre na mesma página.

Já falamos sobre a metodologia por aqui, como ela foi pensada e como é normalmente aplicada. Mas nem sempre é fácil compreender quais são os objetivos maiores da empresa, isto é, exatamente o que deve ser o foco na hora de desenhar OKRs.

Trouxemos, então, uma lista com práticas e dicas para que você trace os melhores OKRs para 2018. Listamos também alguns exemplos do que você pode estabelecer para as mais diversas áreas da organização. Quer utilizar o mesmo sistema do Google e do LinkedIn? Venha com a gente!

 

 

Dica #1: escolha apenas de 3 a 6 objetivos de cada vez

Se você deseja ter consistência em relação aos seus OKRs para 2018, evite selecionar muitos de uma só vez. Ao colocar mais de seis, o foco pode estar em risco. Quanto menos, melhor.

Como você verá adiante, a premissa de bons OKRs é que eles sejam difíceis de alcançar, incentivando e motivando responsáveis a executá-los. Se há muitos ao mesmo tempo, eles ficarão frustrados e podem perder a vontade de “correr atrás”.

 

Dica #2: utilize trimestres

O ideal ao trabalhar com OKRs é aferi-los e reavaliá-los quatro vezes ao ano. Por isso, é interessante começar a pensar nos OKRs para 2018 a partir de agora: assim, você tem como planejar cada trimestre do ano, sem perder os primeiros meses.

Essa indicação de quatro vezes ao ano é suficiente na maioria das empresas para pensar e colocar em prática as ações que visam a alcançar os resultados-chave.

 

Dica #3: determine OKRs anuais

Para complementar os OKRs trimestrais, você deve também determinar os anuais. Esses objetivos precisam refletir a missão geral da empresa para os próximos 12 meses. Pense assim: OKRs trimestrais devem contribuir para alcançar os OKRs relativos a 2018.

 

Dica #4: adicione três resultados-chave para cada objetivo

Esta não é uma regra estritamente necessária, mas pode ajudá-lo a pensar o máximo de resultados-chave que sejam parte do objetivo, sem sobrecarregar os responsáveis.

É sempre bom lembrar: os objetivos determinam aonde você quer chegar; já os resultados-chave são o “como” – por isso, devem ser mensuráveis e contar com prazos.

 

Dica #5: desenhe OKRs que sejam quase realizáveis

Os melhores OKRs para 2018 que você pode determinar devem ser quase alcançáveis. Eles não podem ser facilmente realizáveis, mas sua execução não pode ser inviável.

A intenção aqui é ser desafiador, sem frustrar. Por isso, quando estiver definindo OKRs para 2018, faça uma avaliação da carga de trabalho e compreenda o quanto cada um é capaz de finalizar.

No fim, o ideal é que os responsáveis por cada OKR mirem em 70% de alcance. Assim, os resultados têm o potencial de ser os melhores possíveis.

 

Dica #6: siga uma missão clara

Nenhum objetivo definido deve fazer o responsável questionar o seu porquê. Sempre deixe os motivos claros para todos da organização – eles devem fazer parte do propósito pessoal e do da empresa como um todo.

Os porquês podem ser: ajudar a companhia a crescer, melhorar a vida dos consumidores, ajudar o time todo a avançar no trabalho, etc.

 

Dica #7: OKRs precisam de “donos”

Você deve ter reparado que falamos sobre os “responsáveis” por OKRs nas dicas acima. Não se esqueça disto: cada objetivo e resultado-chave precisa ter um “dono”. O ideal é que seja construído em conjunto, com um responsável, um gerente para revisar e todos acompanhando o processo.

 

Dica #8: OKRs devem ser públicos

A fim de que o seu sistema de objetivos seja efetivo, você precisa da aprovação de todos os membros do time. Os OKRs para 2018 devem ficar disponíveis para a avaliação e a revisão de todos os colaboradores e os líderes.

Segundo uma pesquisa da empresa BetterWorks, colocar os objetivos públicos permite uma performance 10,4% mais eficaz.

 

Dica #9: construa junto

Um dos maiores benefícios de implementar um sistema de OKRs é construir uma cultura de transparência e colaboração. Quando for determinar OKRs para 2018, conte com a ajuda de todo o time, sugerindo ideias e desenvolvendo objetivos para toda a companhia.

Quando existe a colaboração geral, todos ficam bem mais participativos na conquista dos objetivos.

 

Dica #10: teste OKRs compartilhados

Em relação a alguns tipos de cultura organizacional, determinar OKRs compartilhados pode ser uma boa ideia. Claro, isso depende também dos objetivos principais que você está tentando alcançar.

Nesse caso, alguns influenciadores da empresa, sendo líderes ou não, podem incentivar as pessoas a fazer sua parte com o propósito de alcançar aquele objetivo.

 

Exemplos de OKRs para 2018

Confira agora uma lista de OKRs exemplares para se inspirar e criar os seus.

Marketing

Objetivo: simplificar e esclarecer o produto, a mensagem e a apresentação dos trabalhos

Resultados-chave:

● Realizar 25 testes com usuários para compreender quais informações faltam.

● Realizar 10 testes de leitura e usabilidade dos infográficos produzidos recentemente.

● Recolher 1.000 respostas dos clientes do último trimestre sobre o produto.

● Apresentar um Plano de Ação para o trimestre seguinte.

Objetivo: atingir recordes de métrica em todas as áreas

Resultados-chave:

● 170.000 visitantes no website

● 23.000 assinaturas

● 7.500 testes de produto

● 3.500 novos clientes

Objetivo: implementar a nova newsletter semanal

Resultados-chave:

● Finalizar a estratégia de conteúdo e estrutura de temas para os seis meses seguintes.

● Aumentar a base de assinantes em pelo menos 5% por semana.

● Aumentar a taxa de cliques para mais do que a média da indústria (+3,5%).

Satisfação do consumidor

Objetivo: pesquisar e otimizar a satisfação do cliente

Resultados-chave:

● Alcançar mais de 8 pontos no Net Promoter Score.

● Conseguir 1.000 respostas no formulário de satisfação.

● Conduzir 50 entrevistas por telefone com os principais clientes.

Objetivo: melhorar a satisfação com o atendimento ao cliente

Resultados-chave:

● Diminuir o número de reclamações e feedbacks negativos, por trimestre, de 15 para 5.

● Aumentar o feedback positivo, por trimestre, de 5 para 15 elogios.

● Aumentar a média de satisfação, ao fim do atendimento, de 4 para 4,5.

Gerência

Objetivo: levantar novas fontes de capital para as necessidades de crescimento

Resultados-chave:

● Enviar e-mails e realizar ligações para 100 investidores.

● Conseguir pelo menos 30 reuniões ou conferências pós-contato.

● Conquistar um investimento de pelo menos R$ 10 milhões.

Objetivo: ser excelente melhorando em tudo o que fazemos

Resultados-chave:

● Realizar 13 reuniões gerais com sessões de brainstorming que respondam às perguntas: como podemos ser melhores? Por que ainda não somos os melhores?

● Realizar o benchmark de pelo menos 10 competidores.

● Realizar pesquisa com 100 clientes em busca de ideias de como podemos ser mais eficientes e eficazes.

 

OKRs para 2018: escolhas que aumentam seu potencial de crescimento

Como você viu, OKRs oferecem uma chance de manter o foco do time todo durante o ano inteiro. Implementando um sistema de objetivos e resultados-chave, você aumenta o potencial da empresa de alcançar novos horizontes.

Lembre-se de que, para serem efetivos, seus objetivos precisam ser:

● Suporte de uma missão maior.

● Benéficos para as pessoas.

● Realizáveis por meio de passos claros.

Não deixe também de avaliar e avaliar os OKRs a cada período e sempre com o objetivo anual em mente. Assim, certamente você e seu time vão muito mais longe.

Gostaria de mais dicas para otimizar a cultura da sua organização? Saiba mais sobre o tema lendo este post:

COMO A CULTURA ORGANIZACIONAL INFLUENCIA OS RESULTADOS DA SUA EMPRESA

Leia mais sobre Para seu negócio Startup


Quer receber mais
conteúdos como esses?

cadastre-se para receber os nossos conteúdos por email:

Obrigado por cadastrar o seu e-mail. Seja bem-vindo à comunidade Inovação Sebrae Minas.