Recrutar talentos é difícil. Ainda mais quando falamos de startups. Encontrar pessoas com vontade de aprender e que, ao mesmo tempo, tenham a experiência necessária é o de que essas empresas mais precisam.

O problema é que, apesar de serem ambientes de inovação com culturas organizacionais atraentes, as startups nem sempre oferecem o mesmo salário e os mesmos benefícios de empresas maiores. Por isso, contratações acabam sendo a principal dor de cabeça de CEOs e fundadores.

Para ajudá-lo nessa tarefa, selecionamos algumas dicas de recrutamento para sua startup. Nem todas podem ser úteis para você, mas são decisivas na hora de tomar decisões e contratar os melhores talentos, mesmo que você não tenha experiência com recursos humanos.

Vamos lá?

 

 

1 – Trabalhe a imagem da sua startup

No início da sua startup, você provavelmente não terá como oferecer grandes salários e benefícios aos membros do time. Preocupe-se apenas em começar com uma boa imagem e um plano bem delimitado.

Uma ideia é definir uma boa missão e visão alinhadas com os propósitos que vão ao encontro das pessoas que você deseja atrair. Oferecer uma visão de longo prazo também ajuda a demonstrar estabilidade ou, pelo menos, planos claros de crescimento.

Os talentos que procuram oportunidades em startups desejam atuar em uma empresa que seja a cara deles. Investir na sua marca é uma das formas de demonstrar isso.

Isso sem contar a questão do fit cultural: quanto mais clara sua marca é, mais pessoas terão certeza de que seus valores se alinham com os da empresa. Isso ainda é positivo para a diminuição do turnover (rotatividade de funcionários), que afeta muitas empresas iniciantes.

 

2 – Faça a startup ser mais conhecida

Além de construir a imagem da sua startup, você precisa fazer com que ela se torne conhecida. Para o processo de recrutamento, isso é fundamental. Confira algumas dicas para fazer isso:

  • Participe de eventos: vá ao máximo de eventos que puder, levando o nome da sua startup. Para tirar o máximo proveito, compareça com um pitch em mente – se não souber como fazer um, confira este Guia do Pitch Perfeito. Assim, mais pessoas ficam sabendo da sua empresa, o que desperta a curiosidade dos talentos. Por fim, quando puder, comece a promover eventos.
  • Procure talentos específicos: uma boa ideia de recrutamento para sua startup é conhecer as melhores pessoas de cada área. Assim, você tem a clareza de quais contatos precisa construir para conquistar os melhores colaboradores. Você pode utilizar o LinkedIn para facilitar o processo. Saiba mais sobre as funcionalidades de recrutamento da rede social neste post.
  • Peça para colaboradores anunciarem que trabalham com você: uma boa forma de fazer a sua startup ser mais conhecida é pedindo aos seus colaboradores que demonstrem trabalhar para você. Pode ser nas redes sociais, por exemplo, ou utilizando a camiseta com a marca da startup.
  • Tenha um blog: torne evidente às pessoas suas habilidades como líder, CEO e/ou fundador. As pessoas se interessam por empresas que oferecem conhecimento. Por isso, ter um blog é uma ótima forma de mostrar o que você pode ensinar.

 

3 – Saiba analisar os currículos

Existem algumas características no currículo dos candidatos que podem ajudá-lo a decidir pelo recrutamento. Confira algumas delas:

  • Experiência em startups: se você se deparar com um candidato que trabalhou apenas em grandes empresas, reflita se a sua cultura vai combinar com a dele. Quando for entrevistá-lo, procure garantir que o interesse dele realmente é o de mudar de ares.
  • Experiência com pequenas e com médias empresas: se o candidato realizou trabalhos prévios em empresas menores, tome como um bom sinal. Pode ser que a pessoa esteja à procura de projetos inovadores, mas com o desejo de continuar em equipes enxutas, por exemplo.
  • Projetos pessoais: são uma ótima característica. Procure por talentos que possuam projetos próprios quando for realizar recrutamento para sua startup, especialmente se forem de relevância para o seu setor ou segmento. Isso indica vontade de tentar coisas novas, aprender e sair da zona de conforto.
  • Presença on-line: se sua startup é focada na web, procure por pessoas que gostem de redes sociais e tenham familiaridade com elas. Isso vale para qualquer tipo de posição. Afinal, você precisa atrair talentos que tenham vontade de trabalhar com o seu produto ou serviço.

Observando esses e outros atributos, você consegue selecionar muito melhor os candidatos mais fortes e alinhados com a sua proposta.

 

Gaste tempo no recrutamento para sua startup

Não existe mágica para encontrar as melhores pessoas. Você provavelmente vai errar no meio do caminho. Por isso, tenha em mente que você precisará perseverar até formar a sua equipe.

Mas, como os primeiros colaboradores são muito importantes para a trajetória da empresa, não se desespere. Vá com calma e entenda que pode levar um pouco de tempo para encontrar os talentos-chave da sua startup.

Se não souber quem contratar primeiro, leia nosso outro post:

SAIBA QUANDO COMEÇAR A CONTRATAR FUNCIONÁRIOS PARA A SUA STARTUP

Leia mais sobre Para seu negócio Startup


Quer receber mais
conteúdos como esses?

cadastre-se para receber os nossos conteúdos por email:

Obrigado por cadastrar o seu e-mail. Seja bem-vindo à comunidade Inovação Sebrae Minas.