Como você já viu por aqui, criar uma página no Facebook é simples e algo importante para pequenas empresas fazerem. Afinal, a rede é acessada por 102 milhões de brasileiros todo mês e apresenta formas segmentadas de anunciar produtos e serviços.

O Facebook para pequenas empresas pode apresentar novos negócios e fortalecer a marca. Mas não basta saber criar a página. Existem outras ações dentro do site que você desconhece e que permitem um crescimento significativo e segmentado.

Preparamos este guia para ajudá-lo nessa empreitada, com os primeiros passos e uma introdução das funcionalidades que a plataforma apresenta.

 

facebook para pequenas empresas

 

Principais benefícios do Facebook para pequenas empresas

Além de reforçar a presença da sua marca, o Facebook traz dois grandes benefícios:

Conexão com seus clientes e com potenciais clientes

Quando as pessoas curtem a sua página, você pode informar a elas o que há de novo na empresa, dar updates sobre produtos e serviços ou mesmo sobre o dia a dia do negócio. Você também pode compartilhar com as pessoas conteúdos de interesse delas, relacionados ao que você faz.

O Facebook para pequenas empresas ainda permite a troca de mensagens e comentários entre a sua marca e as pessoas. Por meio de uma página na rede social, você tem a oportunidade de criar uma comunidade em torno do seu negócio.

Trazer tráfego para seu site e/ou loja

Pessoas que se interessem pela sua página do Facebook podem facilmente encontrar por lá um link direcionado ao seu site, além de outras informações sobre a empresa, como horário de funcionamento e endereço.

Assim, você traz novas pessoas para seu site, blog, loja física e e-commerce (nós já falamos em outras oportunidades sobre dicas para aumentar as vendas do e-commerce. Confira!).

 

Como começar: passo a passo

Passo 1: crie uma conta no Facebook

Se você ainda não tem uma conta pessoal no Facebook, o ideal é começar criando uma. Todas as páginas da rede social são associadas a contas pessoais; por isso, a necessidade de tal procedimento. Não fique com medo de misturar sua vida pessoal com a profissional. Nenhuma pessoa de fora é capaz de ver quem está por trás das páginas.

Portanto, as informações solicitadas na criação do seu perfil só ficarão nele. Considerando que, para postar na sua página, você precisa ir até ela, também não se preocupe caso você confunda e poste algo pessoal por lá.

Passo 2: crie a página

Assim que estiver logado no seu perfil do Facebook, será possível criar outra página, agora relativa à empresa. Lembre-se de observar se já existe uma página similar à do seu negócio, ou seja, se algum sócio antigo criou uma ou algo assim.

No canto esquerdo da barra superior, você verá uma seta e pode clicar para criar a página. As escolhas que aparecerão são as seguintes:

● Negócio Local

● Companhia, Organização ou Instituição

● Marca ou Produto

● Artista, Banda ou Figura Pública

● Entretenimento

● Causa ou Comunidade

Se sua empresa é local com uma estrutura física, escolha a primeira opção. Em seguida, adicione seu endereço e o nome do negócio, para começar.

Passo 3: coloque as informações do seu negócio

Para completar a sua página do Facebook, coloque mais informações sobre sua empresa, como:

● Categorias: escolha três categorias que representem seu negócio.

● Descrição: capriche na descrição de 155 caracteres, explicando bem o que você faz e vende.

● Site: não deixe de incluir seu site, para que as pessoas possam encontrar seu negócio.

Por fim, você será requisitado a prestar a informação de que é um estabelecimento real e a mostrar que está autorizado a representá-lo.

Passo 4: insira uma imagem de perfil

Escolha uma foto de perfil que chame a atenção das pessoas. Utilize uma imagem do seu produto. Por exemplo, uma ótima foto de um corte de cabelo (para o caso de salões de beleza).

Se seu produto ou serviço não é apelativo dessa forma, aplique seu logotipo. Mas atente a alguns pontos:

1 – A imagem deve se destacar.

2 – A imagem deve representar seu negócio.

3 – A imagem deve estar em alta resolução com dimensão de pelo menos 180×180 pixels.

Se você não tiver imagens assim à disposição, contrate um profissional para providenciá-las. Já explicamos aqui como você pode contratar um designer de logotipo, por exemplo.

Passo 5: escolha a audiência

Uma das melhores funcionalidades do Facebook para pequenas empresas é a oportunidade de segmentar a audiência. Exemplificando: Caso seja o proprietário de um salão de beleza em determinado bairro da sua cidade, você pode configurar para que sua página seja mais visualizada nessa localidade.

Você ainda pode segmentar de acordo com o interesse das pessoas – só fique atento para não diminuir demais a potencialidade da sua audiência.

Passo 6: conheça os toques finais

Muito bem, agora você tem uma página no Facebook! Entretanto, ainda não está tudo pronto. Existem alguns passos adicionais para garantir que todas as informações estejam inseridas lá.

● Foto de capa: deve compor um visual juntamente com a foto de perfil. Também deve ser representativa do negócio; pode até ser um vídeo, caso esse formato tenha a ver com o que você faz. Se você contratou um profissional, peça a ele que crie também a capa. Se precisar de algo para “quebrar um galho”, por enquanto, acesse este post, com algumas dicas de ferramentas.

● Horário de funcionamento: não esqueça de incluir tal informação, para que as pessoas não corram o risco de ir até o local e encontrá-lo fechado.

● Botão: as páginas do Facebook contêm um botão, localizado abaixo da sua foto de capa. São várias opções, como um “Saiba mais”, direcionado ao seu site, ou um “Entre em contato”, direcionado a um e-mail, por exemplo.

Dica para começar bem

Agora que você tem uma página, convide seus amigos para curti-la! Assim, você já começa com algumas curtidas e cria legitimidade.

 

O que mais fazer no Facebook

A partir deste ponto, em que você começou a divulgar seu negócio no Facebook, você pode passar a aproveitar as funcionalidades que ele oferece. Uma delas é a possibilidade de confeccionar posts (links, fotos, textos, vídeos) que abordem assuntos sobre a sua empresa, o segmento de negócio ou interesses relacionados.

Mas existem outras oportunidades de impulsionar a visibilidade no Facebook para pequenas empresas. Confira:

Anúncios do Facebook

Os anúncios são a forma de o Facebook ter uma contrapartida financeira com as páginas. Para os negócios, também é ótimo: mais de 1,2 bilhão de pessoas utilizam a plataforma todos os dias, criando um público em potencial bem grande.

Visando direcionar melhor seus anúncios, você pode criar segmentações de público; assim, seu dinheiro vai para o lugar certo (potenciais clientes).

Há três opções para escolher seu público no Facebook:

● Básico: você seleciona o público manualmente, com base em características como idade e local.

● Personalizado: aqui, você envia uma lista de contatos que já tenha previamente e se conecta com seus clientes no Facebook.

● Semelhante: quem já está mais avançado pode utilizar as informações de clientes para encontrar pessoas semelhantes a eles no Facebook.

Essas segmentações, bem como a confecção dos anúncios, são feitas por meio do Gerenciador de Anúncios e do Power Editor. Basta estar logado na sua conta que está vinculada à página.

Messenger

O Messenger, comunicador do Facebook, também possui números impressionantes: mais de 2 bilhões de mensagens são trocadas por dia entre empresas e pessoas. Aproximadamente 53% dos usuários dizem que a possibilidade de novos negócios aumenta quando podem enviar mensagens.

Esse é um dos principais pontos de contato no Facebook para pequenas empresas. As pessoas podem questionar sobre produtos e serviços e resolver problemas, o que certamente influencia no quesito satisfação do cliente.

Para utilizar o Messenger, basta ter uma página. Você também pode anunciar lá dentro, aumentando o alcance da sua marca.

Instagram

Desde 2012, o Instagram faz parte das empresas do grupo do Facebook. A partir de então, ações em conjunto nas duas plataformas são possíveis, incluindo anúncios.

Por lá, os números podem ser um pouco mais tímidos (250 milhões de usuários diários), mas a segmentação pode ser ainda mais poderosa. Isso porque o foco aqui são as imagens. Por isso, se seu negócio é apelativo visualmente, não deixe de ter uma conta no Instagram também.

 

Facebook para pequenas empresas: fácil e necessário

Além dessas, existem várias outras funcionalidades possíveis com o Facebook, que podem até estar surgindo neste momento. Procure sempre saber o que há de novo e aplique, teste, tente encontrar quais formatos mais se ajustem ao seu público.

Sem dúvidas, aos poucos, você conquistará novos públicos, e sua marca estará mais presente na vida das pessoas. Caso você tenha dificuldade para executar ações, confira este outro post:

SUA EMPRESA DEVE CONTRATAR UM PROFISSIONAL DE REDES SOCIAIS?

 

Leia mais sobre Ambiente Digital Para seu negócio


Quer receber mais
conteúdos como esses?

cadastre-se para receber os nossos conteúdos por email:

Obrigado por cadastrar o seu e-mail. Seja bem-vindo à comunidade Inovação Sebrae Minas.