Você tem o sonho de empreender, mas não tem dinheiro para investir? Talvez seja uma boa ideia começar com uma estrutura enxuta, que você possa tocar sozinho até ter força para expandir.

Claro, algum dinheiro você vai precisar para a abertura do site da empresa e compra de domínio (saiba como isso funciona aqui), por exemplo, e a formalização da empresa – acompanhe nosso checklist para conhecer o passo a passo.

abrir um negócio

Neste artigo, trouxemos algumas ideias para você abrir um negócio com pouco dinheiro. Alguns dependem de uma habilidade que você já tem ou é preciso apenas entender o seu potencial para começar a empreender.

 

1 – Trabalhos de conserto

Serviços feitos em casa ou na casa do cliente não requerem muitos investimentos iniciais. Basta ter habilidade para reparos e adquirir ferramentas básicas. Você pode investir em consertos de eletrodomésticos e de roupas, por exemplo.

 

2 – Revenda

Se você tem um bom olhar para determinados itens, como antiguidades, por exemplo, não deixe de ganhar dinheiro com disso. Compre produtos com potencial, revenda-os com lucro – e pronto! Você terá um negócio com potencial para fazer muito sucesso.

Foi assim que começou a loja de roupas Nasty Gal, de Sophia Amoruso. A empreendedora começou do zero, garimpando roupas em brechós e revendendo quando sabia que o valor era mais alto do que o oferecido na loja.

 

3 – Construção de chatbots

Para abrir esse negócio com pouco dinheiro, é preciso ter um pouco de facilidade com programação. Se você tem tempo para fazer alguns cursos na área, aproveite! Como já falamos por aqui, os chatbots estão em alta.

Existem ainda empresas que o ajudam a fazer chatbots sem precisar de programação, como a chattypeople.com.

 

4 – Serviços de marketing

Este é outro negócio que requer um background de estudos. Se você não fez graduação na área, há vários cursos possíveis na internet, muitos gratuitos, que podem auxiliá-lo. Veja alguns sites:

Para começar a empresa, você não precisa de mais do que um computador e um celular, além de definir uma área específica de atuação, como marketing de influência ou digital, por exemplo.

 

5 – Testador ou resenhista

Pessoas e empresas (principalmente startups) sempre procuram por testadores de seus produtos e serviços, como já vimos em uma explicação anterior sobre MVP. Que tal se aventurar por essa área e de quebra conhecer inovações legais primeiro?

Comece criando perfis em sites de trabalho freelancer. Assim, as empresas podem entrar em contato com você sabendo quais são suas qualificações. Mais tarde, isso pode se tornar um negócio especializado em testes e resenhas.

 

6 – Construção de planos de negócios

Se você é daquelas pessoas que se dedica a compreender negócios antes mesmo de ter o seu, que tal transformar essa habilidade em um serviço pago? Auxilie pessoas que têm boas ideias, mas não sabem como estruturá-las e colocá-las no papel.

 

7 – Blogger ou vlogger

A criação de conteúdo para internet está em alta. Se você tem conhecimento sobre um assunto com mais profundidade do que a média das pessoas, comece um negócio na web.

Isso inclui culinária, viagens, moda, DIYs, consertos, automóveis e muito mais! Tudo o que você precisa é de um tema, blog ou canal no Youtube.

 

8 – Planejamento de refeições

Com a onda do mundo fitness tomando conta das redes sociais, as pessoas têm procurado cada vez mais uma forma de se alimentarem melhor. No entanto, muitos ainda não sabem muito bem o que comprar, quando, onde ou o que fazer na cozinha.

Algumas atividades de um meal planner:

  • Criar uma lista de ingredientes
  • Criar receitas passo a passo para clientes seguirem
  • Explicar o valor nutricional para educar as pessoas
  • Encontrar formas de economizar dinheiro comprando em locais com melhores promoções

Quem sabe no futuro isso não se torna um restaurante?

 

9 – Planejamento de viagem

Ainda na onda dos planejadores, viagens podem se tornar um negócio com pouco investimento. Nem todo mundo tem tempo de comparar preços de hospedagens e passagens ou escolher restaurantes e lojas.

O planejador de viagem faz isso tudo para a pessoa. É preciso ter um pouco de experiência com viagens e ser muito organizado, além de falar alguma outra língua, de preferência. Ainda assim, tudo pode ser feito direto da sua casa.

 

10 – Massagista

Estamos mais estressados do que nunca. Com a tensão subindo, as pessoas procuram massagistas que possam oferecer algum relaxamento. Para se tornar um, você pode escolher cursos livres da sua cidade, como os do Senac.

Comece oferecendo massagens em domicílio. No futuro, você pode investir na criação de uma clínica ou spa. Ainda será preciso adquirir uma cama móvel e alguns produtos, como óleos de massagem.

 

11 – Personal trainer

Muitas pessoas que querem se exercitar precisam de um pouco mais de atenção. Para isso, existem os personal trainers. Só pode exercer a profissão quem é formado em Educação Física, portanto, se você possui esse diploma, pode começar agora mesmo.

Você não precisa investir muito, afinal, pode oferecer o serviço em academias e condomínios, por exemplo, para auxiliar o treino de seus clientes.

 

12 – Trabalhos com pets

Se você gosta de animais, vai adorar essa ideia de negócio com pouco dinheiro. Comece, por exemplo, oferecendo serviços de passeio com cães. Afinal, muitas pessoas não têm tempo de fazer isso.

Você também pode investir em cursos de banho e tosa ou adestramento de cães. No futuro, quem sabe não se torna dono de um pet shop?

 

13 – Guia turístico

Se você mora em uma cidade com forte fluxo de turistas, não deixe de aproveitar a oportunidade. Muitos viajantes procuram, inclusive, por pessoas que sejam das cidades e conheçam “cantos” que nem todo mundo conhece.

Comece com os “free walking tours”, tours gratuitos a pé, mas que sugerem quantias para os participantes oferecerem conforme o que acharem do passeio. Conheça a versão no Rio de Janeiro.

 

14 – Food truck

Esse talvez seja o negócio que exija mais investimentos dessa lista. Mas você não precisa comprar uma “van” logo no início: muitos negócios de alimentos começam com apenas uma bicicleta. Se quiser saber mais sobre esse modelo de negócio, leia nosso post com o tema.

Investimento não se trata apenas de recurso financeiro.

Não se esqueça: mesmo que o dinheiro exigido para iniciar esses negócios seja relativamente pouco, isso não quer dizer que empreendimentos são exatamente fáceis. Pense que você terá que dedicar tempo e esforço, principalmente quando a dedicação não é exclusiva.

Ainda assim, no final, com certeza vai valer a pena. No fim das contas, você estará conquistando seu grande sonho! Para ajudá-lo ainda mais nesse primeiro passo, leia nosso post:

7 DICAS PARA SOBREVIVER AO PRIMEIRO ANO DE EMPREENDEDORISMO

Leia mais sobre Empreendedorismo Para seu negócio


Quer receber mais
conteúdos como esses?

cadastre-se para receber os nossos conteúdos por email:

Obrigado por cadastrar o seu e-mail. Seja bem-vindo à comunidade Inovação Sebrae Minas.