O boca a boca é uma das formas mais efetivas de marketing que existem. Uma pesquisa feita pela empresa Heinz mostrou que indicações convertem mais e aumentam o lifetime value – saiba o que é isso aqui. Você também pode comprovar isso observando suas decisões de compra no dia a dia: se uma pessoa em quem você confia indicar um serviço, sua escolha com certeza será pautada mais pela indicação do que por uma propaganda.

No entanto controlar o boca a boca é desafiador. Você pode começar fortalecendo o atendimento ao cliente, que, se estiver satisfeito, vai indicar sua empresa para seus amigos. Mas ainda existe outra ação muito utilizada para atrair e reter clientes: o programa de indicação.

 

programa de indicação

 

Esses programas consistem no oferecimento de benefícios para quem indica amigos e eles se inscrevem, adquirem produtos ou contratam serviços. Além de trazer novas pessoas para seu negócio, o programa de indicação auxilia na retenção de consumidores, que interagem com a marca e recebem vantagens pelas indicações. Para as empresas, esses programas exigem baixo investimento e são uma forma poderosa de conquistar mais clientes.

Neste artigo, conheça o passo a passo da criação de um programa de indicação e veja algumas dicas para que você comece o seu focado no sucesso.

 

Passo a passo para criar um programa de indicação

Se você pretende implementar um programa para incentivar indicações de seus clientes, siga o passo a passo:

  • Faça uma pesquisa: como qualquer ação na sua empresa, o ideal é começar com uma pesquisa. Analise o que concorrentes já fizeram nesse sentido e observe empresas que tiveram resultados positivos. O que você pode trazer para a sua e o que não combina com o seu negócio?
  • Escolha o incentivo: o que você oferecerá em troca para quem conquistar um novo usuário para seu negócio? Pode ser um desconto, um brinde, um crédito. O importante é ser sedutor no nível certo.
  • Defina a mensagem: como você vai comunicar para seus usuários as regras do programa? Garanta que você terá uma forma simples e acessível de explicar como participar e quais são os benefícios.
  • Treine funcionários: quem vai trabalhar com os novos usuários e o programa no dia a dia precisa ter conhecimento sobre o assunto. Procure fazer um treinamento com seus colaboradores para alinhar informações antes de lançar a ação.
  • Espalhe a mensagem: agora que você já decidiu como o programa vai funcionar, chegou a hora de contar para seus usuários que essa possibilidade existe. Utilize todos os meios possíveis. Se tiver um aplicativo, deixe a opção sempre disponível no seu site, tenha uma landing page específica para o programa, envie e-mails às pessoas incentivando-as a participar, etc. No entanto é importante notar que clientes em fases iniciais de negócio podem não receber bem o pedido. Veremos mais sobre isso abaixo.
  • Crie métricas e acompanhe: para saber se o programa de indicação está funcionando, defina algumas métricas que vão permitir a comprovação. Pode ser o número de usuários cadastrados, vendas, conversões, etc.

 

Muito bem. Agora você já conhece os passos básicos para criar um programa de indicação. Acompanhe, a seguir, algumas dicas e melhores práticas para ter sucesso.

 

Dicas para o seu programa de indicação

Algumas boas práticas podem ajudar o seu programa a ser um sucesso:

 

Encontre o momento certo para pedir

Você não deseja que seu cliente receba um pedido de indicação em um momento delicado, quando pode estar passando por uma experiência ruim. Por isso, garanta que o pedido chegará quando o produto ou serviço for entregue e seu cliente já estiver fidelizado. Além disso, você não pode deixar que as boas impressões da compra se “esfriem”. Solicitar uma indicação muito tempo depois da entrega pode não ter bons efeitos.

Você pode aproveitar várias oportunidades ideais, tais como:

 

  • Logo após responder à pesquisa de satisfação
  • Logo após uma boa experiência de compra
  • Após uma avaliação positiva em seu site ou redes sociais.

 

Faça a indicação ser o mais fácil possível

A qualquer sinal de que o que você solicitou é complexo de realizar, os clientes podem desistir. Por isso, o processo deve ser tão simples quanto um clique. Colocar botões de compartilhamento em vários aplicativos, como WhatsApp e Facebook Messenger, por exemplo, é importante. Uma aba no site, com botão e call-to-action, também encurta o caminho.

 

Encoraje consumidores que chegaram por indicação a indicarem também

Uma pesquisa mostrou que consumidores que chegam ao seu negócio por meio de indicação têm quatro vezes mais chance de recomendá-lo a alguém. Isso porque já experimentaram o programa e receberam os benefícios, comprovando a eficácia. Por isso, prepare ações específicas para essas pessoas, como e-mails que mencionem o programa e a forma como o cliente chegou por meio dele.

O mesmo pode funcionar com clientes que já indicaram alguma vez. Mostre para essas pessoas que podem indicar e ganhar as vantagens novamente.

 

Engaje as pessoas nas redes sociais

As redes sociais trouxeram para as marcas a oportunidade de interagir com consumidores de maneira mais próxima. Utilize-as para ficar mais perto de seus clientes e lembrá-los do programa de indicação. Por isso, fale com seus clientes, responda a perguntas e ajude quando problemas aparecerem. Estar mais presente na vida das pessoas faz com que elas confiem mais na sua marca.

E aí, pronto para começar um programa de indicações na sua empresa? Confira mais conteúdos para ajudá-los a converter mais clientes e aumentar as suas vendas:

CONTEÚDOS INOVAÇÃO SEBRAE MINAS PARA SEU NEGÓCIO

Leia mais sobre Destaque


Quer receber mais
conteúdos como esses?

cadastre-se para receber os nossos conteúdos por email:

Obrigado por cadastrar o seu e-mail. Seja bem-vindo à comunidade Inovação Sebrae Minas.