Você sabia que plantas nos deixam mais felizes e saudáveis? Além de algumas espécies servirem de alimento e tempero, estudos comprovam que o cultivo traz bem-estar. Não é à toa que o cultivo de plantas em casa deixou de ser algo restrito às nossas mães e avós.

Mas esse não é o único benefício. Hoje, basta dar uma “volta” na rede social Pinterest para acabar em alguma imagem de decoração com plantas. Elas se tornaram elementos essenciais para decorar o ambiente e deixá-lo mais alegre e com vida.

Por isso, não é de espantar que o setor tenha inovado cada vez mais. A tendência da jardinagem urbana cresce a cada ano, e com ela, boas ideias.

Neste artigo, entenda um pouco mais sobre essa tendência e conheça empresas que investem na área e têm alcançado sucesso.

 

A tendência da jardinagem urbana

Tudo começou pelas redes sociais. Se antes as plantas eram usadas apenas pelas gerações mais antigas, passaram a fazer parte da vida  dos mais jovens.

Além disso, as pessoas têm buscado cada vez mais novas alternativas de alimentação, mesmo que em pequena escala. Por isso, temos visto tantas hortas e jardins verticais, capazes de oferecer um bom jantar orgânico, produzido dentro de casa.

Veja quatro tendências que moldam a nova jardinagem urbana:

Millennials

A geração dos millennials, com idade entre 18 e 34 anos, abraçou a jardinagem. Em busca de uma vida mais sustentável, saudável e local, esses jovens procuram cultivar seus alimentos em casa. Eles optam por plantas que não exijam muito esforço para cuidar. Além disso, procuram estruturas que ocupem pouco espaço, mas que sejam capazes de armazenar uma boa quantidade de plantas.

Para isso, novas tecnologias são bem-vindas: aparelhos que fornecem luz e umidade na medida certa, aplicativos que orientam o cultivo, insumos e fertilizantes eficientes, etc.

Comestíveis

Há um crescente interesse por cultivar temperos. Afinal, ter ervas frescas a qualquer momento nem sempre é possível. Manjericão, orégano, tomilho, pimentas, ou seja, tudo que possa ser utilizado na preparação da comida.

Mas esse interesse não para por aí. As pessoas têm cultivado outros tipos de comestíveis, como vegetais e chás. A intenção é cultivar plantas preferidas dentro de casa, que além de alimento, proporcionam bem-estar.

Além disso, muitos procuram por comestíveis que sejam ornamentais. São plantas que não só fornecem alimento, mas também compõem a decoração. Afinal, é preciso ficar bem no Instagram, certo?

Agora que você já sabe as motivações por trás da tendência da jardinagem urbana, confira o que algumas empresas têm feito para aproveitar a onda.

jardinagem urbana

 

Empresas que inovam na jardinagem urbana

Planti em Casa

A Planti oferece tecnologias para cultivo dentro de casa. São soluções de iluminação, umidade e condições perfeitas para o máximo de eficiência e durabilidade.

Trata-se de um aparelho que produz o máximo de luz com mais economia a fim de alimentar as plantas na medida que elas precisam. Além disso, há homogeneidade de luz em toda a planta, o que nem sempre é possível em vasos comuns.

Quem adquire um produto pode cultivar plantas de oito a dez anos com o mesmo “chip”, componente que pode ser substituído depois desse período. A temperatura também é otimizada, permitindo o cultivo em qualquer estação do ano.

Conheça a Planti em Casa.

Bonnie Plants

O aplicativo oferece um sistema para você cadastrar e acompanhar o crescimento das suas plantas enquanto melhora suas habilidades como jardineiro urbano. O app combina tecnologia com o jeito convencional de criar plantas.

Além de manter um histórico, o Bonnie Plants permite checar o clima do seu local e pesquisar informações sobre mais de 250 espécies a fim de aprender mais sobre elas. Conheça o aplicativo.

Plantit

Esse aplicativo é focado em quem deseja ter uma horta orgânica em casa. Disponível para Android e iOS, auxilia o usuário a cultivar uma lista robusta de tipos de planta, entre temperos, chás e vegetais.

O software foi criado em Portugal, mas pode ser utilizado também no Brasil – basta alterar as configurações (hemisfério sul ou norte). Dessa forma, você poderá saber onde, como e quando plantar ou colher, quais as necessidades de cada planta, etc. É possível salvar suas plantas e receber notificações em cada etapa.

 

Jardinagem por um mundo melhor

As tendências da jardinagem urbana contribuem para a construção de um mundo melhor, mesmo que aos poucos. No futuro, todas as casas provavelmente terão pelo menos algum cultivo para alimentação ou decoração. Com essa atitude, será possível contribuir com o meio ambiente e com a economia de recursos.

Você conhece a iniciativa das agrihoods? São condomínios baseados na agricultura, que fornecem alimento para seus habitantes, que, por sua vez, ajudam no trabalho. Saiba mais:

AGRIHOOD: CONHEÇA AS COMUNIDADES SUSTENTÁVEIS QUE PRODUZEM SUA PRÓPRIA COMIDA

Leia mais sobre Empreendedorismo Sustentabilidade


Quer receber mais
conteúdos como esses?

cadastre-se para receber os nossos conteúdos por email:

Obrigado por cadastrar o seu e-mail. Seja bem-vindo à comunidade Inovação Sebrae Minas.