Esse post foi escrito por Rodrigo Cartacho, CEO da Sympla

O mercado de eventos no Brasil está crescendo cada vez mais, mesmo com todas as adversidades econômicas e políticas que o país vive nos últimos anos. Isso se deve por inúmeros fatores, mas acredito que o principal deles é que a forma com que organizadores e o público se relacionam com os eventos foi mudando e acompanhando uma tendência mundial: a de viver experiências.

Ao pensar em festivais de entretenimento, por exemplo, é possível perceber claramente essa mudança ao compararmos as primeiras edições com as mais atuais. O line-up (ou seja, os artistas e bandas que se apresentam em determinado evento), deixou de ser o principal atrativo, e espaços gastronômicos, de lazer, de descanso e até mesmo as estruturas de decoração passaram a fazer parte da experiência de participar de alguns desses festivais.

Em eventos corporativos, como palestras, congressos e seminários, espaços voltados para a realização de networking e a exposição de alguns serviços relacionados às temáticas principais do evento também são exemplo de como transformar a experiência dos participantes. Em suma, é possível dizer que não somente aqueles que organizam eventos estão preocupados com o que oferecem em suas produções — os clientes e participantes também estão em busca de algo “novo”, “memorável”, “inesquecível”.

Com quase sete anos de Sympla e tendo uma experiência anterior como produtor, tive a oportunidade de conhecer diversos eventos e seus organizadores, assim como também tive o privilégio de acompanhar o surgimento e o crescimento de vários deles. Uma das vantagens de fazer parte de um SaaS que contribui para o desenvolvimento desse mercado é exatamente esta: poder participar do progresso e das melhorias no que tange ao pré, ao durante e ao pós-evento.

Foram mais de 320 mil eventos que passaram pela Sympla e deixaram seus erros, acertos e muitos aprendizados para toda a equipe. Hoje, posso dizer que consigo olhar e compreender como a produção de eventos pode se tornar um canal de posicionamento e aquisição de clientes para muitas empresas e negócios, sendo um meio extremamente estratégico para promover o crescimento.

Seguindo a tendência de que as pessoas estão em busca de novas experiências, o mercado está em crescimento e fazer eventos pode ser uma ótima estratégia de Marketing e Vendas para empresas, gostaria de compartilhar com vocês alguns exemplos de eventos que foram muito bem realizados e cumpriram com seu objetivo: promover um crescimento exponencial para a empresa realizadora.

 

Por que organizar um evento?

Um evento organizado por uma empresa normalmente tem um caráter mais corporativo e pode ser feito em diversos formatos, tais como, congressos, seminários, cursos, workshops, conferências ou feiras de negócio. Para as empresas, a realização de um evento é considerada como um “marco”: momento no qual todo o esforço de planejamento é, literalmente, materializado e entregue, colhendo (ou não) os frutos esperados.

E isso acontece pois os eventos corporativos são uma das melhores formas de criar um relacionamento mais pessoal, informal e próximo entre empresas e clientes, negócios e leads. Não que as conexões digitais e redes sociais sejam ruins ou prejudiciais, mas nada melhor do que estar presente de corpo e alma com seu possível cliente.

Os eventos são uma ótima opção para quem quer captar leads, apresentar seu trabalho para o mercado e fechar novos negócios. Com eles, é possível atrair clientes, posicionar-se e estabelecer laços muito próximos com os participantes. Já imaginou conversar com pessoas interessadas em seu trabalho em um espaço que reúne profissionais do ramo? Pois bem, essa é uma das principais motivações de empresas que começam a organizar eventos.

Além disso, ao organizar um evento, você tem a oportunidade de trazer toda a experiência da sua empresa para os participantes, podendo expor seus valores, missão, objetivos e visão de futuro ou do próprio mercado no qual atua.

 

Quando organizar um evento?

Não existe um “momento perfeito” ou regras que estabeleçam a melhor época ou as circunstâncias ideais para a realização de um evento – gosto de dizer que toda hora é hora de organizar um, desde que você tenha seus motivos e objetivos bem claros. Para empresas ou pessoas que desejem divulgar ou expandir seu negócio, é possível pensarmos em alguns objetivos principais.

Pode-se afirmar que existem três grandes motivadores para a realização de um evento corporativo, sendo eles:

 

  •         posicionamento de mercado;
  •         aquisição de leads ou relacionamento com clientes;
  •         exposição de novas tendências do mercado.

 

Para entender melhor as diferenças e particularidades de cada um desses motivadores, vou detalhá-los um pouco mais. Assim, você também saberá identificar em que momento sua empresa ou negócio se encontra e poderá escolher melhor o objetivo do seu evento.

Evento de posicionamento de mercado

O objetivo de um evento de posicionamento não é segredo, não é mesmo? Como o nome mesmo já diz, a proposta principal desse tipo de produção é posicionar-se no mercado. Esse tipo de evento é realizado, normalmente, para o lançamento de alguma empresa ou para a apresentação de novos produtos ou serviços de uma empresa já existente.

Contudo, o evento de posicionamento também pode ser realizado para se posicionar como uma autoridade dentro do mercado no qual a empresa já atua ou no que está entrando. Nesse aspecto, gosto de trazer o exemplo de um de nossos parceiros, a Resultados Digitais.

A Resultados Digitais organiza, desde 2013, o RD Summit que, após cinco edições apenas, já é considerado o maior evento sobre Marketing Digital e Vendas da América Latina, reunindo,  em Florianópolis, profissionais de áreas relacionadas vindos de todo o país. O RD Summit auxiliou (e muito) a Resultados Digitais a se estabelecer como autoridade no assunto: na edição de 2018, são esperadas mais de 8 mil pessoas!

Evento para a aquisição de leads ou relacionamento com clientes

Os eventos para a aquisição de novos leads ou para trabalhar um melhor relacionamento com os clientes são, normalmente, realizados em um segundo momento. É comum que esse tipo de evento aconteça na sequência da estratégia de posicionamento – mesmo que você opte por não organizar um com essa motivação. Independentemente de ser realizado após um evento de posicionamento, os eventos para aquisição têm dois propósitos bem claros:

 

  •         criar um relacionamento mais próximo com seu cliente ou potencial cliente;
  •         converter esse potencial cliente ou realizar um upsell em seus atuais clientes.

 

Sendo assim, é possível afirmar que estes eventos têm como abordagem principal não o motivador “aquisição de clientes”, mas tudo aquilo que promova isso como consequência imprescindível. Usufruir e reforçar sua autoridade sobre determinado assunto em um evento organizado por você ajuda a comprovar o quanto você é realmente a melhor opção de empresa ou serviço, além de mostrar que você realmente entende do assunto.

A maior parte dos eventos realizados por empresas conhecidas é organizado tendo como base esse motivador. E é claro que, se eles continuam acontecendo cada vez mais, é por estarem conseguindo cumprir com seus objetivos!

Evento para a exposição de novas tendências do mercado

Na minha opinião, os eventos realizados para a exposição de novas tendências do mercado são, apesar de mais complexos de organizar, os mais interessantes para participar.

É comum que esse tipo de evento seja organizado por empresas consolidadas e conhecidas – que, normalmente, já passaram pelo ciclo anterior de organizar eventos de posicionamento e, em sequência, os de aquisição – e, por isso, já têm uma autoridade em alta para debater e apresentar tendências sobre aquele mercado.

É simples, se pensarmos nos motivadores que apresentei aqui. As empresas já se posicionaram, já adquiriram novos leads, já melhoraram o relacionamento com seus clientes e, agora, possuem o know-how necessário para olhar para o futuro – e mostrar para os participantes o que eles podem esperar para o mercado nos próximos cinco ou dez anos.

Os eventos de tendências direcionam o mercado para o que vai acontecer nos próximos anos, mostrando o lugar aonde vamos chegar e indicando os melhores caminhos para chegarmos bem. É um espaço ótimo para já pensar em ações que devem começar a ser feitas agora, mas que gerarão resultado apenas em alguns anos.

Um bom exemplo de evento de tendência é o INBOUND, evento organizado pela Hubspot e que acontece em Boston, nos Estados Unidos. Desde as últimas edições, ele tem trazido painéis e keynotes com outras visões do mercado, além de apresentar o que acham que será do Inbound Marketing nos próximos anos. Isso sem deixar de apresentar o conteúdo rico que fortaleceu o posicionamento da marca e promoveu uma grande aquisição de clientes nas primeiras edições.

A organização de um evento pode trazer diversos benefícios para sua empresa ou negócio, muito além do que foi abordado neste artigo. Agora, é só colocar no papel o que você deseja alcançar e botar a mão na massa!

Se precisar de alguma ajuda, pode contar com a Sympla, empresa de gestão de eventos, venda de ingressos e inscrições. Tem atualmente o maior número de eventos simultâneos à venda no Brasil.

 

Cofundador e CEO da Sympla, plataforma líder no Brasil em venda de ingressos e gestão de eventos, Rodrigo é formado em Comunicação Social pela PUC-Minas, com mestrado em Administração de Empresas pela Universidade de Girona, na Espanha. Empreendedor de nascença, aos 37 anos contabiliza sete empreendimentos diferentes na carreira. Após nove anos fora do Brasil, período em que abriu negócios na Espanha e na Hungria, retornou em 2012 para fundar a Sympla.

LinkedInFacebookInstagramTwitter

Leia mais sobre Inspiração


Quer receber mais
conteúdos como esses?

cadastre-se para receber os nossos conteúdos por email:

Obrigado por cadastrar o seu e-mail. Seja bem-vindo à comunidade Inovação Sebrae Minas.