“É preciso melhorar o seu CRO a fim de impulsionar a performance do seu site”. Você certamente já deve ter ouvido algo desse tipo quando o assunto é marketing digital. Mas afinal, você sabe o que é CRO? Conhece as melhores maneiras de aplicá-lo?

CRO

Se a sua resposta foi negativa, não se preocupe. Preparamos para você algumas dicas e explicações valiosas que vão ajudá-lo a entender melhor esse recurso.

 

O que é CRO

CRO é a sigla para Conversion Rate Optimization, que, em português, significa “otimização da taxa de conversão”. Para quem nunca ouviu falar, taxa de conversão, no universo do marketing digital, é uma métrica baseada no número de visitantes que realizam algum tipo de ação em um site. Comprar algum produto on-line ou entrar em contato através de uma mensagem são exemplos de conversão.

Portanto CRO nada mais é do que o conjunto de estratégias que, de maneira estruturada e sistemática, visa compreender o comportamento de cada usuário com o objetivo de melhorar o desempenho de um site, alavancando as conversões de simples visitantes em clientes. Mas, se você pensa que é só isso, não se engane. As ferramentas de CRO também são úteis para otimizar landing pages e calls-to-action, entre outros recursos do portal.

MARKETING DIGITAL É IMPORTANTE? SAIBA O QUE ELE PODE FAZER PELA SUA EMPRESA

Mas, mesmo com materiais completos e estudos técnicos sobre o assunto, esse tipo de ferramenta ainda é subestimado em muitas empresas. Apesar de comprovadamente valiosa e esclarecedora, a visão mais estática dos processos ou mesmo uma gestão baseada em ações empíricas dificulta a sua aceitação em vários espaços, erro que pode custar o sucesso do seu negócio on-line. Por isso, que tal não ficar no mais do mesmo e dominar melhor o CRO?

 

CRO na empresa: abrace esta ideia

O mercado na internet é extremamente acirrado, e a cada é dia mais difícil gerar tráfego e convertê-lo em ações. Por isso, sai na frente quem consegue identificar o que o seu público quer e elaborar soluções diretas e criativas sem ter que aumentar demais o investimento.

E o CRO foi criado justamente para isso. A análise detalhada dos dados do seu site impacta profundamente os seus resultados de conversão sem que isso signifique custos mais significativos com anúncios ou aquisição simples de tráfego. Resultado: mais envolvimento e redução no CAC (custo de aquisição de clientes).

 

Entenda bem quem é seu visitante: esse é o segredo

A grande missão do CRO é tornar o caminho para as conversões no seu site o mais fluido e dinâmico possível. Dessa forma, fica fácil concluir que a compreensão de quem está navegando pelo seu conteúdo é fundamental. Confira alguns passos importantes para isso:

 

  • Tenha sempre em mente: nenhum usuário é igual. Portanto não pense que todos irão navegar no seu site da mesma forma. Um conteúdo ou um estímulo que podem ser muito interessantes para um podem não ser tanto para outro.
  • Identifique os principais ruídos. Isso significa detectar, por meio de observações sistemáticas, o que está dificultando o percurso feito pelo visitante até a sua ação final. Assim será possível verificar o que deve mudar para que o público reaja positivamente ao direcionamento desejado.
  • Use e abuse das ferramentas de análise, tais como como o Google Analytics. Elas vão esmiuçar o que os usuários mais buscam, quais as aflições, onde vivem, a que horas mais acessam a web, quando costumam deixar o seu site.
  • Mapeie o seu público de maneira técnica. Atualmente, existem sites e programas que oferecem serviços avançados de mapeamento, o chamado Heat Map (em português, mapa de calor), ou mesmo de gravação de visitas. Todos os dados fornecidos vão esclarecer por que algumas páginas têm maior engajamento que outras, o tempo que o público gasta em cada parte do site, etc.
  • Faça testes. Com os dados coletados e analisados, é importante testar as estratégias pensadas para que a melhora de performance que você quer ter seja real. Testes comuns, como o teste A/B, podem ajudar muito. Ele consiste em dividir o tráfego de uma página de maneira igual para duas versões diferentes dela: versão A original e versão B alterada e, no caso, a que quer testar. As análises prévias, inclusive, farão com que testes assim sejam realmente úteis, e não só exercícios sem propósito.
  • Nunca se dê por satisfeito. Achar que um aumento nos resultados é suficiente para interromper o esforço e o investimento dedicados ao CRO é um erro comum. Mas não se engane: sempre há espaço para melhorar o que está no ar. A excelência do seu site passa pela análise constante e por uma visão crítica de cada dado fornecido pelas ferramentas em uso.

 

Não se esqueça: normalmente o tamanho das mudanças que você faz são diretamente proporcionais ao sucesso no aumento das suas taxas de conversão. Claro, às vezes uma pequena alteração, como a posição de um ícone no site, pode gerar bons resultados. Mas o comum não é isso. São aquelas alterações mais estruturais que vão gerar diferenças de engajamento mais significativas.

Portanto não tenha pressa. Siga os passos acima, estude as nuances do seu site, escute o que o seu público diz para você e tire conclusões com calma sobre tudo isso. Assim será possível descobrir quais os gargalos do seu negócio e o que você deve acrescentar ou eliminar para fazer cada vez mais conversões.

E se você quiser conhecer um pouco mais sobre a importância do mapa de calor e sobre como ele ajuda a otimizar seu site, confira este post sobre o assunto.

 

Leia mais sobre Ambiente Digital


Quer receber mais
conteúdos como esses?

cadastre-se para receber os nossos conteúdos por email:

Obrigado por cadastrar o seu e-mail. Seja bem-vindo à comunidade Inovação Sebrae Minas.