O número de usuários brasileiros que utilizam o Facebook todos os meses atingiu a marca de 102 milhões. Isso significa que metade do nosso país está conectado à rede social. E as pessoas não estão lá à toa: 99% afirmam ler publicações de marcas.

Mas não basta criar uma página ou um perfil para ser visto. O Facebook funciona também como um negócio, que visa ao lucro. Por isso, existem regras e dicas que ajudam você a ter mais visibilidade e a utilizar a plataforma de maneira mais vantajosa.

Neste post, vamos tirar a primeira dúvida que você pode ter ao pensar na sua empresa inserida na rede social: perfil ou página no Facebook? Além disso, vamos falar de outros atributos como anúncios e frequência de postagens.

 

 

Perfil ou página no Facebook

O Facebook permite que usuários criem uma página (ou fanpage) ou perfil. A primeira foi criada especialmente para negócios e seus seguidores, e a segunda, para pessoas físicas que desejam interagir com amigos.

Contudo, por que a dúvida ainda permanece? Porque, com o perfil, você pode fazer solicitações de amizade e, com a página, é preciso realizar ações para que as pessoas sejam atraídas e queiram curtir e seguir suas publicações.

Entretanto, essas ações são viáveis se forem feitas com planejamento, estratégia e direcionamento.

Conforme a política de uso do Facebook, as empresas podem, obrigatoriamente, criar somente páginas, e não perfis. Todavia, não é só por isso que você precisa ter uma. Confira as vantagens, especialmente para as pequenas e as microempresas:

➔ Não há restrição de número de seguidores (você só pode ter até 5 mil amigos no perfil).

➔ Acesso a relatórios (você pode checar o acesso aos seus posts, dentre outras métricas.

➔ Possibilidade de investir em anúncios, que têm valor relativamente baixo para quem deseja impactar muitas pessoas.

Visando aproveitar ao máximo essas vantagens e decidir de uma vez entre perfil ou página no Facebook, continue lendo para saber mais sobre boas práticas de uso da rede social.

 

Promoção de posts

Promover posts significa impulsioná-los a fim de que eles atinjam uma audiência maior do que quando são apenas postados na sua página no Facebook. Os valores para isso variam bastante de acordo com o público e outros atributos.

Confira abaixo o passo a passo para dar mais visibilidade à sua empresa:

➔ Crie uma página do seu negócio e publique-a.

➔ Crie uma publicação (um post como os que você consegue fazer no seu perfil pessoal), de qualquer tipo: vídeo, imagem, links, eventos, notas, etc.

➔ Depois de publicar, procure um botão azul que diga “Impulsionar publicação”. É preciso que você seja administrador, editor, moderador ou anunciante para poder anunciar na página.

➔ Assim que clicar no botão mencionado acima, você poderá visualizar uma prévia da sua publicação e alterar o público para o qual ela será direcionada. São opções diversas como local, gênero, idade, interesses, dentre outros atributos.

➔ Com o público selecionado, no mesmo quadro, vá até a seção de orçamento e duração. É interessante que você selecione previamente um valor. Se for sua primeira vez a impulsionar posts, comece com pouco para testar.

➔ Clique em “Orçamento total” visando selecionar um para a sua publicação. Selecione um orçamento predefinido ou clique em “Outro valor” e digite um orçamento personalizado.

➔ Escolha a duração da publicação inserindo uma data final de impulsionamento.

➔ Na seção “Pagamento”, selecione sua opção preferida.

➔ Clique em “Impulsionar”.

➔ Pronto!

Geralmente, as publicações impulsionadas das páginas são analisadas pelo Facebook em menos de 60 minutos, podendo demorar um pouco mais em alguns casos.

Mesmo durante o processamento do anúncio, sua publicação fica disponível no feed de notícias da sua página.

Procure sempre impulsionar conteúdos que tragam as pessoas para seu site, com links para o site. Além disso, as publicações devem ser envolventes e de interesse do público-alvo (seus potenciais clientes).

Depois de fazer o impulsionamento, não deixe de acompanhar a performance e pensar em algo que possa ser feito para melhorar ainda mais os resultados. Aqui você acompanha um post do blog do Facebook com outras informações sobre impulsionamento.

 

Frequência

Agora que vimos como escolher entre perfil ou página no Facebook e como são feitos os anúncios na rede social, você deve ter dúvidas sobre a frequência ideal de publicações na sua página.

Não existe uma fórmula ou um número ideal que sirva para todos. Isso depende de alguns fatores, que apontamos abaixo.

Preferências do público-alvo

Fique de olho nas estatísticas do Facebook. Qual é o horário em que mais visitantes acessam sua página? Se você postar cinco vezes ao dia, suas curtidas vão diminuir ou aumentar? E se for só uma vez por semana?

Faça essas perguntas a si mesmo e confira as métricas de publicação. Trabalhe para que a frequência de postagens agrade às pessoas e conquiste mais visualizações.

Tipo de negócio

Uma boa ideia é observar o que negócios parecidos com o seu estão fazendo. Não para copiar a frequência deles, mas para adquirir insights sobre o que o público gosta.

Tipo de publicação

Se você publicar muitos posts patrocinados, todos os dias, pode irritar algumas pessoas. Por isso, varie entre anúncios e posts normais. Além disso, reflita sempre se suas publicações contêm informações importantes para o público. Não adianta postar algo que não seja relevante, apenas para ter frequência.

Portanto, teste sempre para saber qual a melhor frequência de postagem.

 

Redes sociais para pequenos negócios

No post de hoje, vimos como você pode potencializar o seu negócio utilizando o Facebook. Analisamos as opções de perfil ou de página do Facebook e oferecemos dicas de como impulsionar publicações e decidir sua frequência.

Acompanhe suas postagens e melhore cada vez mais sua presença digital. Leia também:

APRENDA A FAZER REGISTRO DE MARCA

Leia mais sobre Ambiente Digital Destaque Para seu negócio


Fique por dentro das novidades do Sebrae Minas

Obrigado por cadastrar o seu e-mail. Seja bem-vindo à comunidade Inovação Sebrae Minas.