Nós nos acostumamos com a rapidez dos aparelhos móveis e com a satisfação instantânea das redes sociais. Esperar é difícil e torna-se cada vez mais complicado à medida que novas gerações aparecem. Sendo assim, você não vai querer que seu aplicativo ou site demandem tempo ou irritem o usuário com a usabilidade ruim, certo?

Aqui entram os protótipos de produtos digitais: rascunhos do produto que comprovam sua eficiência e ajudam a encontrar erros antes de lançar. Além disso, fazer um protótipo ajuda a comunicar para clientes, investidores e parceiros qual é a sua ideia. Assim, você garante uma boa experiência para o usuário e um entendimento mais profundo do produto.

protótipo de produtos digitais

Neste artigo, vamos entender o que é um protótipo, quais são seus benefícios e alguns meios para construí-lo.

 

O que é um protótipo de produtos digitais

Um protótipo de produtos digitais é uma simulação ou demonstração que permite testes e observações para analisar antes de realmente construir. Existem várias formas de fazer um protótipo, como um modelo ou uma simulação. O importante é criar algo que possa ser utilizado, testado e que aponte possíveis falhas.

Um protótipo pode ser utilizado para qualquer tipo de produto, desde aplicativos de e-commerce até landing pages com os mais diversos fins. Com ferramentas simples, você pode, entre outros benefícios, eliminar gastos que teria com esses produtos lançados com erros.

 

Por que você precisa de um protótipo

Veja só os benefícios da criação de protótipos digitais:

  • Permitem o desenho na experiência do usuário, antes de começar o desenvolvimento de fato. Dessa forma, o produto tem muito mais chance de ser concretizado sem erros e oferecer uma ótima experiência
  • Auxiliam a comunicação das ideias sobre o produto. Mostrar é muito melhor do que apenas falar. Ao colocar no papel e montar o protótipo, você consegue explicar de forma clara os objetivos do produto.
  • Facilitam a comunicação entre a equipe. A mesma dinâmica funciona internamente, com o protótipo, é possível que os membros do time se entendam e cheguem a um consenso sobre o design e o desenvolvimento.
  • Possibilitam a identificação e a correção rápida de erros. Desenvolver sem fazer um protótipo é um risco, já que você pode encontrar erros e precisar corrigi-los de forma muito mais complicada.
  • Permitem o teste com usuários reais. Ao criar seu protótipo, você pode oferecê-los para teste, recolher dados e fazer alterações importantes, indicadas pelas próprias pessoas.
  • Provam a resolução do problema. Seu produto atende às necessidades do cliente? Com o protótipo, é possível tirar a prova e saber se realmente é desse produto que as pessoas precisam.

Muito bem. Você decidiu criar seu protótipo. Por onde começar? Confira a seguir.

 

Como construir um protótipo

O processo de criação de protótipos envolve muitos ciclos de feedback e interação. Veja as características que ele precisa ter quando estiver pronto para testes:

Minimamente real

O cliente pode oferecer  muitas informações nos feedbacks. Você não quer desenvolver um produto completo, mas precisa garantir que ele tenha alguma relação com a realidade. Assim, você terá análises mais ricas, que fortalecem as qualidades ao produto.

Completo com textos reais

Evite utilizar o texto “lorem ipsum”. O conteúdo do seu produto é uma decisão que não pode ser adiada, e não fazer isso no momento de prototipação impossibilita a resolução de vários problemas que poderão ser encontrados lá na frente.

Mínimo de código

Nem sempre você precisa escrever os códigos para criar seu protótipo. Isso depende muito da forma como será testado. Considere a seguinte ordem de complexidade:

  • Baixa fidelidade: baixo custo, simples e rápido.
  • Média fidelidade: mais detalhado, ainda simples, mas mais próximo da solução.
  • Alta fidelidade: bem mais próximo do produto final, mais detalhado e demorado.

Não existe escolha certa. Tudo vai depender da sua disponibilidade de recursos, dos profissionais e da sua necessidade.

Agora que você já tem as características básicas de um protótipo, vamos a algumas ferramentas utilizadas para isso.

 

Ferramentas para protótipos digitais

Confira uma seleção de ferramentas e ideias para você construir seu protótipo:

  • Caneta e papel: que tal começar pelo básico? Muitos protótipos podem ser iniciados em um rascunho feito à mão.
  • Google Slides: desenhe as telas em uma apresentação on-line e trabalhe em colaboração com outros membros.
  • Keynote: também feito para apresentações, esse aplicativo, recomendado pelo Google Ventures, pode também ser aplicado na construção de protótipos. Você ainda conta com templates específicos para protótipos.
  • Marvel: aplicativo para protótipos que tem plano gratuito e auxilia a construção do protótipo do início ao fim do processo. Conheça aqui  
  • Adobe XD: software pago da Adobe para a construção de protótipos. Acesse aqui.
  • Axure: uma das ferramentas mais conhecidas pelos profissionais da área. Descubra.

Essas são apenas algumas das ferramentas que você pode utilizar para construir seu protótipo digital.

 

Preocupe-se com a experiência do usuário.

Como você viu, construir um protótipo é um caminho para criar produtos com excelente experiência do usuário. Dessa forma, você garante ainda mais o sucesso do lançamento. Quer saber mais sobre isso?

Baixe o infográfico Guia do UX Design!

Leia mais sobre Design


Quer receber mais
conteúdos como esses?

cadastre-se para receber os nossos conteúdos por email:

Obrigado por cadastrar o seu e-mail. Seja bem-vindo à comunidade Inovação Sebrae Minas.