O marketing de influência só cresce. Em um mundo no qual as redes sociais dominam e as pessoas pedem por cada vez mais autenticidade, não é de se espantar. Já falamos um pouco por aqui sobre os motivos que você deve considerar ao trabalhar com influencers – vale a leitura!

Mas não basta compreender apenas isso. Para alcançar novos patamares, é preciso estar em constante atualização, assim como em várias outras áreas do marketing. Tudo pode mudar de um dia para o outro, e você precisa estar preparado! Afinal, segundo uma pesquisa da Qualibest, 49% dos brasileiros entre 20 e 29 anos consideram influenciadores uma fonte para tomada de decisão.

MARKETING DE INFLUENCERS

Por isso, neste artigo, vamos focar nas tendências do marketing de influencers. Entenda quais são as características que devem dominar a área em um futuro próximo e quais comportamentos prováveis veremos no público.

Influencers se tornam cada vez mais importantes

Depois da internet, as pessoas se acostumaram a criar a própria experiência de consumo de conteúdo – e isso não tem volta. As pessoas escolhem não ter mais televisão e preferem gastar seu tempo livre no celular ou no computador.

Claro, a telinha ainda tem importância expressiva. Mas, conforme as pessoas adotam formas de personalizar seu conteúdo, os próprios canais são obrigados a mudar seus paradigmas de produção. Aqui entram os criadores de conteúdo, ou influencers, que têm a própria forma de conquistar audiências.

Em relação às marcas, a saída para a diminuição de alcance das mídias de massa é o marketing de influencers. Empresas entendem que, para conquistar seu público, é preciso conquistar os influenciadores.

Influenciadores vão reconhecer o valor de sua marca pessoal

Assim como as marcas têm entendido o poder da influência, os próprios criadores de conteúdo começam a ter entendimento mais aprofundado sobre sua marca pessoal. Isso já é visto entre influenciadores com status de celebridade, porém mesmo os menores tendem a ganhar conhecimento sobre estratégias.

No que diz respeito às empresas, isso é positivo, já que será possível compreender bem os limites da audiência de cada influenciador, segmentando as campanhas ainda melhor. Aqui vale lembrar a importância de escolher bem os parceiros do seu negócio, com valores que sejam parecidos aos seus.

As plataformas de nicho ganham mais força

Com essa percepção de marca mais aguçada por parte dos influenciadores, há também a especialização do conteúdo que produzem. Vamos começar a ver conteúdos mais pulverizados, específicos para determinados nichos.

Aqui, novamente, pode existir um ponto benéfico para as marcas, que têm chance de divulgar produtos e serviços dirigidos a uma audiência altamente especializada, encontrando exemplares de persona mais facilmente.

Marcas vão procurar criar relações duradouras

De acordo com o que vimos até aqui, seu negócio deve procurar influenciadores com público mais específico e que tenha conhecimento de branding aprofundado. A tendência é que as empresas encontrem esses influencers e invistam em relacionamentos duradouros com eles.

Por isso, cultive essa relação. Os influenciadores são parceiros de negócio e podem trazer resultado para o seu negócio durante muito tempo. É comum que as conexões empresa/criador se intensifiquem, ganhando status pessoal.

A comunidade formada em torno de influencers ganha mais força

Uma das principais métricas que deve ser levada em conta ao traçar uma estratégia de marketing de influencers é o engajamento. Isso porque, em torno dos influenciadores, forma-se uma comunidade de fãs que trocam ideias e experiências entre si, o que chamamos de “capital social do influenciador”.

Esse relacionamento é o que tem potencial de trazer mais resultado para marcas. Por isso, essas comunidades tendem a ganhar cada vez mais relevância. Nesse sentido, é importante ressaltar que a prática de compra de seguidores, muito comum há alguns anos, começa a ser cada vez mais alvo de críticas e até de bloqueio por parte das redes sociais.

O cenário do marketing de influência será cada vez mais diverso

A exigência de mais representatividade nas mídias ganha destaque no marketing de influência. As pessoas procuram por quem mais se parece com elas; por isso, o cenário será de cada vez mais diversidade, seja racial, seja de gênero, seja orientação sexual, etc.

Isso parte também das preferências das novas gerações, que se têm mostrado mais conscientes sobre as questões sociais (conheça os millennials neste e-book). Com o público fazendo esse tipo de exigência, é natural que as marcas acompanhem e procurem por influenciadores que reflitam essa visão.

O Instagram vai continuar a inovar e trazer mais funcionalidades

É certo dizer que muitos influenciadores conseguiram sua relevância por meio do Instagram e do YouTube. As inovações apresentadas por ambas as redes sociais procuram atender às necessidades desse público, e isso só tende a se reforçar.

O Instagram Stories, por exemplo, agora potencializado pelo IGTV (lançado em junho de 2018) demonstra mais personalização e uma busca por ser “a TV da nova geração”. Vários tipos de público demonstram aderência ao formato, e, assim, divulgar a sua marca por lá pode se tornar obrigação.

Você gostaria de saber mais sobre como impulsionar seu negócio no Instagram? Continue se informando sobre marketing! Leia nosso post sobre a rede social e descubra estratégias específicas para ela.

Leia mais sobre Ambiente Digital Para seu negócio


Quer receber mais
conteúdos como esses?

cadastre-se para receber os nossos conteúdos por email:

Obrigado por cadastrar o seu e-mail. Seja bem-vindo à comunidade Inovação Sebrae Minas.