Ao ouvir a palavra “seminário”, você ainda pensa em um auditório cheio de gente, com telão e equipamento de som? Hoje em dia, esse ambiente também se tornou virtual e com ele surgiu o webinar. Essa ferramenta foi criada como mais uma das estratégias de marketing para atrair e, ao mesmo tempo, reter clientes.

Considerando esse papel de peso do webinar, é importante garantir a qualidade do conteúdo e pensar em cada detalhe, desde a concepção até a execução. Mas, afinal, o que é um webinar? Como ele pode ajudar no alcance de resultados do seu negócio? Como produzir um? Quais plataformas podem ser utilizadas?

 

o que é um webinar

 

Para responder a essas dúvidas, preparamos este post com tudo o que você precisa saber sobre webinar. Continue a leitura e confira as nossas dicas!

 

O que é um webinar

De maneira bem simples, o webinar é um seminário ou palestra on-line que aborda um tema específico, de acordo com as necessidades do seu empreendimento. Ele pode ser feito ao vivo ou gravado e depois disponibilizado aos usuários. Além disso, a interação da audiência com o palestrante ocorre por meio de um chat.

Esse formato tem ganhado cada vez mais adeptos, principalmente pelo poder de gerar novos leads (usuários que se tornam potenciais clientes) para a empresa, ou seja, oportunidades de fechar negócio. Outro aspecto positivo é que o webinar tem custo relativamente baixo e ainda pode ser aproveitado como base para produzir outros conteúdos como posts para blog, eBooks, infográficos e podcasts.

 

Objetivos de uma videoconferência

Como já explicamos, o webinar tem potencial para trazer grandes resultados  ao seu negócio. Se bem produzido, ele pode ajudar a atrair mais a atenção das pessoas em relação ao seu conteúdo. Isso porque muita gente prefere assistir a um vídeo do que ler um texto, por exemplo.

A transmissão on-line de palestras ao vivo também pode melhorar o engajamento do público com você, já que o usuário acompanha o seu desempenho ao vivo e pode interagir, fazendo perguntas e comentários em tempo real.

Veja outras vantagens de investir em webinários:

 

  • Atração de tráfego para o seu site e/ou blog.
  • Criação de autoridade para a sua marca sobre o assunto abordado no vídeo, reforçando seu branding.
  • Oportunidade de apresentar e vender seu produto ou serviço durante a transmissão.

 

Como produzir um webinar de sucesso

Buscando oferecer um conteúdo de qualidade para a sua audiência e alcançar os resultados esperados com o webinar, você vai precisar dedicar pelo menos três semanas para a preparação da transmissão.

Também será necessário entrar em contato com os participantes depois da exibição do vídeo  a fim de obter feedbacks, atualizar informações, etc.

Confira a seguir um passo a passo com a finalidade de desenvolver e conduzir ótimos webinários.

 

1. Defina um tema

É preciso escolher um assunto atraente para fazer com que as pessoas deixem de lado outras atividades e acompanhem o seu webinar no dia e na hora marcados.

Você pode abordar com mais profundidade o tema de um post do seu blog que tem bastante tráfego ou produzir um conteúdo totalmente novo com base nas palavras-chave relacionadas ao seu negócio, ou seja, as palavras mais buscadas pelos usuários.

 

2. Marque dia e horário

Pense na melhor data e horário para o evento, levando em consideração os objetivos que você tem com o webinar. Defina isso o quanto antes se resguardando de que haverá tempo suficiente para preparar tudo.

 

3. Convide os palestrantes

Trazer um convidado para o webinar é uma forma de atrair mais audiência e oferecer mais informações relevantes e novidades sobre o tema escolhido. Faça o convite com antecedência para que o palestrante consiga encaixar o evento na agenda dele.

 

4. Escolha a plataforma de transmissão

Atualmente, existe uma grande oferta de ferramentas para realizar um webinar, desde as mais simples até as mais sofisticadas. Uma das mais utilizadas é o Hangouts do Google. No próximo tópico, vamos apresentar essas e outras plataformas disponíveis.

 

5. Crie uma landing page

Esta é uma página criada especialmente para que os interessados possam se inscrever no webinar. Ela deve ter pelos menos um campo para que a pessoa preencha com o e-mail pessoal, para que receba orientações sobre o evento.

 

6. Divulgue seu webinar

Esta é uma etapa muito importante: conseguir inscritos para o seu webinar. Conheça algumas estratégias que podem ser utilizadas na divulgação:

 

  • Enviar e-mail promocional para a sua base de contatos, convidando para o evento.
  • Fazer chamadas em todas as suas mídias sociais: YouTube, Facebook, Instagram, Snapchat.
  • Investir em anúncios pagos com o Google Adwords e o Facebook Ads.
  • Inserir novas “call-to-action” no seu site e blog que levem o usuário a se inscrever no webinar.

 

7. Prepare a apresentação

Monte um roteiro com tópicos para se orientar no dia da transmissão e não deixar de abordar nenhum ponto importante. Vale também fazer slides com textos e imagens para mostrar aos participantes.

8. Certifique-se de que tudo está funcionando

Um dia antes do evento, organize a sala onde será feita a transmissão, confira a iluminação e o áudio no local, teste a internet para não correr o risco de ter o webinar interrompido devido à perda de conexão, dentre outros.

9. Interaja com sua audiência

Chegou a hora do webinar! Comece na hora marcada e interaja com o público, fazendo comentários e respondendo perguntas em tempo real. Ao final da apresentação, não se esqueça de agradecer a participação de todos, esclarecer dúvidas e dar os últimos recados.

10. Disponibilize seu conteúdo e peça feedbacks

Envie um e-mail aos participantes com o link do vídeo no YouTube e da apresentação de slides, se tiver. Também é importante fazer uma pesquisa para saber o que as pessoas acharam do webinar.

 

Plataformas indicadas para fazer webinar

Você pode fazer as suas transmissões por meio de diferentes plataformas disponíveis no mercado. Além do Hangouts, uma das mais procuradas, existem outras ferramentas. Vamos conhecer brevemente algumas delas.

Google Hangouts

Apesar de não ter sido criada para transmitir webinários, é uma boa opção, além de ser gratuita. No Hangouts todos os participantes podem interagir e conversar durante as reuniões ao vivo. Por outro lado, qualquer pessoa pode interromper a fala do palestrante, o que pode ser um ponto negativo.

Facebook

Você também pode usar a ferramenta de transmissão de vídeos ao vivo do Facebook para fazer um webinar. Uma das vantagens é poder aproveitar a popularidade dessa rede social para atrair mais participantes. A desvantagem é a ausência de funções específicas, como compartilhamento de tela, por exemplo.

YouTube

Pelo YouTube, é possível ainda monetizar seu conteúdo, dependendo do volume de acessos. Algumas ações, como mudança de câmeras ou alteração de tela, só podem ser feitas com o auxílio de aplicativos.

GoToWebinar

Esta é uma ferramenta desenvolvida exclusivamente para o webinar. Com ela, você pode enviar convites por e-mail, fazer enquetes e compartilhar a tela. Contudo, o GoToWebinar é pago e exige que o participante instale um aplicativo no seu computador para assistir.

Viu só como é possível criar um webinar para aumentar o engajamento do seu público e ajudar o seu negócio a crescer ainda mais? Comece já! Não perca essa oportunidade! Leia também: 13 ferramentas on-line gratuitas para empreendedores.

Leia mais sobre Ambiente Digital


Quer receber mais
conteúdos como esses?

cadastre-se para receber os nossos conteúdos por email:

Obrigado por cadastrar o seu e-mail. Seja bem-vindo à comunidade Inovação Sebrae Minas.