Você sabia que o YouTube é o segundo mecanismo de busca mais utilizado no mundo? Só perde, claro, para o Google. Tamanha importância chama a atenção das empresas cada vez mais, e, as pequenas e as médias também podem ter resultados expressivos com umaboa estratégia de vídeos.

É importante destacar que o formato audiovisual é essencial para quem deseja utilizar o YouTube para negócios. Tanto para um canal próprio quanto para anúncios, empresas precisam produzir vídeos com a intenção de que, estar por lá, seja realmente efetivo.

Não é como o Facebook ou o Instagram, onde outros formatos também têm espaço. Por isso, garanta pelo menos algum material próprio para isso, como uma câmera, ou conte com profissionais para auxiliá-lo.

Depois de pensar sobre isso, continue lendo e saiba como começar uma estratégia no YouTube para negócios!

 

 

Começando um canal

Criar um canal é bastante simples. Na verdade, se você já possuir uma conta no Google, o primeiro passo está dado. Basta logar no YouTube e tentar realizar qualquer ação que exija um canal: criar playlists, realizar uploads ou comentar. O site vai requisitar a criação do canal. Daí, basta checar as informações, como nome e foto.

Entretanto, essa opção nem sempre é a ideal, já que a conta é pessoal. Você pode, portanto, criar uma exclusiva para marcas, que ainda seja gerenciada do seu Gmail, mas possa ter outros administradores.

Siga estas instruções:

1 – Faça o login no YouTube por um computador ou pelo celular.

2 – Vá até a sua lista de canais por meio deste link.

3 – Clique para criar um canal, adicional ao seu pessoal.

4 – Preencha os detalhes com o nome da sua companhia e verifique a conta.

Banner e trailer

Antes de começar a postar conteúdo, trabalhe o visual do canal. Você pode fazer isso adicionando um banner (ou foto de capa). Você pode solicitar ajuda a um profissional que já trabalhe com você ou utilizar nossas dicas de ferramentas de design para empreendedores.

Já o trailer se trata do vídeo que dá play automaticamente toda vez que alguém acessa a home do seu canal. Esse vídeo é especial, já que é a primeira impressão que o usuário tem do seu trabalho.

Quando for trabalhar nesse vídeo, tenha em mente que os visitantes chegarão a ele por três caminhos: link disponível no seu site, a partir de outras redes sociais ou também vão cair no seu canal enquanto navegam pelo YouTube, organicamente.

Confira alguns exemplos de bons trailers de YouTube para negócios:

Avon preferiu colocar uma campanha de Natal, em razão da época do ano (novembro de 2017):

Este canal sobre organização fez um resumo do conteúdo:

Já a IBM Brasil colocou um “minidocumentário” sobre um de seus produtos:

Criando vídeos: seja você mesmo

Evite criar certos estilos de conteúdo porque estão na moda. O importante é que o tom de voz da sua marca transpareça em tudo que fizer. Com seus vídeos, não pode ser diferente.

Se o conteúdo audiovisual destoar muito do resto da comunicação, você corre o risco de construir uma base de assinantes que não tem real conexão com a empresa e seus produtos. Assim, não são clientes ideais.

 

Ideias de vídeos

Você tem algumas opções de formato de vídeos para escolher: informativos, DIY, séries ou vlog. Não é necessário ficar preso apenas a essas escolhas, mas é uma boa forma de começar a idealizar seu canal.

Reflita sobre o que pode “casar” melhor com o que você vende. Produza imagens que mostrem seu produto sendo utilizado, se for o caso. Caso seja um serviço, você pode colocar depoimentos de clientes, por exemplo.

O YouTube para negócios também é uma ótima chance de oferecer “extras” para os clientes sem onerá-los. Fale sobre o assunto relacionado, com informações úteis que nem sempre estão atreladas ao seu produto.

Já os vídeos estilo vlog são mais úteis para criar conexões mais pessoais com os usuários. A Rock Content, empresa de marketing de conteúdo, faz isso publicando vídeos que explicam conceitos da área.

 

Assine outros canais e interaja

Grande parte do YouTube para negócios é interação. Procure canais similares ao seu conteúdo e faça comentários, sugira o canal na sua página, etc. Conforme for angariando audiência, você ainda pode propor parcerias.

Isso aumenta a visibilidade do seu canal e traz mais usuários, além de demonstrar que sua marca é de certa forma humana e se importa com conteúdos produzidos pelas outras pessoas.

Da mesma forma, não deixe de interagir com os seus espectadores. Quando eles comentarem nos vídeos, responda, mesmo que seja para explicar sobre algum problema que tiveram com seu produto.

O SAC deve ser feito assim como em qualquer outra rede social.

 

Tenha consistência e frequência

Os canais mais populares do YouTube são aqueles que mantêm consistência nos uploads de vídeos. Procure postar pelo menos uma vez por semana para manter sua audiência interessada e o canal movimentado.

 

Utilize os anúncios

Outra forma de utilizar o YouTube para negócios são com os anúncios. Muitas empresas fazem bom uso da ferramenta, que, assim como as outras redes sociais, permite anunciar para uma audiência específica, de acordo com suas necessidades.

Visando lançar campanhas de anúncio no YouTube, crie uma conta no AdWords, se já não tiver.

 

YouTube para negócios: uma nova fonte de potenciais clientes

Com o YouTube, você tem a chance de aumentar o reconhecimento da sua marca entre o seu público, além de reforçar a sua posição de referência no segmento de atuação. Caso você já tenha, ou planeje ter, uma produção consistente de vídeos, não deixe de criar um canal por lá.

Para quem ainda está pensando em ter uma presença no YouTube, a dica é assistir a vídeos relacionados ao seu negócio. Procure observar o que as outras empresas estão fazendo.

Se a sua companhia é um e-commerce, você vai gostar deste texto:

E-COMMERCE: ENTENDA ESSE MODELO DE NEGÓCIO

Leia mais sobre Ambiente Digital Para seu negócio


Quer receber mais
conteúdos como esses?

cadastre-se para receber os nossos conteúdos por email:

Obrigado por cadastrar o seu e-mail. Seja bem-vindo à comunidade Inovação Sebrae Minas.