Glossário de empreendedorismo: aprenda os termos mais importantes

Compartilhe este conteúdo:

Quem decide empreender constantemente se depara com termos desconhecidos, boa parte deles em inglês, relacionados a novas tecnologias, marketing, vendas, inovação, dentre outras áreas. Seja na hora de ler um artigo, de fazer um curso de capacitação, seja na hora de conversar com um potencial investidor, por exemplo.

 

 

Por isso, é fundamental estar por dentro destes conceitos ou, pelo menos, dos mais importantes para não ficar perdido. Pensando em ajudá-lo a assimilar as expressões comuns no universo do empreendedorismo, preparamos este glossário com as principais palavras que você precisa saber.

Vamos lá?

 

Aceleradora

Como o próprio nome diz, a aceleradora tem o objetivo de ajudar uma empresa a sair de um estágio inicial no negócio para um mais avançado em pouco tempo. Para isso, elas oferecem mentorias com profissionais experts na área de atuação da startup acelerada, além de produtos e serviços e um pequeno investimento de capital.

 

Benchmarking

A palavra benchmarking vem de benchmark, expressão também inglesa, que significa “referência”. Ou seja, é o processo de buscar e analisar práticas que estão sendo adotadas por empresas do mesmo segmento da sua. Com base nesse estudo, você define o que pode aplicar no seu negócio para ter um desempenho ainda melhor.

 

Big data

O termo big data vem da área de Tecnologia da Informação (TI) e consiste na verificação e na compreensão de um grande volume de dados não estruturados. Eles são chamados assim porque são informações que não têm relação direta entre si, como posts de redes sociais, por exemplo. Essa análise tem papel importante na definição de estratégias de marketing para a marca.

 

Bitcoin

Assim como o dólar e o real, o bitcoin é uma moeda, mas com o diferencial de ser totalmente digital. Além disso, ele não é controlado por bancos centrais. A produção é descentralizada e realizada por uma rede de computadores. Com mais de nove anos, o mercado de bitcoins atrai cada vez mais investidores e já movimenta bilhões de dólares.

 

Business plan

O business plan nada mais é do que o plano de negócios, isto é, importante ferramenta de gestão para qualquer empresa. O objetivo dela é ajudar o empreendedor a planejar seu negócio, definindo metas, encontrando oportunidades e desafios, apontando riscos, etc. Geralmente os documentos são estruturados da seguinte forma: sumário executivo, descrição do empreendimento, estratégias de mercado, análise da concorrência, ações, plano de gestão e finanças.

Saiba como projetar seu negócio para 2020

 

B2B

Trata-se de uma sigla em inglês para “Business to Business” ou negócio para negócio, em português. É usada para se referir a transações que ocorrem somente entre empresas, ou seja, um negócio B2B não tem o objetivo de atender o consumidor final.

 

Capital de giro

Também chamado de capital de trabalho, o capital de giro são os recursos financeiros necessários para manter as ações de uma empresa, como os custos e as despesas fixas e variáveis. Podem ser valores guardados em bancos, pagamentos a receber, dentre outros.

 

Conversão

Este é um termo fundamental para qualquer negócio, já que a conversão é uma etapa crucial da jornada do consumidor. Ela ocorre quando um usuário visita o site da sua empresa e faz uma ação importante, como comprar um produto ou serviço, baixar um material digital, assinar uma newsletter, cadastrar o e-mail pessoal, dentre outras.

 

Coworking

É um espaço de trabalho compartilhado entre diferentes empresas e empreendedores individuais, em que há forte estímulo à troca de ideias e conhecimentos. O convívio no coworking proporciona uma experiência diferenciada  aos empresários e pode até contribuir com o surgimento de parcerias e novos negócios.

 

Deal breaker

Esta expressão se refere a um problema capaz de acabar com uma negociação, mesmo quando ela já está em fase bem avançada.

 

E-mail marketing

É uma ferramenta de comunicação que utiliza o e-mail para ajudar a empresa a se comunicar com seu cliente, seja para manter um relacionamento, promover um serviço, seja para vender um produto novo, etc.

 

E-commerce

Traduzido para o português, o comércio eletrônico é um modelo de comercialização de produtos e serviços no qual todas as transações são realizadas por meio de plataformas eletrônicas.

 

Funil de vendas

Este é um conceito muito importante para o marketing da sua empresa. Trata-se de uma representação do caminho que o seu cliente faz desde o primeiro contato com a marca até a concretização da venda. Por meio de algumas estratégias, você vai conduzindo o consumidor até que ele feche o negócio.

 

Growth hacking

É um conjunto de estratégias criadas especialmente com o propósito de alcançar resultados mais rápidos e melhorar a experiência dos usuários com o seu negócio, seja ele um produto, seja ele um serviço, etc. O termo, cunhado pelo empresário Sean Ellis, pode ser traduzido como o “marketing orientado a experimentos”.

 

Inbound marketing

Área do marketing voltada para o desenvolvimento de estratégias que visam a atrair pessoas, despertando nelas o interesse por uma solução que o seu negócio oferece, em vez de bombardeá-las com anúncios, por exemplo. Dentre essas estratégias, estão a utilização de redes sociais, a produção de material informativo e e-mail marketing.

 

Investidor-anjo

É uma pessoa física que, com capital próprio, investe em startups. Geralmente, o perfil do investidor é de ex-executivos e outros profissionais experientes que possuem recursos e querem estimular o empreendedorismo. Em contrapartida, ele ganha um percentual dos rendimentos da empresa que recebeu o incentivo.

 

KPI

É a sigla para Key Performance Indicator ou Indicador-Chave de Performance, em português. Serve para medir se uma ação proposta está alcançando os objetivos inicialmente traçados para ela. Um exemplo para entender melhor: se a sua empresa tem um blog, você pode medir o KPI vendo quantas páginas um usuário acessa durante uma visita.

 

Lead

Esta expressão é usada quando um usuário se torna um potencial cliente, ou seja, você tem uma oportunidade de fechar negócio. Isso pode se dar, por exemplo, a partir do momento em que ele cadastra um e-mail e alguns dados pessoais no seu site.

 

Métricas

São medidas criadas para mensurar o desempenho das ações de marketing de uma empresa. Exemplos de métricas: números de visitantes de um site, taxa de conversão, quantidade de seguidores no Instagram, etc. Esses dados também são importantes para tentar traçar o comportamento do seu público.

 

NDA

Non-Disclosure Agreement, ou simplesmente NDA, significa acordo de confidencialidade. Geralmente é usado por startups em contratos com fornecedores, parceiros e credores visando a garantir que nenhuma informação sigilosa sobre a empresa venha a público.

 

Open source

O termo open source ou código aberto se refere a softwares de código-fonte aberto. Isso quer dizer que eles podem ser usados por qualquer pessoa a fim de criar um programa ou outro software para a sua empresa sem nenhum custo de licença.

 

Persona

É um personagem fictício criado para representar o cliente ideal. A persona é construída com base em dados reais de comportamento dos usuários. As personas do seu negócio podem ter uma idade específica ou pertencer a uma determinada faixa etária, possuir diferentes experiências profissionais ou não trabalhar, além de diversas preferências pessoais e expectativas.

 

Pitch

Apresentação breve do seu negócio, geralmente feita para investidores com o objetivo de convencê-los a aplicar recursos financeiros na sua empresa. Em poucos minutos, o empreendedor deve ser capaz de explicar seu produto, a missão e o potencial do empreendimento.

 

ROI

Sigla em inglês que, na tradução para o português, significa “Retorno sobre Investimento”. Como o próprio nome diz, é uma métrica que mede a relação entre um valor investido na empresa, em campanhas de marketing, por exemplo, e o lucro obtido com tal ação.

 

SEO

É a sigla para Search Engine Optimization (Otimização para mecanismos de busca). Refere-se a uma série de técnicas utilizadas pelos departamentos de marketing das empresas para buscar o melhor posicionamento de um site e/ou blog nos resultados orgânicos do Google e em outros mecanismos de busca.

 

Stakeholder

O termo stakeholder foi criado para designar pessoas que tenham algum tipo de interesse no seu negócio. Podem ser investidores, acionistas, clientes, órgãos de governos, dentre outros grupos. Quanto mais stakeholders uma empresa tem, maior é a sua visibilidade.

 

Startup

De maneira bem simples, as startups são empresas em estágio inicial, mas com grande potencial para crescer e escalar seu negócio. Não necessariamente se exige de uma startup ser da área de tecnologia ou ter um negócio digital, mas ela deve ter na essência a inovação constante.

 

Taxa de rejeição

É uma métrica, também chamada de “bounce rate”, que mede o percentual de usuários que entraram em seu site ou blog por uma página e saíram pela mesma página, sem sequer realizar alguma ação no portal.

 

Venture Capital

É o chamado “capital de risco”, investimento feito em empresas de pequeno e médio portes ainda jovens, mas com bom potencial de crescimento. Os investidores se tornam sócios, com o objetivo de ajudar a expandir o negócio para que ele alcance um novo patamar no mercado.

Corporate Venture Capital: por que empresas investem em startups

O que você achou do nosso Glossário de Empreendedorismo? Ficou faltando algum termo que você já ouviu falar ou leu em algum lugar? São muitas as expressões do mundo do empreendedor; por isso, é preciso sempre atualizar esta lista. Você pode nos ajudar.

Agora que já está familiarizado com alguns dos principais conceitos desse universo, aproveite e conheça 7 livros de empreendedorismo que você precisa ler.