Site e Blog

Você tem um site? Ou um blog? Empresas que não estão presentes na internet têm dificuldade de ser encontradas e de impactar clientes. Mesmo se seu negócio for pequeno e local, ter site e blog é um bom investimento.

Neste conteúdo, você vai entender como começar um site e um blog, qual é a importância deles para a sua Estratégia de Marketing e como é a base para implementar uma Estratégia de Inbound Marketing focada em vendas.

Sim! Seu blog não é apenas um meio de os clientes descobrirem sobre seu produto ou serviço, mas também de aprofundar a jornada de compra deles e convencê-los a comprar.
Muito bem, vamos lá!

A importância de ter um site e um blog

Veja alguns motivos indiscutíveis para ter um site e um blog:

Podem conter a Estratégia de Marketing e estruturar conteúdo relevante

Promover seu produto ou serviço não é tarefa fácil, ainda mais em cenários muito competitivos. Assim, ter um site e um blog é fundamental, já que são representações on-line da sua empresa, com potencial de chamar a atenção do público e mantê-lo interessado.

Lá, você pode ter todas as informações necessárias sobre suas ofertas e sobre o negócio em si. Um site contém uma página de “Quem somos”, por exemplo, e o blog pode ter posts sobre exemplos de aplicação dos produtos e serviços.

Por que você deveria ter um blog para a sua empresa?

Atraem novos clientes

Por meio do seu site e do seu blog, você pode aplicar estratégias de atração, como Search Engine Optimization (Otimização do Mecanismo de Busca), e mídia paga. É uma forma poderosa de ganhar visibilidade para a sua marca e associá-la a tópicos do mercado.

Por exemplo, se você trabalha com ensino de línguas, um post sobre a importância de aprender novos idiomas para a carreira é uma boa ideia. Assim, quando alguém procura informações sobre como avançar profissionalmente, seu conteúdo estará lá.

Pode ajudar a construir sua reputação e autoridade

Se você quer que a empresa cresça, você deve se preocupar em transmitir boa reputação, além de se posicionar como autoridade no assunto. Seu site, com um blog, pode ajudar nessa missão. Afinal, é onde você pode compartilhar sua perspectiva no tema, oferecendo informações as quais sua audiência acha relevantes e colocando sua marca como detentora desse conhecimento.

Ajuda nas campanhas publicitárias

Por meio do site e do blog, é possível lançar campanhas pagas, tanto nos mecanismos de busca como nas redes sociais. Com conteúdo, você pode criar anúncios além do tradicional “Compre aqui”, compartilhando conteúdo que realmente seja do interesse do público, e o ajude de alguma forma a suprir suas necessidades. Dessa forma, você o leva até a solução ideal para ele.

Oferecem credibilidade à marca

A verdade é que, quando não encontramos uma empresa na internet, tendemos a desconfiar de suas ofertas. É preciso ter alguma forma de consultar as ofertas, os meios de contato e, se possível, observar comentários de outros clientes.
Se você precisa gerar credibilidade para o seu negócio, é fundamental criar um site e um blog.

Temos então a importância de ter um site e um blog. Mas por onde começar?

Se você ainda não tem um site e um blog, confira este passo a passo fácil, que vai ajudar nas primeiras etapas.

Registre um domínio

O primeiro passo é resguardar o domínio com o nome da sua empresa. Ele deve ser o mais simples possível e ter ligação direta com a marca, a fim de ser encontrado toda vez que alguém procurar pelo nome da empresa no Google. Os clientes também vão esperar que o domínio leve o nome do negócio.

Lembre-se também que o domínio poderá ser utilizado para envio de e-mails dos funcionários, por isso precisa ser fácil de entender.

Visando comprar um domínio, você deve acessar um site de Registro de Domínio, como Locaweb, Hostinger ou Registro.br. O pagamento deve ser renovado todos os anos, e, enquanto você estiver pagando, o domínio será seu.

Como o valor é baixo, se você ainda não tem investimento para criar um site, vale ao menos comprar o domínio com o propósito de guardar o nome que precisa.

Encontre um fornecedor de hospedagem

Além de comprar o domínio, você vai precisar de uma empresa de hospedagem. Ela será responsável por colocar seu site de fato on-line, podendo ser acessado pelo domínio que comprou.

O serviço é cobrado mensalmente e varia de acordo com a estrutura que você precisa, tanto de quantidade de conteúdo quanto de suporte para determinada quantidade de visitas. Alguns serviços ainda oferecem a compra gratuita do domínio.

Veja algumas empresas que oferecem hospedagem:

Prepare seu conteúdo

Agora é hora de estruturar o conteúdo que você deseja que apareça no seu site. Liste as páginas que pensa em criar e o que cada uma delas deve conter. Garanta que todas as informações necessárias estarão lá. Algumas páginas que não podem faltar:

Homepage

Quem somos

Produtos/serviços

Página de preços
(serviços) ou lista
de produtos

Clientes e casos de sucesso (serviços)

Contato

Para criar de fato seu site, é aconselhável contar com profissionais. Aqui, um UX Writer é o mais indicado: essa pessoa vai escrever o conteúdo de uma forma que possibilite uma boa experiência ao usuário.

Além disso, você deverá contar com um web designer, que também vai se preocupar com a navegação, organizando o conteúdo de forma acessível e esteticamente agradável. De preferência, alguém que possua habilidades de UI (User Interface Design) e que consiga criar interfaces atrativas.

Construa seu site

Agora que você tem o conteúdo que precisa, com as telas desenhadas, você deve chegar à construção de fato. Se você não tem habilidades de programador, precisa contratar um.

Apesar de existirem plataformas bastante acessíveis para leigos, como Wix ou Squarespace, nem sempre o trabalho final vai levar em conta tudo que é necessário para promover uma boa experiência.

Um programador deve entregar o site para você com tudo o que precisa para alterar conteúdos e criar posts no blog. Confira com esse profissional qual é o formato e o tamanho ideal para imagens, por exemplo.

Você também deve contar com um investimento mensal de manutenção, uma vez que os sistemas evoluem e é preciso ajustar eventuais erros e realizar adaptações.

Veja algumas outras dicas para criar seu site:

Pense sobre o que seus clientes querem saber e não apenas sobre o que você quer contar a eles. Vale criar uma persona a fim de guiar este trabalho.

Conte com profissionais para realizar o trabalho. Apesar de sites e blogs serem essenciais na atração de clientes, quando são pouco profissionais, podem causar efeito contrário, causando má impressão sobre a sua marca.

Atualize sempre que puder seu blog e seu site. Publique novos conteúdos, crie novos casos de sucesso e mantenha a sensação de novidade.

A principal conversão do seu site, como o formulário de contato ou as páginas de produtos, devem ser de fácil acesso. Tenha mais conhecimento sobre conversão e como aumentá-la lendo o nosso E-book sobre CRO, ou Otimização da Taxa de Conversão.

Promova seu site onde puder. Campanhas pagas, redes sociais e até em material físico, como cartões de visita.

Invista na Otimização dos Mecanismos de Busca, ou SEO. Conheça as principais técnicas e fique por dentro.

Conquiste uma boa velocidade de carregamento para o seu site. Descubra, com esta ferramenta do Google, qual é a pontuação atual e o que fazer para melhorá-la. Veja aqui mais sobre como a velocidade influencia seu site.

Invista também em User Experience (UX). Essa é a área do conhecimento que cuida da experiência do usuário e garante que será fácil navegar e chegar ao objetivo desejado. Confira este Guia do UX Design e saiba mais.

Estratégias de Inbound Marketing

Depois que construir seu site e seu blog, você terá um bom “cartão de visitas”, que vai atrair novos clientes e ensiná-los sobre o que você oferece. O próximo passo é estruturar o conteúdo que você produz e utilizá-lo para engajar e converter clientes. Essa é a ideia por trás do Inbound Marketing.

Tal metodologia foca na criação de relacionamentos duradouros com clientes e prospects, ajudando essas pessoas a atingir seus objetivos por meio do conteúdo que você oferece e, eventualmente, dos seus produtos e serviços.

Veja o que uma Estratégia de Inbound Marketing contém:

Posts blog

para atrair e educar clientes.

Conteúdos ricos,

como infográficos, e-books e checklists
para converter clientes (conseguir suas
informações de contato).

Réguas de automação

para levar o usuário de uma etapa da
jornada de compra a outra mais
avançada.

Newsletters

para manter seus clientes atualizados e em contato com a sua marca.

Tudo amarrado com uma estratégia de SEO.