O que é plano de crescimento e como crescer de forma sustentável

Compartilhe este conteúdo:

Empreender é uma longa jornada. Para ter sucesso, é necessário acompanhar, adaptar-se às mudanças de mercado, atender aos desejos do consumidor e lucrar com as soluções oferecidas.

 

Tudo isso exige planejamento. Quem quer encontrar uma maneira sólida de expansão deve adotar uma estratégia de negócio. Uma delas é estruturar e seguir um “plano de crescimento”. Uma espécie de guia detalhado para orientar e embasar as decisões de negócio.

 

Quer saber em detalhes o que é o “plano de crescimento” e como esse recurso pode te ajudar a crescer de forma sustentável? Este artigo é pra você. Boa leitura!

 

O que é plano de crescimento?

O plano de crescimento é um conjunto de objetivos, metas e ações necessários para orientar um negócio à expansão. É o recurso que torna mensurável e tangível as propostas de crescimento da operação. É indicado para alinhar a atuação de diferentes áreas da empresa em direção a um único caminho: o objetivo estratégico.

 

Por possibilitar uma expansão sustentável e ordenada, o plano de crescimento é uma ferramenta eficaz para os negócios que desejam conquistar novos mercados, atrair mais consumidores, adicionar produtos e serviços ao portfólio e conseguir investimentos.

 

Para que serve o plano de crescimento

Uma das premissas para um negócio existir está relacionada à capacidade de resolver dores reais do mercado ao mesmo tempo em que produz lucro. Em meio às mudanças no comportamento do consumidor, esse caminho para a conquista do Market Fit pode ser desafiador.

 

Por isso, contar com o máximo de recursos que contribuam para o crescimento sustentável da empresa é essencial. E um deles é o plano de crescimento, que vai orientar diferentes áreas às ações necessárias a fim de manter a operação competitiva, como o mapeamento das tendências de mercado, a análise dos concorrentes etc.

 

Conheça mais utilidades do plano de crescimento para o negócio.

 

Manter o negócio competitivo no mercado

Como é possível administrar, agir, planejar e reajustar o desenvolvimento de um negócio se a cada dia existem novos desafios e novas mudanças no mercado? A resposta é simples: investir em um plano de crescimento.

 

Quando um negócio adota ações isoladas, sem planejamento, há mais chances de fracassar. Eu citaria aquela frase do filme Alice no País das Maravilhas: “Se você não sabe para onde ir, qualquer caminho serve”. Isso também se aplica ao universo empresarial.

 

Com o objetivo de se manter competitivo no mercado, é essencial saber aonde você deseja chegar. Assim, vai poder decidir qual a melhor rota, seja reconhecendo os concorrentes, seja mapeando o mercado, seja readaptando soluções.

 

O foco é não ser surpreendido com o surgimento de concorrentes a um passo na sua frente. Porque você sempre vai saber onde está na sua jornada rumo ao sucesso.

 

Veja um setor que não apostou em um plano de crescimento: locadoras de filmes.

 

Independentemente do tamanho, elas deixaram de existir simplesmente porque o modelo de negócio ficou para trás. Será que se tivessem investido em um recurso de expansão não teriam encontrado soluções para atender às mudanças no mercado? Fica a reflexão.

 

Atrair novos consumidores e gerar mais lucro

O plano de crescimento é capaz de guiar toda a operação para o alcance do objetivo estratégico. Quanto mais bem definida a direção – visando lançar um novo produto no mercado, aumentar o Market Share ou mudar o posicionamento de marca –, mais fácil vai ser fazer os movimentos necessários para o alcance das metas. Somente assim, com as áreas alinhadas, o negócio pode se tornar mais lucrativo.

 

Contribuir para uma tomada de decisão assertiva

Outra vantagem de usar o plano de crescimento é poder orientar a tomada de decisão com base em dados, isto é, uma atuação Data Driven. Ao definir o objetivo e as metas a serem alcançadas, há mais clareza das ações necessárias e do caminho a seguir.

 

Dessa forma, toda e qualquer decisão estratégica tem mais chances de levar a operação para o rumo planejado. E, caso não esteja guiando a empresa ao objetivo, há como medir os resultados e ajustar a rota.

 

Como fazer o plano de crescimento do seu negócio?

Agora chegamos à parte prática deste artigo. Aqui você já reconhece a importância do plano de crescimento, não é mesmo? Sabendo disso, veja o que é preciso fazer para adotar o recurso em relação ao seu negócio.

 

Defina um objetivo estratégico

Onde seu negócio está e para onde você deseja que ele vá? É o que todas as pessoas precisam saber. Não à toa a definição do objetivo estratégico é o ponto-chave para o plano de crescimento. Ele vai guiar todo o caminho a ser percorrido pela empresa, como também vai ditar quais metas e ações serão essenciais para alcançar o grande objetivo.

 

Veja alguns exemplos de objetivos estratégicos mensuráveis e tangíveis:

 

  • Alcançar o volume de 70.000 transações em 2021.
  • Aumentar em 100% o faturamento anual do negócio.
  • Abrir 100 unidades do negócio até o final de 2022.

 

 

Uma metodologia bastante útil para a definição de objetivos palpáveis para toda a empresa é a SMART. Veja como usar a técnica ágil neste post.

 

Crie as metas por setor

O próximo passo é desmembrar o objetivo estratégico em metas para cada setor do negócio. Pergunte-se: como cada área da empresa pode contribuir para o alcance do objetivo?

 

Se você quer aumentar em 100% o faturamento da organização em um ano, quais são as metas e as ações necessárias? Veja alguns exemplos:

 

 

  • Marketing: aumentar em 30% a base de leads qualificados.
  • Comercial: aumentar o volume de vendas em 30%.
  • Customer Success: aumentar em 50% o ticket médio de clientes ‘estrela’.
  • Tecnologia: desenvolver um chatbot para o autoatendimento.
  • Gestão de pessoas: oferecer 300 horas de capacitação para os colaboradores.

 

Acompanhe e ajuste o objetivo e as metas

Essa é uma das etapas mais negligenciadas de um plano de crescimento, porém a mais importante para o sucesso do recurso. O monitoramento e a revisão do objetivo e das metas definidas são úteis para identificar a necessidade de mudança na rota em direção à expansão.

 

Como o cenário externo à empresa é maleável e independe da vontade do negócio, é preciso não só olhar para o ambiente interno, mas relacioná-lo às condições do mercado. Por isso, é importante acompanhar:

 

 

  • Metas não alcançadas
  • Mudanças no comportamento do consumidor
  • Novos concorrentes
  • Novidades de mercado
  • Mudanças políticas
  • Avanços em tecnologia

 

Dessa forma, é possível garantir que o plano de crescimento esteja alinhado às condições externas e que o objetivo faça sentido para a expansão da operação.

 

Deu para compreender por que o plano de crescimento é um recurso fundamental para o desenvolvimento saudável de um negócio?  Tão importante quanto planejar as metas e as ações da empresa para manter a competitividade, é acompanhar as mudanças no comportamento do consumidor.

 

Quer saber mais sobre o assunto? Baixe agora mesmo nosso infográfico com dicas práticas para compreender o comportamento do seu potencial cliente.

Baixar infográfico Comportamento do Consumidor