No Brasil, uma entre quatro empresas fecha as portas antes mesmo de completar dois anos de mercado. E um dos motivos é a dificuldade em planejar ações de marketing, em especial nos meios digitais. Uma das ferramentas para traçar estratégias que permitam alcançar a sustentabilidade financeira é a pesquisa de mercado.

Com o avanço das tecnologias digitais e as ferramentas como a inteligência artificial, trabalhar com dados se torna cada vez mais necessário,  na busca de desenvolver ações de marketing diferenciadas e conseguir inovar em relação à oferta de produtos e serviços. A boa notícia é que tudo isso também tem ficado cada vez mais acessível a micros e pequenos empreendedores. Uma das empresas responsáveis por descomplicar o acesso a pesquisas de mercado é o Opinion Box, eleita pelo terceiro ano consecutivo como a startup de marketing mais atraente do Brasil.

Conversamos com Felipe Schepers, cofundador e diretor de Operações da empresa, sobre a importância dos dados para uma atuação mais estratégica e relevante. Confira a entrevista a seguir.

A pesquisa de mercado sempre foi importante para os negócios, mas, de uns tempos para cá, ouvimos cada vez mais expressões como big data, small data, data driven. O que o cenário atual tem que torna o trabalho com dados ainda mais relevante e necessário?

O mercado está cada vez mais competitivo, e um detalhe pode fazer a diferença entre ter sucesso ou não em uma estratégia, uma ação, um lançamento e uma correção de rota. Diante de um cenário em que todos estão fornecendo dados o tempo todo e que houve um movimento de tornar o acesso aos dados maior, não ficando restrito às grandes empresas, qualquer profissional consegue trabalhar com base em dados, e não em “achismo” para diminuir o risco das decisões e potencializar o triunfo. E, quando falo de qualquer profissional, estou falando desde aquele da grande empresa até o pequeno empresário ou empreendedor.

Além das pesquisas de mercado, que traçam o perfil do consumidor e as tendências de consumo, com quais outros tipos de dados o empreendedor deve trabalhar?

Em um universo com tantos dados, é fundamental ter clareza de qual ou quais objetivos você terá com cada dado com os quais for trabalhar. Caso contrário, os dados não serão transformados em informação e, posteriormente, em conhecimento. Pesquisas de mercado ajudam a entender quem é o consumidor e as tendências, mas também são utilizadas para finalidades diversas, como teste de produtos, avaliação de campanhas, precificação, satisfação, jornada de compra, dentre outras.

Qual a importância de conhecer a fundo o público, indo além de informações básicas, mas compreendendo também os hábitos de consumo, a jornada de compra, os interesses pessoais?

Conhecer de verdade o seu consumidor é fundamental para traçar as estratégias mais adequadas com o propósito de alcançá-lo, conquistá-lo e fidelizá-lo. Quando a empresa entende os hábitos do consumidor, indo além de pontos superficiais, pode-se pensar seus produtos e serviços para resolver as suas dores, entender o ponto ideal do preço e em quais canais de vendas e relacionamento precisa estar. A empresa que melhor entender o consumidor conseguirá um diferencial importante perante a concorrência.

Quais as ferramentas o pequeno empreendedor já tem a sua disposição atualmente para conhecer melhor seu público e o mercado em que atua/pretende atuar?

O pequeno empreendedor possui acesso a diversos estudos e dados disponíveis em sites governamentais, associações de alguns segmentos e empresas de pesquisas, como o Opinion Box. No nosso caso, nós fornecemos gratuitamente diversas pesquisas e análises que podem ajudar a embasar as decisões do nosso público. Além dos dados, os pequenos empreendedores podem utilizar soluções para realizar pesquisas com o seu público (como o painel de respondentes do Opinion Box) e também diretamente com o cliente, com um formulário online, ou conversando pelos canais de contato com os clientes.

Qual a relação entre a gestão baseada em dados e a inovação?

Uma empresa que possui uma gestão orientada por dados está apta a tomar decisões de forma mais rápida, segura e inteligente. Assim, fica mais fácil percorrer o caminho da inovação, que nada mais é do que oferecer soluções que fazem a diferença na vida das pessoas e das empresas. Inovar é antecipar necessidades, potencializar o que já dá certo e resolver dores importantes do seu público – e, com os dados certos, é possível entender profundamente as necessidades dessas pessoas e organizações a fim de entregar exatamente o que elas precisam.

Por fim, queria que você contasse um pouco como surgiu a ideia de criar a Opinion Box e a que você credita o crescimento de vocês desde a fundação da startup e as diversas premiações que receberam ao longo da trajetória da empresa.

O Opinion Box surgiu para derrubar a ideia de que pesquisas de mercado custam caro, demoram para ser realizadas e só especialistas podem fazer. Para transformar essa ideia em um negócio de sucesso, unimos tecnologia a um time que tem a expertise necessária para encarar os desafios de nossos clientes – desde grandes enterprises até acadêmicos, pequenas empresas e empreendedores individuais. Além disso, acreditamos no poder de uma equipe que tenha fit cultural com o que acreditamos, com nossa forma de trabalhar e com que julgamos necessário a fim de encarar os nossos desafios de negócio.

Pesquisas de mercado e dados coletados durante a interação com clientes e processos de compra e venda são essenciais para o empreendedor que deseja implantar inovação como deep learning e machine learning, além de outras formas de inteligência artificial. Saiba mais de como entrar de vez nesse universo na entrevista com o especialista Sérgio Viegas.

Leia mais sobre Destaque


Quer receber mais
conteúdos como esses?

cadastre-se para receber os nossos conteúdos por email:

Obrigado por cadastrar o seu e-mail. Seja bem-vindo à comunidade Inovação Sebrae Minas.