Tipos de risco de investimento no Empreendedorismo

Compartilhe este conteúdo:

Empreender é assumir riscos. São muitos os fatores que influenciam o sucesso no Empreendedorismo. Independentemente do motivo, é indispensável reconhecer a quais riscos de investimento o negócio pode estar suscetível visando evitar surpresas desagradáveis.

 

Por isso, neste artigo, reunimos os principais fatores de ameaça às pequenas e às médias empresas. São nove riscos de investimento que merecem atenção do empreendedor, a fim de não causar prejuízos futuros.

 

Afinal, a maioria dos negócios não planeja fracassar, mas, sim, fracassa por não se planejar. Aliás, você sabe a quais ameaças sua empresa pode estar exposta? Não? Então vamos conhecer agora mesmo.

 

Risco de mercado

É um dos riscos de investimento mais comuns aos quais o negócio está sujeito, como também uma ameaça que nunca vai deixar de existir para quem está começando a empreender.

 

O risco de mercado é a possibilidade de o empreendedor não reaver o dinheiro investido no projeto. Isso se dá quando há mudanças no mercado, no comportamento do consumidor ou em casos em que a empresa não consegue chegar ao Product Market Fit.

 

Risco competitivo

Outro risco de investimento recorrente no Empreendedorismo é a concorrência. Um negócio pode facilmente começar a perder clientes e participação no mercado por conta de mudanças de estratégias de Marketing dos seus concorrentes.

 

Por isso, é tão importante acompanhar o que os players da sua área de atuação estão fazendo. Uma ferramenta aliada na análise de competitividade é a matriz SWOT.

 

Risco existencial

É um risco de investimento que pode ser facilmente detectável com a matriz SWOT, uma vez que ocorre quando não há aprovação do mercado do produto ou serviço oferecido pelo negócio.

 

Antevê-lo por meio da identificação das fraquezas e das ameaças é uma das formas de evitar prejuízos com lançamentos de itens que não teriam validação do consumidor.

 

Risco de credibilidade

Todo negócio entrante no mercado corre este tipo de ameaça: enfrentar a desconfiança do público. Como as pessoas não conhecem a marca, é preciso conquistar pouco a pouco a confiança do consumidor a fim de ganhar credibilidade e obter sucesso nas vendas.

 

Uma das maneira de reduzir esse tipo de risco de investimento é investir em diversas estratégias de Marketing como Soft Opening, ações para fortalecimento da presença digital etc.

 

Risco tecnológico

Com a mudança do comportamento do consumidor e a crescente necessidade de transformação digital, esse risco de investimento paira sobre a maioria dos novos negócios.

 

Ao migrar para o universo virtual, é essencial contar com uma estrutura robusta e segura visando sustentar a marca na internet. No caso dos e-commerces, por exemplo, uma ameaça grave são plataformas de vendas que não suportam o volume de transações da loja.

 

Outra falha que coloca em risco a continuidade de um negócio, especialmente com a aprovação da LGPD, são os erros de segurança em relação aos dados do usuário.

 

Riscos de liquidez

Estão relacionados à impossibilidade de movimentação de capital por determinado período. Se, no momento em que o negócio precisa usar o dinheiro investido, e esse está indisponível, concretiza-se o risco de liquidez.

 

Quando isso acontece, trata-se de um investimento de baixa liquidez, ou seja, que não pode ser resgatado a qualquer hora, o que acaba impactando a operação da empresa.

 

Risco financeiro

A movimentação financeira — entrada e saída — considerada não suficiente para quitar os custos do negócio é um dos riscos de investimento de todo negócio.

 

Por isso, o empreendedor deve sempre trabalhar para alavancar as vendas, diminuir as taxas de churn e fidelizar clientes.

 

Intervenções governamentais

Os negócios podem ser sempre impactados por decisões governamentais, por isso tais intervenções aparecem como um risco de investimento. A decisão de aumento nas alíquotas de impostos em determinados produtos, a flutuação da taxa Selic, as mudanças em regras de importação ou exportação são alguns exemplos das alterações que podem ser feitas e mudar subitamente o rumo de uma empresa.

 

Por isso, vale acompanhar a conjuntura política, a fim de antever o comportamento do Poder Executivo.

 

Barreiras de concorrentes

Um risco de investimento que não deve ser desconsiderado é a atuação das concorrentes no mercado. Na área de Engenharia Civil, por exemplo, grandes empresas já estabelecidas podem monopolizar o mercado e dificultar a entrada de novos negócios.

 

Pelo alto poder de compra, as marcas consolidadas no nicho podem trazer obstáculos à barganha de matéria-prima junto aos fornecedores ou à conquista de clientes relevantes do nicho.

 

Há ainda o risco de monopolização de preços. Certamente, as pequenas e as médias empresas não vão conseguir competir com os valores praticados pelas grandes organizações, e isso deve dificultar ainda mais a permanência no mercado.

 

Pronto! Agora que você sabe quais são os riscos de investimento que podem afetar o seu negócio fica mais simples identificá-los. Lembre-se sempre: quanto maiores os riscos, maiores também as oportunidades. E, uma vez mapeadas as ameaças, é preciso traçar estratégias para minimizar seus possíveis efeitos na operação da empresa. Cabe ao empreendedor ficar bem atento ao momento de agir e de recuar.