O mercado de cervejas é um dos que mais crescem no Brasil. Em 2016, o país contava com 397 cervejarias, o que é muito positivo para a economia e ainda indica as oportunidades de se investir nesse mercado.

Com essa explosão, empreendedores de cervejarias precisam estar atentos às práticas sustentáveis da produção. Isso não apenas pelo bem do planeta, mas também para a redução de custos e o consequente aumento da competitividade. Além disso, produzir uma cerveja sustentável amplia a percepção de valor no mercado.

Pensando nisso, fizemos uma lista com as melhores práticas para cervejarias que desejam ser sustentáveis. Leia e quem sabe você não comece a economizar em alguma área na qual não tinha pensado ainda? Boa leitura!

 

 

Por que produzir cerveja sustentável

Avaliamos que um negócio sustentável é aquele que leva em consideração a emissão de carbono, o consumo de água e de produtos químicos, o descarte de resíduos sólidos e os riscos à saúde de funcionários, fornecedores e clientes.

Para alcançar bons resultados em todos esses campos, empreendedores precisam ir atrás de informações e formas de inovar. Pode não ser uma tarefa fácil, mas a recompensa é grande.

Além de colaborar com a preservação dos recursos naturais, a marca se valoriza, uma vez que o consumidor se importa cada vez mais com essas características. Veja este caso de produção de cerveja sustentável:

Cervejaria Edelbrau

A cerveja sustentável de Nova Petrópolis (RS) iniciou seus investimentos em sustentabilidade a partir de 2015, com a implementação de um sistema de reaproveitamento da água usada no resfriamento do mosto, isto é, mistura do malte com outros componentes.

O resultado foi o alcance de zero desperdício de água. Quanto à limpeza, foram instaladas cisternas para captar a água da chuva.

Mas o que mais você pode fazer para tornar o seu alambique ou cervejaria sustentável? Aqui vão mais dicas.

 

Dicas para tornar a sua produção de cerveja sustentável

CIP (lavagem de tanques)

Normalmente, utilizar um sistema de lavagem automático ao invés de um sistema manual pode ser mais eficiente para a economia de água. As vantagens incluem:

● Aumento da eficiência do processo de lavagem, tornando-o mais rápido e menos dispendioso.

● Redução de consumo de água e produtos químicos.

Outro benefício desse sistema é que os vasilhames ficam significativamente mais limpos com o método automático.

Envase

Tradicionalmente, cervejarias utilizam água como lubrificante no envase, a fim de reduzir o atrito das correias transportadoras e a estática entre latas ou garrafas. O processo é feito com água pulverizada diretamente nas linhas com jatos automáticos.

Para economizar água, fique atento:

● Saiba que uma boa manutenção do sistema de correia transportadora pode reduzir em até 45% o consumo de água de um sistema de lubrificação à base de água.

● Considere a mudança da lubrificação por pulverização de água para um sistema de lubrificação a seco.

● Implemente correias de plástico em vez de cintos de aço padrão.

● Saiba que grandes quantidades de água também são desperdiçadas se a água continuar a pulverizar no momento em que as correias transportadoras pararem.

● Otimize a pressão do jato de enxaguamento do transportador, substituindo os bicos para aumentar a pressão e o diâmetro do bocal.

Fabricação

Vamos considerar aqui os processos físicos e químicos da produção de cerveja. Ou seja, fervura, filtragem, fermentação, condicionamento e filtragem final.

A maior fonte de resíduos dos processos é o grão restante da elaboração do mosto. A sobra não pode ser reutilizada para a fabricação, mas é rica em proteínas, fibras e outros nutrientes, o que pode ter aproveitamento diferente.

A opção mais comum é oferecer esses grãos como ração para animais em fazendas. Muitas cervejarias doam a sobra aos fazendeiros, o que resulta na redução de resíduos e na necessidade de grãos virgens, que ocupam plantações e precisam de transporte. Com a iniciativa, as cervejarias ainda apoiam os negócios locais, o que é ótimo!

As garrafas de vidro, por sua vez, são 100% recicláveis. O problema, entretanto, é a disponibilidade de programas de reciclagem em cada região. Você pode adotar, porém, algumas atitudes para diminuir o impacto e tornar a cerveja mais sustentável:

● Compre localmente: poucas cervejarias têm estrutura para produzir vidro. Uma boa opção é comprar de fábricas locais, o que reduz a necessidade de transporte e consequentemente a emissão de poluentes.

● Recicle: o processo de fusão do vidro reciclado utiliza cerca de 35% menos energia do que a fabricação de um vasilhame novo. Procure por postos de reciclagem na sua região ou faça parcerias com empresas de reciclagem, o que compensa o transporte.

Os growlers, ou seja, o formato de garrafa de 1,9 litro, têm se tornado cada vez mais populares. Esses vasilhames podem ser preenchidos novamente na cervejaria ou em pontos de venda, o que contribui para a economia de vidro e ainda oferece uma nova experiência de compra ao cliente.

 

Produza cerveja sustentável

Como você viu, ações simples podem fazer de uma cervejaria uma empresa sustentável, que demonstra preocupação com o meio ambiente e ainda reduz gastos. Que tal começar agora?

Leia mais casos inspiradores:

AÇÕES SUSTENTÁVEIS DE EMPRESAS E COMO APLICAR AO SEU NEGÓCIO

 

Leia mais sobre Para seu negócio Sustentabilidade


Quer receber mais
conteúdos como esses?

cadastre-se para receber os nossos conteúdos por email:

Obrigado por cadastrar o seu e-mail. Seja bem-vindo à comunidade Inovação Sebrae Minas.