Tecnologia e disrupção são duas palavras cada vez mais utilizadas. Empresas que não tentam seguir essa onda podem perder espaço no mercado. Hoje, o público pede por negócios que entreguem soluções para seus problemas, enquanto têm responsabilidade social e ambiental, além de atendimento e processos bem afiados.

cultura de inovação

Para conseguir se manter relevante, é preciso ter implementada uma cultura de inovação. No entanto, esse é um dos maiores desafios das organizações hoje: promover e gerenciar inovação em todas as camadas. Projetos inovadores não acontecem casualmente – por mais que a tecnologia esteja presente em tudo, isso não significa que haverá inovação.

Neste artigo, vamos listar algumas dicas para implementar uma cultura de inovação na sua empresa. Vamos lá?

 

Cultive lideranças inovadoras

Para que exista uma cultura de inovação na sua empresa, é preciso investir em lideranças que consigam dar autonomia para as pessoas inovarem, mas que, ao mesmo tempo, as lembrem dos objetivos, do foco e das necessidades dos stakeholders.

Ou seja, ficar muito obcecado com prazos e orçamentos mata a vontade de inovar, mas criar fora das necessidades da empresa é desperdício. O ideal é desenvolver um ambiente e oferecer as ferramentas necessárias para utilizar a inovação a favor da melhoria de produtos e serviços.

Além disso, é papel do líder integrar as pessoas para que elas não tentem fazer tudo sozinhas: inovação é colaboração, e uma equipe não pode trabalhar no mesmo problema que a outra sem se comunicarem.

No entanto, é importante destacar que as barreiras hierárquicas devem ser quebradas a fim de libertar a vontade de inovar. Isso significa que colaboradores podem requisitar a presença em um congresso a que apenas gestores normalmente iriam, por exemplo. Ou que devem ter permissão para apresentar projetos para diretores.

 

Cultura de inovação é trabalho de todos

Por falar em quebrar barreiras, é importante que a inovação não seja apenas trabalho de líderes. Construir uma cultura, baseada em qualquer foco, é dever de todos. Muitas pessoas não pensam em si mesmas como inovadoras ou criativas – mas todos temos potencial! Em vez de forçar times a seguirem processos engessados, incentive-os a descobrir novas formas de fazer as coisas.

A inovação não é realizada apenas em laboratórios e no desenvolvimento dos produtos. Deve estar presente em todos os departamentos, processos, serviços e parcerias. Ao envolver todos, sua empresa ganha muito, seja no atendimento ao cliente seja na satisfação de colaboradores. Afinal, já vimos por aqui que os millennials procuram empresas que inspiram inovação e criatividade.

 

Contrate os melhores

Para que a cultura de inovação realmente se multiplique dentro da empresa, é preciso que as pessoas sejam capacitadas e interessadas. Contrate pessoas que queiram resolver problemas e encontrem soluções diversificadas para isso com base não só na experiência, mas também em sua capacidade de observação.

Uma dica é estar sempre em contato com professores de universidades que possam indicar pessoas com a visão que você deseja para sua empresa. Para outras dicas de como recrutar talentos, confira este infográfico!

 

Invista na capacitação

Citamos a necessidade de capacitação também no post sobre como estimular a criatividade nas equipes. Novamente, essa necessidade se faz presente. Inovação não acontece sem aprendizado. Se inovar é trabalho de todos, todos precisam das ferramentas exigidas para projetos inovadores, o que só é possível com capacitação.

Isso,  aliado à liberdade para dar ideias, é garantia de que são grandes as chances da conquista de uma cultura de inovação ideal.

 

Olhe para além da tecnologia

É tentador aliar a inovação à tecnologia. No entanto, negócios que pretendem ser inovadores devem expandir a visão e observar como a tecnologia pode ser disruptiva em conjunto com a mudança social.

Henry Ford e Steve Jobs eram gênios inovadores, mas que, só com tecnologia, não teriam mudado tanto o mundo. Eles viram a ligação da inovação com as tendências de mercado, as necessidades de consumidores em evolução e os novos modelos de negócio baseados em tecnologia.

Tudo isso ajudou ambas as empresas a conquistarem uma cultura de inovação que transformou as dinâmicas e resultou em produtos e serviços conhecidos por todos.

 

Defina objetivos e mensure o progresso

Assim como qualquer projeto da sua empresa, a implementação de uma cultura de inovação deve ter objetivos e resultados esperados. Defina métricas que comprovem a eficácia de cada ação e faça a medição ao longo do tempo para conhecer o progresso e entender o que precisa mudar.

No entanto, sabemos que medir inovação não é a mesma coisa que medir ROI de uma campanha de marketing digital, por exemplo. Pense, primeiro, em quais áreas é mais importante existir inovação: desenvolvimento, análises, implementação, atendimento? Baseado nisso, você pode começar a medir quantas ideias foram criadas, quantas aconteceram de fato e qual foi o resultado final.

Se você tem dificuldade em realizar mensurações na sua empresa, confira nosso post sobre OKRs (Objetivos e Resultados-Chave):

SAIBA O QUE SÃO OS OKRS E COMO DEFINIR OS SEUS

 

Leia mais sobre Empreendedorismo


Quer receber mais
conteúdos como esses?

cadastre-se para receber os nossos conteúdos por email:

Obrigado por cadastrar o seu e-mail. Seja bem-vindo à comunidade Inovação Sebrae Minas.