Consumer Barometer: conheça e aprenda a utilizar essa ferramenta do Google

Compartilhe este conteúdo:

O quanto você gostaria de conhecer do seu consumidor? Quanto mais, melhor, certo? Assim, você conseguiria prever suas atitudes, além de entender melhor como se comunicar com ele e atender a suas necessidades. Foi pensando nisso que o Google criou a ferramenta Consumer Barometer.

Traduzido para o português, significa “barômetro do consumidor” e, como o próprio nome diz, é uma forma de “mensurar” determinados comportamentos do público. Ao consultar a plataforma, você tem acesso a dados como quanto tempo as pessoas passam na internet, quais dispositivos utilizam para se conectar, entre outros.

Por meio desses indicadores, você pode entender melhor como as pessoas navegam pela internet e pode criar ações mais assertivas. Mas como utilizar o Consumer Barometer para a sua estratégia? Neste artigo, vamos explorar a ferramenta e compreender suas principais funcionalidades.

 

O que é Consumer Barometer

O Consumer Barometer é uma ferramenta desenvolvida pelo Google que apresenta insights de forma interativa sobre o comportamento das pessoas no ambiente virtual. São quatro grandes áreas:

 

  • Trended Data (dados-tendência)
  • Audience Stories (histórias da audiência)
  • Curated Insights (curadoria de insights)
  • Graph Builder (construtor de gráficos)

 

Algumas categorias permitem segmentar os dados de acordo com a região, outras apresentam insights já construídos com base em uma audiência específica (usuários de vídeos de “como fazer” nos Estados Unidos, por exemplo).

Os dados no Consumer Barometer são de duas fontes principais: um questionário específico feito com a população adulta na internet e um estudo de consumo que procura enumerar a população total necessária para desenvolver os resultados. A metodologia completa e detalhada você encontra na plataforma (em inglês).

A seguir, vamos entender melhor o funcionamento da ferramenta.

 

Como utilizar o Consumer Barometer

Veja o que cada uma das categorias pode oferecer:

 

Trended Data

Essa categoria traz gráficos que demonstram a utilização da internet, com informações como porcentagem de pessoas que acessam diariamente, que utilizam um smartphone e o número de dispositivos conectados por pessoa.

Todos os gráficos podem ser segmentados por país, gênero e idade. Veja, por exemplo, a diferença entre pessoas de menos de 25 anos que utilizam smartphone no Brasil:

 

 

Agora a mesma estatística para pessoas acima de 55 anos:

 

 

Ainda assim, podemos perceber uma alta considerável na taxa entre 2014 e 2015, provavelmente quando os smartphones passaram a ser popularizados.

Todos os dados podem ser exportados e salvos em formato de imagem ou planilha. Ou seja, você pode utilizá-los em suas propostas comerciais ou relatórios. Assim, é possível justificar mais investimento em estratégias para mobile, por exemplo.

 

Audience Stories

Essa categoria é mais específica de usuários internacionais, mas ainda pode apresentar resultados relevantes para seu negócio. São pesquisas com quatro grupos: brand advocates (defensores de marca), digital moms (mães conectadas), how-to video users (usuários de vídeos “como fazer”) e millennials (geração dos nascidos entre 1981 e 2000).

Cada tópico apresenta características do grupo em questão, baseando-se em pesquisas e dados do comportamento de compra dos usuários. Se a persona (saiba criar uma persona aqui) do seu negócio estiver em um dos grupos, as informações são valiosas. Veja um exemplo:

“Mecanismos de busca como o Google são o primeiro recurso [quando millennials têm dúvida sobre algum tema]. Quando compram on-line, os “pesquisadores” normalmente vão primeiro aos mecanismos (55%) e depois aos sites das marcas (27%). Para essa audiência jovem, o mobile é um recurso-chave enquanto pesquisam para tomar uma decisão de compra. 40% dos millennials – em outras palavras, mais do que o dobro das pessoas na faixa de 35 anos ou mais – pesquisam suas compras em um smartphone”.

Quer saber mais sobre os millennials? Baixe nosso e-book!

 

Curated Insights

Essa categoria também apresenta gráficos, como a Trended Data. No entanto são dados mais específicos, relativos ao comportamento de compra e consumo de conteúdo. Além disso, é possível segmentar apenas por região.

Veja alguns exemplos:

 

 

Tipo de informação solicitada sobre negócios locais: localização, horários, preços, avaliações e disponibilidade. Ao entender o que os consumidores procuram, negócios podem garantir que as informações certas estão disponíveis em seus sites.

 

 

Gêneros de vídeos on-line assistidos por smartphone: música, comédia, programas de TV, filmes e esportes. As pessoas assistem a uma variedade de gêneros de vídeos online pelo smartphone.

 

Graph Builder

Essa é, sem dúvidas, a maior categoria do Consumer Barometer. Existem muitas categorias com insights, divididas entre três grupos principais:

 

  • The online and multi screen world (mundo on-line e multitela): como as pessoas utilizam a internet, com quais dispositivos e por quais motivos.
  • The smart shopper (consumidor inteligente): como as pessoas utilizam a internet na hora de comprar, quais são suas motivações, onde pesquisam e como chegam até a compra de fato. Veja também nosso post sobre jornada de compra do cliente.
  • The smart viewer (espectador inteligente): como as pessoas assistem a vídeos on-line, com qual frequência, por que assistem e onde.

 

Cada um dos temas pode ser filtrado por país, demografia, dispositivo, entre outros. Assim, a pesquisa se torna bastante rica e aplicável a vários negócios. Veja um exemplo:

  • O que motivou a decisão de compra? (Brasil, usuários entre 45-54 anos.)

 

consumer barometer

 

  • Veja, agora, a mesma pergunta para outra faixa etária (abaixo de 25 anos):

 

consumer barometer

 

Por ordem das imagens: Um presente para si mesmo, Presente para outros, Compra por impulso, Compra recorrente/refil, Desconto/promoção, Necessidade urgente, Ocasião especial, Viagem de férias, Encontro social, Chance de coletar ou gastar pontos de fidelidade, Renovação/atualização de contrato, Mudança de circunstâncias, Mudança de endereço, Carro novo, Pessoa recentemente assegurada e Nenhuma das anteriores.

 

Utilize o Consumer Barometer

E aí, pronto para utilizar o Consumer Barometer e entender melhor o seu consumidor? Você pode utilizar os dados de várias formas e observar a evolução ao longo do tempo para descobrir tendências.

Conheça outras formas de entender o seu cliente no post:

 

COMO DECIFRAR O COMPORTAMENTO DO CONSUMIDOR