O que você precisa saber sobre percepção de marca

Compartilhe este conteúdo:

O que determina o fato de alguém que procura um produto específico comprar da sua marca, e não da de um dos seus concorrentes? Claro que muitos fatores contribuem para isso, como ter recebido uma indicação de um amigo ou já ter tido uma experiência bem-sucedida anteriormente. Outra razão muito importante, porém, tem o poder de definir tal escolha: a percepção de marca.

A percepção de marca é formada pelo resultado da combinação de tudo o que consumidor experimenta ao entrar em contato com a sua empresa, desde o nome da marca, a logo e toda a identidade visual, até experiências de atendimento e compra e também sensações provocadas por cheiro, cor, dentre outros.

Neste post, entenda como descobrir sua imagem perante os consumidores e como definir sua percepção de marca ideal.

O que é marca

Visando identificar a percepção de marca da sua empresa e saber como implementar uma estratégia para fortalecê-la, primeiro é preciso entender bem o que é uma marca e como ela é construída. Em entrevista ao Sebrae Minas, o diretor de Criação da Greco Design, Gustavo Greco, afirma que marca é “tudo o que forma uma associação na mente e no coração das pessoas a respeito de uma empresa, pessoa ou instituição”.

De acordo com ele, o processo de construção de uma marca começa com a ideia de que o empreendedor tem de criar algo. Essa ideia é materializada por meio do design, da definição de uma identidade, de um nome e de pontos de contato dos consumidores com a marca. Depois disso, os esforços são para comunicar tais coisas aos clientes em potencial, isto é, “deixar claro para as pessoas o motivo da existência dessa marca”, afirma Greco.

Nas empresas, a área de branding é a que costuma cuidar da gestão da marca, com o objetivo de fortalecê-la, torná-la conhecida e desejada.

Como descobrir qual é a imagem da sua marca

Se o seu negócio existe no mercado há algum tempo, certamente os consumidores já possuem uma percepção de marca. Essa percepção vai sendo erigida durante as diversas análises que os consumidores vão realizando (às vezes até mesmo de forma inconsciente) à medida que fazem contato com a empresa.

Tudo é observado: cores, sons, aromas e palavras; a qualidade dos produtos; o preço; quão criativos, inovadores ou exclusivos são os produtos ou serviços; o tipo de atendimento que receberam; a agilidade na entrega; como a empresa age em torno de questões sociais e ambientais etc. Todos esses elementos formam a opinião do cliente sobre a marca, junto de uma memória afetiva muito potente, seja ela boa, seja ela ruim.

A forma de descobrir a percepção de marca dos seus clientes é, literalmente, perguntando. Existem até mesmo modelos prontos de pesquisas de percepção de marca na internet. Alguns exemplos de perguntas que podem ser feitas são:

  • Quais sentimentos vêm à sua mente quando você vê o logotipo da empresa?
  • Quais adjetivos positivos usaria para descrever a marca?
  • E, por outro lado, quais adjetivos negativos usaria para isso?
  • Como foi a sua última experiência com a marca?
  • Como descreveria a marca para um amigo?
  • O que sente ao ver uma peça publicitária da empresa?
  • Acredita que a marca tem valores que correspondam aos seus? Quais?

Como definir a sua percepção de marca ideal

Segundo o diretor de Criação da Greco Design, Gustavo Greco, o que uma marca deve transmitir para o público “é o motivo da existência dessa empresa. Não é o como, nem o que faz, é o porquê essa empresa existe”, defende.

Essa é justamente a ideia do Golden Circle (Círculo Dourado, na tradução para o português), termo cunhado pelo autor do livro “Start With Why” (Comece pelo Porquê), Simon Sinek. Para o autor, as empresas que se destacam das demais se comunicam de forma a mostrar o propósito da sua existência às pessoas.

Então, a percepção de marca ideal para a sua empresa será aquela por meio da qual os consumidores entendem claramente o propósito da sua empresa. E também como esse propósito se reflete em valores, práticas e ações, culminando em um produto ou serviço oferecido à sociedade, beneficiando-a de alguma forma.

“É importante que todos os pontos de contato, ou seja, todas as oportunidades que a marca tem para manter uma interlocução com seu usuário sejam coerentes, como se fossem peças de um quebra-cabeça, que no final formam uma imagem na mente dessas pessoas”, pontua Greco. Tudo na empresa deve contribuir para a formação de uma imagem que transmita seu propósito.

Confira na íntegra o depoimento de Gustavo Greco sobre o assunto:

A percepção de marca é algo que contribui significativamente para a escolha de compra do consumidor, incentivando-o a fechar negócio e também a ser um divulgador da marca de que gosta. Veja também nosso artigo sobre love brands e de onde vem o sentimento de amor pelas marcas.