Por que abrir um negócio em cidade do interior

Compartilhe este conteúdo:

Será que os grandes centros urbanos são mesmo os melhores lugares para empreender? Embora as capitais e as regiões metropolitanas realmente tenham melhor infraestrutura e acesso a fornecedores, o interior tem potencial enorme para os negócios, e muitas cidades não ficam para trás nesses aspectos.

Em Minas, existem fortes ecossistemas de empreendedorismo em Varginha (Coffee Valley), em Santa Rita do Sapucaí (Sapucaí Valley) e em Uberlândia (Minas Startup), por exemplo, e diversas startups que estão ganhando mercado e conquistando prêmios.

Neste post, vamos mostrar por que razão abrir um negócio em cidade do interior e apontar quais tipos de empresa costumam dar certo em cidades menores. Confira!

 

Vantagens de abrir um negócio em cidade do interior

Mais do que uma qualidade de vida melhor pra você e seus funcionários, que poderão contar com mais segurança e tranquilidade e menos engarrafamentos, as cidades do interior têm revelado ser vantajosas para os negócios.

Para ter uma ideia do potencial do interior mineiro, no ranking Conected Smart Cities de 2018 (Cidades Inteligentes Conectadas, em tradução livre), que mapeia os municípios com maior potencial de desenvolvimento no Brasil, Viçosa ficou com a melhor posição tanto geral quanto na categoria empreendedorismo dentre todas as cidades brasileiras de 50 a 100 mil habitantes. Já Belo Horizonte ficou na 7ª posição geral e na 8ª na categoria empreendedorismo dentre as cidades de seu porte (mais de 500 mil habitantes).

Veja alguns benefícios das empresas em cidades menores:

Custos reduzidos

No interior, o empreendedor gasta menos com despesas de aluguel, água, luz, serviços e mão de obra. O pagamento de salários também representa uma quantia menor do que seria nas capitais, visto que o custo de vida nesses lugares costuma ser bem menor.

Caso haja escassez de fornecedores ou o município não fique tão perto da maior parte dos consumidores quanto seria o ideal, pode ser que as economias compensem a necessidade de criar uma rede de distribuição ou contratar serviços dos Correios, por exemplo.

Competição menor

O mercado em cidades do interior costuma ser menos competitivo do que em grandes centros e capitais; por isso, aproveitar as oportunidades traz muitas vantagens.

Geralmente, há alguns segmentos de produtos e serviços que têm pouca ou nenhuma oferta local, sendo possível oferecer novidades que vão atrair os consumidores. Com pouca concorrência, ainda é mais fácil se tornar referência no mercado.

Relacionamentos mais próximos

Uma das maiores vantagens do interior é a proximidade que se pode ter com os clientes, já que é mais fácil e natural conhecer os moradores da cidade. Assim, é possível criar confiança e fidelizar os consumidores, mantendo uma rede de relacionamento.

Menor rotatividade de funcionários

O relacionamento com os funcionários também tende a ser mais próximo. Além disso, como existem menos oportunidades de trabalho, isso faz com que a rotatividade dos colaboradores seja menor. O que pode significar também empregados mais experientes, que oferecem atendimento melhor ao cliente e que têm mais conhecimento dos processos internos da empresa.

 

Quais tipos de empreendimento são mais aconselháveis?

De acordo com o Terra Empresas, algumas áreas de atuação que costumam dar certo em cidades do interior são alimentação, manutenção (consertos), estética, moda e vestuário e produtos farmacêuticos (de pessoas e animais).

Além disso, dois modelos de negócio que têm chances altas de fazer sucesso são os food trucks e as franquias, cujas marcas já são bem conhecidas pela população do interior e podem atrair até moradores de outras cidades da região. No final do ano passado, a revista Pequenas Empresas, Grandes Negócios publicou uma lista com 16 franquias a partir de R$ 8 mil que são boas apostas para o interior do país. Dentre elas, estavam a rede de depilação Depyl Action, a rede de hamburguerias Youburguer e a rede de comércio de sapatos Mil e Uma Sapatilhas.

Ainda outro segmento em que vale a pena apostar é a área de tecnologia. Cidades como Lavras Novas e Viçosa possuem renomadas universidades com centros de pesquisa, que podem fornecer profissionais altamente qualificados para o desenvolvimento de produtos e inovação.

Se você já está considerando a ideia de abrir um negócio em alguma cidade do interior, que tal tirar um tempo para entender dois mercados específicos em Estados brasileiros? Conheça 4 cidades inovadoras de Minas para aprender com elas e leia mais sobre o polo tecnológico de Santa Catarina para entender como o Estado desenvolve o empreendedorismo no segmento.