Você acha que é possível existir inovação no serviço público? Assim como empresas privadas precisam atender cada vez melhor seus clientes, instituições públicas também devem melhorar seus serviços para atender os cidadãos.

Nesse contexto, uma das formas de incentivar a melhoria da prestação dos serviços é promovendo treinamentos em inovação para servidores públicos.

Uma pesquisa da Universidade de Brasília investigou os fatores da inovação em governos no Brasil e concluiu que projetos inovadores têm o objetivo de otimizar e melhorar processos em 23% dos casos.

Em segundo lugar está o objetivo de planejar e gerenciar melhor a organização (22,6%). A pesquisa ainda revelou outros três aspectos fortalecidos pelos projetos inovadores: políticas públicas, prestação de serviços e gestão da informação.

Quando falamos em inovação, pensamos em tecnologia. Mas os benefícios e as possibilidades não param por aí (por mais que as novas tecnologias tenham impactado o serviço público).

A seguir, vamos analisar aspectos importantes do treinamento em inovação para servidores públicos e oferecer algumas dicas que podem ajudar na hora de planejar um.

 

 

Estimule práticas inovadoras

Não existe uma receita correta para inovar. Servidores devem ter habilidades que permitam a descoberta das possibilidades e o uso de recursos de forma inteligente. É interessante manter o foco em: definição de problemas, geração de ideias, pesquisa de soluções, etc.

 

Lembre-se de que colaboração é a palavra-chave

Servidores devem chegar aos cidadãos com ideias para otimizar, qualificar e desenvolver projetos que gerem valor. Para isso, precisam colaborar com o usuário e com suas equipes, a fim de gerar soluções cabíveis. Ferramentas de design thinking, por exemplo, podem ser úteis nessa hora.

 

Leve em conta o contexto

Servidores públicos não devem nem podem inovar da mesma forma que colaboradores de empresas privadas. É preciso levar em conta o contexto e a estrutura organizacional, uma vez que a prática de projetos inovadores depende desses fatores.

 

Forneça ferramentas para conhecer o público

Nenhuma melhora no serviço público acontece sem a compreensão das necessidades do público. Por isso, um treinamento de inovação para servidores públicos deve incluir ferramentas a fim de compreender até onde o usuário pode chegar. Não adianta muito, por exemplo, aplicar tecnologias que não tenham aderência.

 

Meça resultados em longo prazo

Os resultados de um treinamento em inovação para servidores públicos devem ser medidos em longo prazo. Só aí é possível saber se os conhecimentos realmente serão aplicados e se haverá troca de conhecimentos entre os servidores. As respostas iniciais demonstram apenas a satisfação dos participantes em relação ao que foi repassado nos treinamentos.

Se for possível, os gestores podem solicitar reuniões periódicas visando discutir os planos de inovação, além de relatórios que demonstrem o progresso das metas.

 

Empodere os servidores públicos

Para que o treinamento em inovação dirigido a servidores públicos surta bons efeitos, a equipe de servidores deve ser valorizada com liberdade de sugestão de soluções, ideias e ações.

Isso também significa que as lideranças precisam saber manter a colaboração nas equipes e recompensar as boas performances.

 

Forme parcerias

A fim de que o treinamento em inovação para servidores públicos aconteça, procure formar parcerias. Afinal, a inovação dos serviços e a melhoria da performance é de interesse de toda a sociedade. No Brasil, existem escolas, como o GovLab, especializadas em treinamentos desse tipo. Não deixe de pesquisar sobre isso!

 

Inspire-se em programas de inovação existentes

Procure saber sobre iniciativas com resultados de inovação no setor público, principalmente no Brasil. Se não conhecer nenhuma em sua região, explore esta lista de 11 programas de inovação para o setor público.

 

Mais algumas dicas rápidas sobre treinamento em inovação para servidores públicos

O treinamento em inovação para servidores públicos pode ter os seguintes atributos:

➔ Exemplos de como o design tem sido aplicado no setor público.

➔ Exemplos de como os princípios de design (design thinking e outros) têm ajudado as organizações do setor público a se transformarem.

➔ Trabalho com métodos-chave de design, incluindo protótipos, mão na massa, mapeamento visual e observação do usuário.

➔ Sessões de especialistas que contam suas experiências com inovação no setor público.

➔ Treinamento prático centrado nas pessoas.

➔ Incentivo para olhar novas formas de fazer as coisas.

➔ Desafio ao “status quo”.

➔ Técnicas para facilitação e a otimização de reuniões e sessões de brainstorming.

➔ Formas de argumento para “vender” ideias inovadoras.

Treine os servidores públicos

Com o intuito de que a inovação no setor público dê frutos positivos e mensuráveis, é preciso oferecer capacitação e aprendizado. Assim, os processos criativos que levam à inovação se tornam mais produtivos, mesmo que em longo prazo.

Relembre as dicas que listamos acima:

➔ Estimule práticas inovadoras.

➔ Lembre-se de que colaboração é a palavra-chave.

➔ Leve em conta o contexto.

➔ Forneça ferramentas para conhecer o público.

➔ Meça resultados em longo prazo.

➔ Empodere os servidores públicos.

➔ Forme parcerias

➔ Inspire-se em programas de inovação existentes.

Leia também:

COMO SANTA RITA DO SAPUCAÍ ESTÁ GERANDO NOVOS EMPREGOS?

Leia mais sobre Para sua região Pessoas


Quer receber mais
conteúdos como esses?

cadastre-se para receber os nossos conteúdos por email:

Obrigado por cadastrar o seu e-mail. Seja bem-vindo à comunidade Inovação Sebrae Minas.