“Se não aparece no Google, não existe”. Essa é a opinião de muita gente, certo? A verdade é que ter um site se tornou indispensável para o sucesso nos negócios. Só no “Registros.br”, um dos sites de compra de domínios mais utilizado, existem quatro milhões de domínios registrados. E, você, já tem seu lugar na web? Sabe como funciona o processo de criação de sites?

Com um site próprio, você tem a chance de trazer o nome da sua empresa para as primeiras páginas do Google. Além disso, pode utilizá-lo para disponibilizar seus produtos, manter contatos e ainda criar blog posts visando a compartilhar suas ideias com o mundo.

Neste texto, vamos dar o passo a passo para quem não sabe muito bem por onde começar, explicando os termos, mostrando algumas plataformas e os profissionais com os quais você possivelmente vai precisar contar a fim de realizar essa tarefa.

 

 

Escolha uma plataforma

A criação de sites costumava exigir grande conhecimento em programação. Era necessário um profissional que entendesse de HTML e CSS – algumas vezes, até de Flash. Hoje, é possível utilizar plataformas para isso, mesmo que, no início, o site fique mais simples.

A primeira coisa a fazer é escolher uma plataforma ou um Content Management System (CMS, Sistema de Gerenciamento de Conteúdo). Basicamente, trata-se de um sistema para a criação de sites que permite o gerenciamento de tudo o que se encontra lá dentro, em vez de páginas soltas em HTML.

A mais utilizada é o WordPress, mas existem outras. Vamos falar um pouco sobre cada uma e explicar o processo de criação de sites no WordPress.

Joomla

A Joomla é um pouco mais difícil de utilizar do que o WordPress e possui as mesmas funcionalidades: blog posts, edição de páginas e customização de configurações. É gratuito.

Drupal

Drupal é a segunda mais utilizada no mundo, mas possui uso mais complexo. Entretanto, as opções de customização são bem variadas. Possui um trial gratuito.

WordPress

O WordPress tem um plano gratuito (o “Plano Pessoal”, com algumas funcionalidades a mais, custa quatro dólares) e fácil de entender. Neste texto, vamos dar o passo a passo da criação de sites por meio dele.

 

Compre um domínio e assine uma hospedagem

Depois de escolher a plataforma, para que você realmente “coloque” seu site na internet, ele precisa de um domínio (ou endereço) e de um servidor para hospedá-lo.

O WordPress tem um plano gratuito. Fique atento, porém, porque uma plataforma de hospedagem e o domínio não são de graça – apesar de estarem disponíveis por preços bem baixos, a hospedagem custa um valor acima de R$ 12,50.

Você pode assinar a hospedagem em servidores como  UOL Host, Locaweb, HostDime, KingHost e HostGator – a maioria também oferece venda de domínios. Depois de fazer isso, você poderá ter o próprio e-mail – uma sugestão, voce@seunome.com.br. Bem mais profissional, certo?

Agora, escolha um pacote no servidor contratado e, assim, você já está com quase tudo encaminhado.

Escolha o nome do domínio

Como você está criando um site para a sua empresa, é ideal que o domínio leve o nome do negócio. Também é importante que seja algo simples e um nome fácil de lembrar. Por isso, muitas pessoas ainda escolhem o bom e velho “.com.br”.

Entretanto, já surgiram extensões fora do tradicional, como “.top”, “.site”, “.pizza”. Se você acredita que isso vai ajudar seus clientes a lembrar do seu site, utilize-o à vontade! Garanta sempre que a extensão tenha algo a ver com a sua empresa.

 

Customize o site

Pronto, agora que você comprou o domínio e assinou um serviço de hospedagem, a criação de sua página pode começar de fato! A primeira coisa a fazer é instalar o WordPress no seu domínio.

Quase todos os servidores possuem a instalação de um clique integrada, e você não precisa quebrar muito a cabeça para realizá-la. A maioria pode ser feita da seguinte forma:

1 – Logue-se ao servidor.

2 – Vá até o Painel de Controle.

3 – Procure pelo ícone do WordPress.

4 – Escolha o domínio no qual você deseja instalar sua página.

5 – Clique em “Instalar”.

Feito isso, é hora de escolher um template. Existem vários disponíveis, e, para escolher, vá até a dashboard do WordPress (basta acessar https://seudomínio.com/wp-admin).

Quando encontrar um tema que seja do seu agrado, clique em “Instalar” e depois em “Ativar”. Posteriormente, se achar necessário mudar o tema, fique tranquilo. Seu conteúdo não será perdido.

Dica: você pode realizar o processo de criação de sites dessa forma, com os templates preestabelecidos. Contudo, se quiser algo mais elaborado, pode precisar da assessoria de um profissional ou de uma empresa para ajudá-lo.

Isso especialmente se você tiver muitos arquivos para subir para o WordPress, o que requer o uso de um FTP (File Transfer Protocol ou Protocolo de Transferência de Arquivos).

Com seu tema instalado, você pode começar a criar e a postar conteúdo. Adicione novas páginas para criar uma aba de “Contato” ou “Sobre a Empresa”, por exemplo. Com o WordPress, você também pode ter um blog e publicar posts sobre o seu trabalho ou post de interesse dos clientes.

Saiba mais sobre marketing digital e marketing de conteúdo aqui.

O WordPress também permite que você instale plugins e realize várias funções. É como se fosse uma expansão da plataforma e permite que você não necessite de códigos para executar determinadas funções, como galerias de foto, formulários e e-commerce. Entenda mais sobre e-commerce neste post.

Alguns exemplos de plugin:

● Contact form 7: para colocar um formulário na sua aba de “Contato”, por exemplo, você precisará de um plugin. É uma ótima funcionalidade e facilita o acesso do cliente a você.

● Yoast SEO for WordPress: se você deseja que o site tenha um SEO mais amigável, instale esse plugin. Trata-se de uma espécie de checklist para que todas as suas páginas tenham chance de rankear no Google.

● Google Analytics: caso deseje monitorar o comportamento dos seus visitantes, não deixe de instalar o plugin do Google Analytics. Saiba mais, neste post, sobre o que esta ferramenta traz.

Último passo da criação de sites: promova

Agora que você já sabe como os sites são criados, crie o seu e comece a promover o seu negócio! Divulgue-o nas suas redes sociais, coloque-o no seu cartão de visitas, nas assinaturas de e-mail, peça para que familiares e amigos o veiculem. Quanto mais pessoas acessarem, mais rápido você será encontrado!

Quer saber mais sobre a presença online da sua empresa? Confira mais este post:

LINKEDIN PARA EMPRESAS: 6 DICAS PARA IMPULSIONAR SEU NEGÓCIO NA PLATAFORMA

Leia mais sobre Ambiente Digital Para seu negócio


Quer receber mais
conteúdos como esses?

cadastre-se para receber os nossos conteúdos por email:

Obrigado por cadastrar o seu e-mail. Seja bem-vindo à comunidade Inovação Sebrae Minas.