Marketing Digital

O que é mídia programática e como utilizar para sua empresa

O que é mídia programática e como utilizar para sua empresa

Assim como muitos setores da sociedade, a forma como fazemos publicidade se transformou nos últimos anos. Hoje, é possível alcançar visibilidade, por meio da internet, de diversas formas, chegando até a lugares em que seu público mais está. Aqui entra a importância da mídia programática.Segundo uma pesquisa da IAB Brasil, os investimentos em mídia programática cresceram 73%, em 2017, no país. Em uma previsão de crescimento realizada pela Federação Global de Anunciantes (WFA, sigla para World Federation of Advertisers), os gastos globais com mídia programática devem passar de 11% dos gastos gerais com publicidade digital para 28% em 2018.

mídia programática

Tal crescimento se deve ao aumento de conhecimento por parte de profissionais da área, além de empresas. A verdade é que as plataformas de mídia programática trouxeram muita facilidade para o dia a dia do marketing e por isso só tende a ganhar cada vez mais adesão.Mas por que esse tipo de compra de publicidade tem se tornado tão importante? Neste artigo, vamos entender o que é mídia programática, quais são os benefícios de utilizá-la e algumas dicas para você realizar uma campanha de sucesso.

O que é mídia programática

Mídia programática é um procedimento para realizar compra de espaço publicitário na internet. Em vez de entrar em contato direto com blogs e sites, a empresa pode comprar mídia em um software que integra todos eles, assim como o Google AdWords e o Facebook Ads.Uma das maiores vantagens da mídia programática é a possibilidade de compra em tempo real, podendo veicular anúncios em diversos sites sem precisar realizar várias negociações. Entenda rapidamente com este vídeo do especialista em marketing digital Fábio Ricotta:[embed]https://www.youtube.com/watch?v=UpLElZx88QE[/embed]Antes, a compra de mídia era mais limitada, já que era preciso disputar espaço em sites, da mesma forma como as negociações são feitas para jornais e revistas. O processo passou por uma renovação visando adequar a necessidade de rapidez e escalabilidade, da mesma maneira como a compra de ações passou a ser feita por home brokers, por exemplo.Além disso, com as métricas de anúncios de mídia digital, é possível escolher com facilidade os espaços que vão atingir diretamente o público. Isso aumenta o retorno financeiro das ações, propiciando mais garantia de lucro. Caso um anúncio esteja com boa performance, também é possível pagar para que ele veicule durante mais tempo sem precisar de outra negociação.A inteligência na forma como os anúncios são escolhidos também ganhou mais eficiência. Se uma peça mostra não dar resultados, é possível alterá-la sem grandes complicações. Na verdade, há a possibilidade de alterar toda a estratégia caso seja necessário, como o recorte de público-alvo, por exemplo.Ademais, a forma de cobrança mudou – o valor é medido tanto por número de impressão quanto por visualização do anúncio. Para controlar tudo isso, profissionais utilizam as DSP (ou Demand Side Platform). Compreenda este e mais alguns termos importantes para a mídia programática:

  • RTB (Real-Time Bidding): modelo de compra de mídia que funciona por leilão entre os anunciantes, definido por uma tecnologia de cálculo das ofertas.
  • AD Exchange: redes de inventário de leilão onde compradores e vendedores negociam espaços de publicidade, geralmente por RTB e através de várias AD Networks.
  • AD Network: redes que conectam sites e anunciantes e se conectam às Ad Exchanges para vender o inventário disponibilizado pelos sites.
  • SSP (Sell-Side Platform): plataformas que auxiliam os sites e os blogs que vendem espaço a segmentar melhor o público a fim de conseguir ofertas melhores.
  • DMP (Data Management Platform): plataforma de coleta de dados e organização para uso dos anunciantes.

Benefícios do uso da mídia programática

Para quem realiza campanhas de mídia programática, há algumas vantagens:

Poder de segmentação

Com o poder dos dados (entenda o que é big data), é viável segmentar o público e encontrar quem realmente tem interesse no seu produto ou serviço. A mídia programática ajuda a concretizar isso, e, caso sua segmentação esteja equivocada ou específica demais, há a alternativa de alterá-la a tempo.

Menos desperdício

A alteração de campanhas com base na performance evita que você gaste seus recursos e não tenha como recuperá-los. Assim, em vez de fazer uma compra fechada, você pode analisar a campanha e alterar conforme seja necessário.

Alcance maior

Com a possibilidade de negociar espaço em vários sites de uma vez, você aumenta o poder de visibilidade da campanha.Todavia, procurando alcançar esses benefícios, é importante criar campanhas projetadas para atingir o público certo na hora certa. Como fazer isso? Acompanhe algumas dicas abaixo.

Como realizar uma boa campanha utilizando mídia programática

O primeiro passo para a realização de uma campanha de sucesso é o planejamento. Tenha objetivos claros para cada anúncio e combine-os com as características do seu público-alvo. Entenda aqui o que é persona para aprofundar esse conhecimento.Lembre-se de que a compra na mídia programática não é apenas do espaço, mas do público-alvo. Se seu produto foi feito para mulheres grávidas, o espaço em blogs sobre maternidade é muito valioso para você.Confira abaixo outras boas práticas:

  • Ao criar as peças da campanha, preocupe-se em passar a mensagem correta. É preciso que o conteúdo esteja visível, como também explicitar a ação desejada. O ideal é ter mais de uma versão para testes.
  • O anúncio não é a única parte importante de uma campanha. A página para a qual os banners vão direcionar deve estar de acordo com a mensagem, além de ser responsiva e com boa usabilidade. Aqui, também vale criar mais de uma para testar.
  • Procure profissionais capacitados buscando gerenciar suas campanhas de mídia. Você também pode aprender mais sobre isso nos seguintes cursos: Resultados Digitais, Facebook Blueprint e Google Academy For Ads, por exemplo.

Evolução das tecnologias

Como você pode constatar, a mídia programática é uma forma de compra de anúncios que acompanha o avanço tecnológico. Muitas atividades se tornaram mais eficientes com a internet, e, com a publicidade, não poderia ser diferente.Para se aprofundar no assunto, nunca deixe de aprender mais. Assim, você se mantém atualizado e pode fazer escolhas melhores para seu negócio. Leia outro de nossos conteúdos para saber mais:

O NOVO FACEBOOK NEWS FEED: COMO AS MUDANÇAS DO COMEÇO DE 2018 IMPACTAM NEGÓCIOS