Marketing

Soft Opening: conheça a estratégia de Marketing para alavancar um lançamento

Soft Opening

No mundo em constante movimento dos negócios, o lançamento de um novo empreendimento é um momento crucial. Assim como os artistas refinam suas performances antes de subirem ao palco, os empreendedores têm uma estratégia valiosa para garantir o sucesso de sua entrada no mercado: o Soft Opening.

Essa tática de marketing inteligente é frequentemente associada ao mundo da gastronomia, onde restaurantes e cafés muitas vezes oferecem um período de "pré-abertura" para afinar seus serviços e ganhar a confiança dos clientes antes do lançamento oficial. No entanto, o Soft Opening vai muito além do universo culinário, sendo uma estratégia amplamente aplicável em diversas áreas, incluindo startups, que criam seus MVPs (minimum viable products ou produto mínimo viável), e pequenas e médias empresas em geral.

Neste artigo, vamos explicar o conceito de Soft Opening, suas vantagens e como ele pode ser implementado não apenas em negócios de gastronomia, como bares e restaurantes, mas pode também ser uma ferramenta importante para alavancar o sucesso de lançamentos em outros setores. Prepare-se para descobrir como essa estratégia pode ser a chave para um lançamento bem-sucedido e uma trajetória de crescimento promissora.

O que é Soft Opening: conceito e aplicação

O Soft Opening, ou “abertura suave”, é uma estratégia de marketing utilizada por empresas para lançar um novo produto, serviço ou empreendimento de forma gradual e controlada. Durante esse período, a empresa abre suas portas para um público seleto, geralmente composto por familiares, amigos, parceiros de negócios e clientes VIP, antes de abrir oficialmente para o público em geral.

A estratégia começou a ser difundida no Brasil por meio de restaurantes que gostariam de alinhar seus serviços e produtos antes do lançamento oficial. Trata-se de uma solução ideal para testar o funcionamento do atendimento ao público, o tempo de espera até o pedido chegar à mesa, bem como toda a operação dentro de um negócio gastronômico.

Durante o Soft Opening, a empresa pode estar em funcionamento total ou parcial, dependendo do estágio de desenvolvimento do negócio. A ideia é oferecer uma experiência inicial aos clientes, enquanto a equipe tem a oportunidade de ajustar os últimos detalhes e testar as operações em um ambiente mais controlado.

Em resumo, o Soft Opening é uma etapa crucial no processo de lançamento de um novo empreendimento, permitindo que a empresa refine sua oferta e se prepare para uma entrada bem-sucedida no mercado.

Por que fazer um Soft Opening: quais são os benefícios

O Soft Opening oferece uma série de vantagens que podem fazer toda a diferença no sucesso de um lançamento. Vamos dar uma olhada em algumas delas:

  • Gerar receita: embora este não seja o motivo principal na maioria dos Soft Openings, a geração de receita acaba ocorrendo. Isso porque a operação do negócio estará funcionando como se a empresa estivesse aberta para o público em geral.
  • Feedback: durante o período de Soft Opening, os empreendedores têm a oportunidade de receber feedback valioso dos primeiros clientes. Isso permite identificar e corrigir eventuais problemas operacionais, ajustar o produto ou serviço conforme as necessidades do mercado e garantir uma experiência mais refinada para os futuros clientes.
  • Construção de antecipação: ao oferecer um período de pré-abertura exclusivo para um público selecionado, seja por convite ou por meio de divulgação limitada, os empreendedores podem criar uma sensação de exclusividade e antecipação em torno do lançamento oficial. Isso pode gerar buzz nas redes sociais, boca a boca positivo e até mesmo atrair a atenção da imprensa.
  • Teste da operação: o Soft Opening é uma oportunidade para testar as operações do negócio em um ambiente controlado, antes de abrir as portas para o público em geral. Isso inclui testar processos de atendimento ao cliente, treinar a equipe, avaliar a logística de fornecimento de produtos e resolver quaisquer problemas de infraestrutura.
  • Ajuste de estratégia: com base no feedback recebido durante o Soft Opening, os empreendedores têm a chance de ajustar suas estratégias de marketing, precificação e posicionamento de marca. Isso permite que eles entrem no mercado oficialmente com uma proposta mais refinada e alinhada às expectativas do público-alvo.

Que tipo de empresa pode fazer um Soft Opening?

O Soft Opening é uma estratégia flexível que pode ser aplicada por uma variedade de empresas, desde pequenos negócios locais até grandes corporações. Aqui estão alguns tipos de empresas que podem se beneficiar dessa tática:

  1. Restaurantes, lanchonetes e empresas do ramo

O Soft Opening é amplamente utilizado no setor de alimentos e bebidas, permitindo que novos restaurantes, bares, cafés etc. testem seus menus, serviços e operações antes de abrirem oficialmente para o público. Isso é especialmente importante em um setor altamente competitivo, onde a qualidade e a experiência do cliente são cruciais para o sucesso.

  1. Startups e MVPs

Startups e empresas que estão desenvolvendo um Minimum Viable Product (MVP) podem usar o Soft Opening para lançar uma versão inicial de seu produto ou serviço para um grupo seleto de usuários. Isso permite que eles recebam feedback valioso, validem suas ideias e façam ajustes antes de lançar para o mercado em larga escala. 

MVP, ou Minimum Viable Product, é uma versão inicial simplificada de um produto ou serviço que é lançada para o mercado com o objetivo de validar a viabilidade da ideia, coletar feedback dos usuários e aprender com o uso real, enquanto se minimiza o investimento de recursos.

Leia também: Conheça 7 exemplos de MVP e inspire-se para criar o seu

  1. Lojas de varejo

Lojas de varejo podem usar o Soft Opening para testar sua operação, layout da loja e experiência do cliente antes de abrir oficialmente para os consumidores. Isso pode incluir a realização de eventos exclusivos para convidados ou clientes VIP, onde eles podem explorar a loja, experimentar produtos e fornecer feedback.

  1. Empresas de serviços 

Empresas que oferecem serviços, como salões de beleza, academias e spas, podem usar o Soft Opening para treinar sua equipe, testar os procedimentos operacionais e garantir que a experiência do cliente seja excepcional desde o início.

  1. Eventos e espaços de eventos

Organizadores de eventos e proprietários de espaços para eventos podem realizar um Soft Opening para mostrar suas instalações, serviços e capacidades para potenciais clientes e parceiros antes de começar a aceitar reservas oficialmente.

Como fazer um Soft Opening: passo a passo na prática

Agora que você já sabe o que é e quais as vantagens do Soft Opening, chegou a hora de conhecer algumas dicas visando aplicar essa estratégia em seu negócio. Veja só:

Defina uma lista de convidados

É sempre interessante convidar pessoas que possam contribuir com a melhoria do negócio. Familiares, amigos e pessoas próximas costumam fazer críticas construtivas. Aproveite também para incluir na sua lista de presença algumas pessoas que possuem certo nível de conhecimento sobre o mercado no qual pretende atuar. É importante receber o feedback desse público.

Outra ação interessante é distribuir convites limitados entre clientes e potenciais consumidores, reforçando a ideia de exclusividade. Essa é uma boa hora para criar ou estreitar o relacionamento com sua base de usuários.

Divulgue o pré-lançamento

Mesmo que o Soft Opening se restrinja apenas aos convidados, você deve divulgar que está em pré-lançamento. Isso ajuda a criar o suspense de uma novidade e gerar burburinho em torno da sua marca, produto ou serviço.

Por isso, invista em estratégias de conteúdo nas redes sociais, como Instagram, TikTok e LinkedIn, por exemplo. Investigue onde seu público está e aposte na divulgação.

Proporcione uma experiência diferenciada

Ainda que o Soft Opening seja um momento de teste da operação do negócio, é preciso atentar-se à experiência do cliente no contato com sua marca, especialmente no primeiro encontro. Então, cuide para que o pré-lançamento entregue valor aos seus convidados como se estivesse, de fato, em um dia comum no seu negócio.

Esse é o momento de identificar quais pontos têm potencial de agradar ou decepcionar sua clientela.

Abrir um negócio, estrear um produto ou lançar um serviço no mercado requer organização, planejamento e constante melhoria. O Soft Opening é a última chance de testar se tudo aquilo que o empreendedor planejou está funcionando bem na prática.

É o pré-lançamento, com o propósito de garantir os ajustes finais de uma operação. Além de possibilitar a melhora nos processos, a estratégia contribui com a sensação de exclusividade entre os clientes e com a divulgação da novidade no mercado.

Quer seguir aprendendo sobre como lançar um negócio ou produto de sucesso para o público? Então veja também como planejar um evento pode ajudar você!