A jornada de criação de uma startup às vezes é tão interessante quanto o produto que ela desenvolve. A concepção da ideia, as dificuldades encontradas no caminho e o crescimento da empresa até se tornar uma companhia de sucesso geram casos fascinantes. Se você gosta desse tipo de história, a Amazon Web Service lançou uma série de e-books buscando sanar sua curiosidade sobre o mundo da tecnologia.

histórias de fundadores de startup

Startups stories: notes from founders reúne 25 histórias de 25 fundadores, com entrevistas detalhadas que mostram como eles decidiram se tornar empreendedores, as ambições e as dicas valiosas de um grupo de empreendedores que criou pequenos impérios  a partir de suas ideias.

Visando a dar uma prévia do que você vai encontrar nos e-books, trouxemos pequenos trechos de três dessas histórias inspiradoras. Você pode baixar todas gratuitamente neste link (em inglês).

 

Timo Rein, cofundador do Pipedrive

Tudo começou com uma carreira de vendedor de enciclopédias porta a porta, quando Timo ainda estava na Universidade. Nessa época, surgiu a vontade de empreender, enquanto procurava uma maneira mais adequada de prover financeiramente sua família e a si mesmo. Vinte anos separam esse momento da fundação do Pipedrive, mas diversos fatores levaram à criação da empresa.

O pontapé para a mudança veio alguns anos depois, quando ele se encontrou com um velho amigo. Quando indagado sobre o que estava fazendo, Timo disse que era consultor de vendas. O amigo estranhou e comentou: “Pensei que você fosse um fazedor, não um consultor”. Aquelas palavras afetaram Timo. Mas ainda faltavam cinco ou seis anos para a fundação do Pipedrive.

Então, cercado por post-its e frustrado pelos softwares caros disponíveis no mercado, Timo Rein e Urmas Purde decidiram que devia haver um jeito melhor de fazer aquele processo.

Assim, reuniram um time de três desenvolvedores e criaram o software de vendas Pipedrive. A ideia era simples: um painel para fornecer a visão geral de todos os processos de vendas, que poderiam ser rastreadas desde o primeiro contato até o fechamento do contrato.

Hoje, o serviço de assinatura do Pipedrive é usado por 70 mil empresas, em 170 países. A empresa já levantou mais de 30 milhões de dólares de investidores e emprega 350 pessoas, em escritórios na Estônia, nos Estados Unidos, em Portugal e no Reino Unido.

 

Anthony Rose, cofundador do SeedLegals

As dificuldades legais na abertura e no fechamento de empresas foram assunto de uma conversa de bar entre Anthony Rose e o amigo Laurent Laffy, investidor-anjo de mais de 40 startups no Reino Unido. Os dois já tinham perdido muito dinheiro com advogados para fazer documentos simples, e disso veio a ideia para a empresa que os dois fundaram juntos alguns meses depois.

Foram seis meses analisando rodadas de financiamentos e os contratos fechados após as negociações. A intenção era revolucionar esse meio, fazendo com que um computador gerasse os documentos legais valendo-se das instruções dadas pelas partes envolvidas. A plataforma idealizada tornaria isso instantâneo.

Então, foi fundado o SeedLegals, facilitando a elaboração de documentos indispensáveis ao fechamento de contratos, no estágio inicial das rodadas de investimento. Usando processos legais automatizados, a empresa reduz o tempo necessário para concluir uma rodada de financiamento, diminuindo os custos em 80%.

A plataforma on-line foi cofundada por Anthony Rose e Laurent Laffy em 2017. Foi um sucesso quase instantâneo. Hoje, o SeedLegals é usado por três mil empresas e é o maior responsável pela finalização de rodadas de financiamento no Reino Unido.

 

Mara Marzocchi e Chiara Russo, fundadoras da Codemotion

Uma viagem a Roma fez com que Mara e Chiara se conhecessem. Elas viram que tinham muito em comum, tanto profissional quanto pessoal, e decidiram trabalhar juntas. Lançado em 2013, a Codemotion conecta profissionais de tecnologia, comunidades e empresas de TI em uma série de conferências, hackathons, feiras de emprego e escolas de TI.

Na época, não existia nada na Europa para reunir esses profissionais. O mundo da tecnologia move tão rápido que a criação de um espaço como a Codemotion foi essencial para fomentar as discussões. Desde o início, a proposta era falar sobre inovação. E foi isso que elas fizeram.

Hoje, a empresa tem oito conferências anuais, que abrangem sete países e atrai 570 mil desenvolvedores por ano. A startup tem sido amplamente elogiada por inspirar mulheres e jovens a se juntarem ao mundo da TI.

As histórias são inspiradoras, não é mesmo? Se você também planeja trilhar o próprio caminho em uma startup, talvez seja uma boa hora para analisar a sua ideia de negócio. Descubra se seu projeto tem potencial e ganhe mais segurança para seguir em frente.

Leia mais sobre Startup


Quer receber mais
conteúdos como esses?

cadastre-se para receber os nossos conteúdos por email:

Obrigado por cadastrar o seu e-mail. Seja bem-vindo à comunidade Inovação Sebrae Minas.