Redes Sociais

Algoritmos das redes sociais: tudo o que você precisa saber

Algoritmos das redes sociais

Algoritmos das redes sociais são famosos por ditar o que cada usuário vê ou não na sua linha do tempo ou no seu feed. Mas, afinal, o que são algoritmos? Como funcionam os algoritmos das redes? Por que eles existem?Todos querem compreender a lógica por trás dos famosos algoritmos das redes sociais. E todos têm um bom motivo. Ao entender o funcionamento desses “robozinhos”, é possível saber como melhorar o desempenho em cada canal e alavancar os resultados do negócio.Quer saber como se desenvolver de forma sustentável? Acesse nosso Guia do Growth Hacking.Como a disputa por atenção nas redes sociais vem crescendo, é preciso aprender o modo de aumentar as chances de se destacar em meio à multidão de contas. Afinal, a concorrência está bem alta. Quanto mais seu conteúdo agradar, maiores são as chances de suas publicações alcançarem a sua audiência.Veja algumas dicas de por onde começar! Como pequenos empreendedores podem começar a vender pelas redes sociaisNeste artigo, reunimos tudo o que você deve saber sobre os algoritmos das redes sociais. Descubra agora do que se trata, como esses funcionam na prática e aprenda a usar o algoritmo das redes sociais a seu favor!

O que são os algoritmos das redes sociais?

Algoritmos das redes sociais são como robôs que identificam quais publicações devem ser entregues a mais ou menos pessoas. Eles decidem como ranquear os resultados de um feed, com base no grau de relevância daquele conteúdo para cada pessoa.O objetivo dos algoritmos é melhorar a experiência do usuário, fazendo com que apareçam na telinha do celular os posts mais úteis e atrativos. Por isso, eles são tão importantes: eles impulsionam – ou podem limitar – o alcance do seu conteúdo.Logo, é fundamental acompanhar os critérios de avaliação usados por esses robôs, a fim de atender às suas exigências. Vamos saber quais são os principais?

Como funcionam os algoritmos das mídias sociais

Os algoritmos levam em conta, principalmente, o comportamento do usuário com o conteúdo que você oferece. Quanto maior a interação nos seus posts e na sua conta, maiores as chances de o seu conteúdo aparecer na linha do tempo do usuário.Ou seja, o engajamento é um dos principais critérios de análise dos algoritmos das redes sociais. Contudo, não basta produzir posts alinhados à expectativa da persona do negócio.É imprescindível entender como os algoritmos das redes sociais agem, para que, de fato, você consiga criar o conteúdo que melhor se encaixe no funcionamento da rede e, claro, no que seus usuários esperam consumir.

Como atua o algoritmo de cada rede social

Agora, vamos a uma parte prática de cada uma das redes mais populares no Brasil: o Instagram, o TikTok e o Facebook.Até certo ponto, os algoritmos dessas redes sociais funcionam de forma parecida. Eles determinam, por meio de inteligência própria, o conteúdo mais apropriado aos hábitos e ao comportamento de cada usuário da rede. Ainda assim, algumas características próprias são diferentes de uma rede para outra. Veja, a seguir, algumas dicas práticas para desvendar o algoritmo de cada rede.

Dicas sobre o algoritmo do Instagram

Em 2014, quando começou a ganhar força no Brasil, o foco do Instagram não se encontrava no monitoramento das atividades dos usuários. Por isso, na aba “Explorar”, apareciam os conteúdos mais populares na rede social e, portanto, aleatórios aos interesses de cada pessoa.Posteriormente à compra do aplicativo pelo Facebook, a experiência do usuário passou a ser o foco das publicações. Começaram a ser priorizadas no feed do usuário as publicações mais interessantes para ele. Em função disso, os algoritmos do Instagram consideram o nível de interação com a conta autora do post (mensagem diretas e compartilhamento de posts também são de grande interesse), o número de comentários e curtidas e os horários de publicação.Veja mais detalhes sobre os algoritmos das redes sociais:

  • Relevância do conteúdo para o usuário: o algoritmo do Instagram analisa o conteúdo postado e tenta entender se ele é relevante para o usuário. Por exemplo, se o usuário costuma interagir com fotos de cachorros, é mais provável que ele veja fotos desse animal no seu feed.
  • Relacionamento com o usuário: o algoritmo também leva em consideração a interação do usuário com outras contas. Se o usuário costuma interagir mais com uma determinada conta, é mais provável que ele veja mais conteúdo dessa no seu feed.
  • Datas das publicações: o algoritmo do Instagram tenta mostrar as postagens mais recentes primeiro, mas também se preocupa com a relevância e o interesse do usuário.
  • Uso da plataforma: o algoritmo dá importância também à maneira como o usuário usa a plataforma, o tempo que ele passa nela e com que frequência ele acessa a plataforma.

Dicas sobre o algoritmo do TikTok

O algoritmo do TikTok é conhecido por ser altamente eficaz em identificar e promover conteúdos relevantes e interessantes para os usuários, o que contribuiu para o grande sucesso da plataforma. Por meio do algoritmo, o TikTok consegue oferecer aos usuários uma experiência personalizada e adaptada às suas preferências, aumentando a probabilidade de eles passarem mais tempo na plataforma e interagirem mais com os vídeos. Tudo isso ocorre na aba “For you”, ou “Para você”, em português. Essa é uma aba específica do TikTok, em que aparecem vídeos de contas que você segue e que não segue, mas que estejam de acordo com seus hábitos de uso da rede.No entanto, vale notar que o algoritmo do TikTok está em constante evolução e é possível mudar a qualquer momento, o que pode afetar o alcance e o engajamento dos usuários na plataforma. Por isso, é importante que os usuários entendam como o algoritmo funciona para que possam criar e compartilhar conteúdos que alcancem mais pessoas e tenham maior impacto na plataforma.

  • Popularidade do vídeo: o algoritmo do TikTok se preocupa ainda com a popularidade do vídeo, ou seja, com o número de visualizações, com as curtidas, os compartilhamentos e os comentários que ele recebeu.
  • Tempo de exibição: o algoritmo do TikTok dá importância também ao tempo que o usuário passa assistindo aos vídeos. Se o usuário assiste a um determinado tipo de vídeo por um período prolongado de tempo, é mais provável que ele veja mais vídeos desse tipo no seu feed.
  • Uso da plataforma: o algoritmo do TikTok considera também o modo como o usuário usa a plataforma, o tempo que ele passa nela e a frequência de acesso a essa plataforma.

Dicas sobre o algoritmo do Facebook

Os algoritmos do Facebook não são tão autoritários quanto os do Instagram. Isso porque a rede social permite que o usuário defina quais publicações deseja priorizar na “linha do tempo”, como os post de amigos e de páginas comerciais relevantes.Contudo, deve-se ressaltar que a ferramenta tem critérios próprios de ranqueamento de conteúdo. Conheça:

  • Popularidade do conteúdo: o algoritmo do Facebook tem em consideração a popularidade do post, ou seja, o número de curtidas, comentários e compartilhamentos que ele recebeu.
  • Tempo de publicação: o algoritmo do Facebook também leva em conta o tempo que o post foi publicado. Posts mais recentes têm mais chances de aparecer no feed do usuário.
  • Tipo de conteúdo: o algoritmo do Facebook também tem como foco o tipo de post, como vídeos, fotos ou textos. Dependendo das preferências do usuário, ele pode ver mais ou menos posts de um determinado tipo.

Como fazer o algoritmo trabalhar a seu favor

Por mais que algumas pessoas ou empresas possam tentar, não existe um jeito de burlar o algoritmo. O que você pode fazer nas redes sociais é criar estratégias para que os algoritmos trabalhem a seu favor. Veja agora algumas dicas que visam melhorar seu alcance e engajamento nas redes sociais de maneira orgânica e autêntica:

  • Publique conteúdo de qualidade e relevante para o seu público-alvo. Isso incentivará as pessoas a se envolverem com suas postagens, compartilhando-as com seus amigos e seguidores.
  • Use hashtags relevantes e específicas em suas postagens, a fim de ajudar as pessoas a encontrarem seu conteúdo. Evite usar hashtags genéricas e muito populares, pois elas podem fazer sua postagem se perder “no mar” de outras postagens que usam as mesmas hashtags.
  • Interaja com seu público, respondendo a comentários, mensagens diretas e marcando-o em suas postagens. Isso ajudará a construir relacionamentos mais fortes com seus seguidores.
  • Use todas as ferramentas disponíveis na plataforma para se comunicar com seu público. Isso inclui enquetes, perguntas, comentários em publicações de outros usuários, reações em stories e comunicação via direct.

Lembre-se de que, no fim das contas, o conteúdo autêntico e relevante é o que atrai seguidores e engajamento. Se você seguir essas dicas e focar em criar conteúdo de qualidade, sua presença nas redes sociais certamente deve crescer organicamente.Pronto! Agora você já sabe os principais critérios dos algoritmos das redes sociais. Sem dúvidas, é essencial entender melhor o que eles são e como funcionam em cada canal, a fim de otimizar sua presença digital.No entanto, ainda que você se atente a todos os critérios desses robôs, a produção de conteúdo de qualidade é um dos principais fatores para a entrega das publicações à audiência. Por isso, acompanhe as mudanças nos algoritmos, mas não perca o foco na criação de posts relevantes ao público-alvo. Caso o seu público seja majoritariamente da Geração Z, por exemplo, você precisa conhecer as características específicas desse grupo. Só assim você consegue criar conteúdos relevantes de verdade e ganhar a atenção dos mais jovens. Veja como a Geração Z se comporta!Este artigo foi útil para você e seu negócio? Então leia agora mesmo, no nosso blog, outros posts como este sobre Marketing Digital, Empreendedorismo e Vendas!