Matriz SWOT: como otimizar suas Estratégias de Negócio

Compartilhe este conteúdo:
Empreender é pôr em prática um conjunto de estratégias para o sucesso de uma ideia, serviço ou produto. É o resultado de uma equação nem sempre tão lógica: atender às necessidades do público, por um preço competitivo, em um local acessível, por meio de uma comunicação assertiva. Parece complexo; porém, a Matriz SWOT é um dos recursos de Planejamento Estratégico que ajuda o empreendedor a compreender seu cenário de atuação, a fim de traçar diretrizes ágeis para o negócio.
Você conhece a Análise SWOT? Sabe como usar uma ferramenta na otimização das estratégias empresariais? Neste artigo, apresentamos o que é, para que serve e como fazer, na prática, a Matriz SWOT para o seu negócio.

Matriz SWOT: o que é

 

 

A Matriz SWOT consiste no levantamento e no cruzamento de aspectos externos e internos do ambiente onde o negócio está inserido. Com o mapeamento, o objetivo é tornar evidentes as oportunidades e os desafios presentes no mercado, com vistas a guiar a atuação do negócio.
Também conhecida no Brasil como Matriz FOFA, a Análise SWOT é uma bússola de orientação das ponderações e fraquezas (ambiente interno) e das oportunidades e correção (ambiente externo) de um cenário. Independente do modelo de negócio, cada aspecto se apresenta como uma característica positiva (janelas ou oportunidades) ou negativa (fraquezas e correção). Veja alguns exemplos:
  • Ambiente interno: pessoas; modelo de negócio; localização; atendimento; gestão; recursos financeiros; autoridade e credibilidade no mercado.
  • Ambiente externo: concorrente; fornecedores; janela demográficas, promoção, políticas, culturais, tecnológicas.

 

Para que serve uma Análise SWOT

 

 

Identificar o estratégico

 

A Matriz SWOT é muito utilizada por negócios entrantes no mercado, porque possibilita ao empreendedor uma visão macro do seu cenário de atuação. Dessa forma, o recurso traz informações valiosas sobre o posicionamento estratégico da empresa, dando segurança e clareza na escolha de estratégia para o lançamento de um serviço ou produto.
Com a análise dos fatores internos e externos, o recurso se mostra como embasamento necessário para a concretização de ideias de negócio. A compreensão da posição que a empresa tem no mercado subsidia a tomada de decisão e a gestão estratégica, orientada para o sucesso. Afinal, é possível enxergar objetivamente quais são os desafios, as oportunidades e os recursos com os quais o negócio conta para lidar com o cenário.

Mapear os concorrentes

 

Outra função bem importante da Matriz SWOT é o mapeamento dos concorrentes no mercado. Saber antecipadamente onde os jogadores do segmento se buscam e como atuam ajuda a antever os possíveis entraves e as oportunidades disponíveis no caminho empreendedor.

Embasar decisões

 

Ter em mãos um panorama da empresa é como acessar um mapa de caminhos possíveis de atuação. Saberá onde existem os desafios, onde estão os atalhos, em quais das rotas há mais possibilidades de mercado, quais recursos você dispõe para avançar, quais faltam, dentre outras informações valiosas para a tomada de decisão.
O mais importante, contudo, é fazer um levantamento fidedigno das condições, a fim de obter resultados reais. Mas não se preocupe porque falaremos adiante sobre esse assunto.

Como fazer a Matriz SWOT para o seu negócio?

 

A Análise SWOT é produzida em quatro quadrantes, como um quadro resumido de informações. Em cada quadrante se registra um dos aspectos citados no início deste artigo: as forças, as fraquezas, as oportunidades e as ameaças.
É fundamental fazer um levantamento amplo dos cenários, com o intuito de obter um panorama completo e bem próximo da realidade. Por isso, evite achismos e lembre-se sempre de consultar dados e notícias que confirmem a perspectiva trazida. Dessa forma, as chances de encontrar estratégias eficazes de atuação também serão maiores. Neste vídeo, explicamos didaticamente o que é importante na hora de montar uma Análise SWOT.

1. Reúna a equipe de trabalho para um brainstorming

Montar uma Matriz SWOT é diferente de fazer um Plano de Negócio. Ela precisa ser instantânea e eficiente, para trazer insights precisos. Por isso, reúna diferentes profissionais envolvidos no negócio visando obter perspectivas diversas sobre o mercado.
E lembre-se: a Matriz SWOT não precisa ser detalhada ou trazer estatísticas em sua construção. O importante, como dissemos, é apenas consultar dados e notícias que confirmem a percepção de mercado, para não construir uma análise irreal.

2. Mapeie as forças e as fraquezas, as oportunidades e as ameaças

Lembre-se de que as forças e as fraquezas estão relacionadas ao ambiente interno da empresa. Já as oportunidades e as ameaças estão relacionadas ao ambiente externo. Dito isso, reunimos algumas perguntas para ajudar você a descobrir cada um desses aspectos no seu negócio.

Forças

 

O objetivo é compreender quais pontos positivos já fazem parte do negócio, em uma avaliação realista.
  • O que o negócio realiza com excelência?
  • Conta com uma equipe comprometida, capacitada e responsável?
  • Qual é a percepção dos clientes sobre o negócio?
  • Como está a credibilidade da empresa no mercado?
  • Qual é o diferencial da empresa diante dos concorrentes?
  • Há uma Gestão Financeira eficiente?

Quais os recursos disponíveis para atuação?

 

Fraquezas

 

Aqui o intuito é descobrir o que falta dentro do negócio, como fatores de desorganização, incapacidade técnica, equipe especializada, dentre outras características.
  • Há um time capacitado para as atividades oferecidas?
  • Quais as principais reclamações dos clientes?
  • Quais setores não entregam resultados?
  • O time está motivado com o propósito da empresa?
  • Qual o índice de fidelização dos clientes?
  • O que a empresa não tem capacidade de oferecer?

Há recursos disponíveis para investimento em melhorias?

 

Oportunidades
O momento de olhar o negócio valendo-se da perspectiva externa.
  • Quais tendências de mercado são potenciadoras do negócio?
  • Há mudanças no comportamento do consumidor consideradas boas para a empresa?
  • Quais novas tecnologias podem contribuir com a operação?
  • A dinâmica política favorece o modelo de negócio?

 

Ameaças

 

Ampliar a perspectiva para os fatores que podem impedir ou dificultar o crescimento da empresa.
  • Como está o comportamento da concorrência?
  • Meu modelo de negócio está se tornando ultrapassado?
  • Existe mão de obra qualificada no cenário de atuação da empresa?

Há possibilidade de fatores climáticos, sociais e/ou políticos impedirem o crescimento do negócio?

 

3. Monte a Matriz SWOT e cruze os dados encontrados

O último passo para a Análise SWOT consiste no cruzamento das informações levantadas. Afinal, de nada adianta ter uma lista enorme, com todas as características do negócio e do mercado, sem o olhar crítico para a criação de estratégias efetivas de atuação.
Portanto, para combinar os fatores em favor da empresa, investigue quais pontos fortes ajudam a minimizar as ameaças, quais pontos fracos podem ser trabalhados por meio das oportunidades, quais riscos podem ser contornados por meio das forças do negócio, e assim sucessivamente. O objetivo é traçar os passos rumo à sustentabilidade e ao sucesso do empreendimento.
A Matriz SWOT é uma ótima aliada na identificação do posicionamento estratégico do negócio, no mapeamento dos concorrentes e na criação de estratégias para lidar com a dinâmica do mercado. É uma ferramenta ágil e eficiente para evitar surpresas desagradáveis ​​e direcionar os passos de qualquer tipo de negócio.
Ficou interessado em ferramentas que ajudem na estruturação e no planejamento da empresa? Baixe agora mesmo este Kit com 6 Modelos de Canvas para visualizar com clareza o seu negócio!