O que o consumidor quer pós pandemia?

Compartilhe este conteúdo:

A chegada da Covid-19 catalisou transformações: na forma de viver, de trabalhar, de nos comunicarmos, de nos relacionarmos e, claro, no jeito de comprar. O comportamento do consumidor definitivamente mudou.

Agora uma pergunta paira na cabeça de milhões de empreendedores: o que esperar do futuro pós-pandemia? Quais mudanças vão seguir impactando o comportamento do consumidor? Quando a vida voltar ao normal, o que não deve seguir como antes?

Em um cenário claro de incertezas, é imprescindível confiança. Diante da necessidade de distanciamento social, impera a necessidade por conexão. Em meio a desafios desconhecidos e a um inimigo invisível, a busca por controle se evidencia. Em tempos de uma enxurrada de informações falsas, a transparência ganha destaque.

Depois de pouco mais de um ano de pandemia, os negócios têm o desafio de compreender as mudanças no comportamento do consumidor e de se adequarem.

Por isso, neste post, reunimos informações relevantes sobre o que esperar do futuro pós-pandemia. Confira!

 

Comportamento do consumidor no pós-pandemia

Com a necessidade de isolamento social e o fechamento dos espaços físicos, as marcas vêm passando por meses desafiadores. O mercado se comporta como uma corda bamba. Para garantir a sobrevivência, é preciso foco, equilíbrio e resiliência.

Além da crise econômica, outro ponto de atenção aos empreendedores diz respeito à preferência do cliente. Por exemplo: se antes um negócio podia optar somente no ambiente presencial, hoje o ambiente digital tem sito a solução mais viável.

O que esperar do futuro

De acordo com o estudo global Edelman Trust Barometer 2021, o foco da população brasileira mudou com a pandemia. Saúde, educação e combate à pobreza estão no topo de prioridades.

No âmbito laboral, o brasileiro espera um futuro tecnológico. Mais da metade das pessoas acreditam que o futuro do trabalho contará com Inteligência Artificial e robôs no lugar dos humanos.

Além disso, as pessoas cobram das empresas posicionamentos mais firmes com vistas a gerar mudanças positivas na sociedade e no entorno.

 

Confira as principais mudanças de acordo com o estudo: 

  • Empreender poderá ser entendido como “ir além de fazer negócios”. Questões sociais e ambientais, como o combate à crise climática e à disseminação de informações falsas, devem estar na pauta de atuação das empresas.

 

  • Informações imparciais, confiáveis e verdadeiras vão ser mais valorizadas, e as empresas deverão fornecer esse tipo de conteúdo.

 

  • Empatia e atuação orientada por fatos será a postura esperada pelos líderes.

 

4 tendências de comportamento do consumidor

O futuro já começou, e é preciso adaptar o dia a dia do negócio às preferências do público. Veja agora as mudanças no comportamento do consumidor que devem permanecer no futuro pós-pandemia.

 

1. Valorização do comércio local

As pessoas estão mais conscientes da própria contribuição na construção de um futuro melhor. E a pandemia evidenciou como o apoio aos pequenos e aos médios empreendedores locais é importante para um mundo mais sustentável.

Além da diminuição da emissão dos gases de efeito estufa, a busca pelo comércio de bairro possibilita o desenvolvimento econômico e social do entorno. E essa é uma tendência do Varejo que deve permanecer nos próximos anos.

 

O que seu negócio pode fazer: 

  • Apoiar e estimular as comunidades locais.
  • Desenvolver ações em conjunto com o público regional.

2. Compras on-line

Em 2020, mais de 13 milhões de pessoas compraram na internet pela primeira vez. Um hábito criado em meio à pandemia que deve seguir adiante mesmo em um futuro sem necessidade de isolamento social.

Além de ser simples e prática, a experiência de compra no comércio virtual vai ao encontro daquilo que espera o consumidor: segurança, instantaneidade e conforto.

 

O que seu negócio pode fazer: 

3. Soluções práticas e personalizadas

A busca por estabilidade, claro, é um reflexo do cenário instável e desafiador causado pela pandemia. Como segurança e previsibilidade não podem ser encontradas no cenário político-econômico, tampouco saúde coletiva, os desdobramentos aparecem também nas relações de consumo.

As pessoas estão receosas em comprar e, mesmo aquelas que possuem folga no orçamento, estão mais reticentes em gastar. O foco das famílias está na tentativa de obter o controle da situação, com investimentos para a manutenção da saúde, a criação de reserva de emergência e o desenvolvimento profissional.

Diante desse cenário, negócios que ofereçam boas experiências de compra e soluções que ajudem as pessoas a resolver problemas cotidianos tendem a se destacar no mercado. A ideia é facilitar a vida do cliente de modo que a sensação de controle volte a permear seu dia a dia.

 

O que seu negócio pode fazer: 

  • Compreender o comportamento do consumidor.
  • Criar uma persona da marca.
  • Oferecer produtos mais econômicos.
  • Focar no relacionamento com o cliente.
  • Criar um Clube de Assinatura para assinatura recorrente.

4. Soluções saudáveis e sustentáveis

Se existe algo que tão cedo não sairá do pensamento das pessoas é a preocupação com a saúde. Por isso, soluções saudáveis aparecem entre as tendências para o futuro pós-pandemia.

Há uma busca crescente por alimentos e bebidas orgânicos, nutritivos, que ajudem a aumentar a imunidade. Tais mudanças no comportamento do consumidor reforçam a necessidade de negócios que apresentem produtos e serviços menos danosos à saúde das pessoas e do meio ambiente.

 

O que seu negócio pode fazer: 

  • Ampliar o mix de produtos e incluir solução sustentável.
  • Desenvolver ações para a redução do impacto ambiental da marca.
  • Reciclar resíduos.
  • Investir em uma cadeia de produção consciente.

O comportamento do consumidor deve ser a bússola de atuação dos negócios, principalmente quando o presente é desafiador, e o futuro, bem incerto. Como dissemos acima, empreender daqui para a frente vai ser muito mais do que “fazer negócios”.

Este conteúdo foi útil pra você? Quer continuar por dentro das tendências de mercado? Leia agora mesmo, no nosso blog, outros posts como este.