Comércio

Como vender na Shein

Moça vendendo no marketplace da shein

Está sem tempo de ler agora? Que tal ouvir o artigo? Experimente dar o play abaixo! 🙂

Um estudo recente da plataforma Money.co.uk revelou dados impressionantes: a varejista chinesa Shein é, atualmente, a empresa de moda mais popular do mundo. Ocupando o primeiro lugar como a marca mais procurada em 113 países, incluindo Brasil, França, Austrália e Irlanda, a Shein tem se destacado como um verdadeiro fenômeno global. 

Como você sabia que a empresa mantém um marketplace? Aprenda, neste artigo, de que modo vender na Shein e conquiste novos clientes, com potencial ganho de lucratividade em pouco tempo. 

Leia também: O que é Marketplace e por que vale a pena colocar seu produto

O que é a Shein

A Shein é uma gigante do comércio eletrônico focada em moda, oferecendo,  a preços acessíveis, ampla variedade de roupas, acessórios e produtos relacionados. Criada em 2018, na China, a organização tem lucro de mais de 8 bilhões só no Brasil.

Sua presença global e sua capacidade de se adaptar rapidamente às tendências da moda contribuíram significativamente para sua ascensão meteórica. É por isso que, com tamanha estrutura, faz todo o sentido que a Shein abra as suas portas para empreendedores que querem aproveitar essa onda positiva para vender mais.

Como vender na Shein: o passo a passo completo

Se você está pronto para explorar o vasto universo da Shein e expandir seu negócio de moda, é crucial seguir um processo estruturado. Aqui está um passo a passo detalhado a fim de garantir que você possa aproveitar ao máximo o processo de cadastro e venda na Shein:

Faça seu cadastro

Inicie o processo acessando a área de cadastro na Shein. Clique para se cadastrar como vendedor; nesse ponto, é crucial definir a natureza do seu negócio – se você estará realizando vendas com CNPJ ou CPF. 

Entre neste link para acessar a página de cadastro.

Envie os documentos

O próximo passo envolve o envio de documentos essenciais para completar seu cadastro na Shein. Esteja preparado para enviar o arquivo da licença comercial, fotos da carteira de identidade do proprietário da loja (frente e verso), e imagens representativas da sua loja, que podem incluir fachada, escritório, depósito, entre outras opções.

Certifique-se de ter todos esses documentos em formatos específicos, como JPG, JPEG, PNG ou PDF, e esteja atento ao tamanho máximo permitido. O ideal é ter tudo já preparado antes de iniciar o processo de cadastro.

Aguarde o retorno da Shein

Depois de concluir as etapas acima, é hora de aguardar a aprovação da plataforma Shein. Esse é um momento crucial, pois a aprovação permitirá que você não apenas cadastre seus produtos, mas também inicie as vendas dentro da Shein.

Ao se tornar um vendedor local, de acordo com a Shein, seus produtos serão direcionados principalmente para consumidores com localização no Brasil, ampliando suas oportunidades de venda.

Cadastre os produtos

Com a aprovação da plataforma, você recebe o sinal verde para cadastrar os produtos que deseja vender na Shein. Este estágio exige atenção especial, uma vez que as informações que você fornece serão a base para as decisões de compra dos clientes.

É importante incluir fotos de qualidade e, se possível, vídeos para ilustrar o uso dos produtos. Além disso, é fundamental criar descrições completas que destaquem informações como dimensão, benefício, uso, tamanho, cor e outros detalhes relevantes.

Não se esqueça de preencher todos os campos indicados pela plataforma, evitando deixar informações em branco que possam gerar dúvidas e insegurança nos compradores.

Você também pode se interessar: Como vender no Mercado Livre: passo a passo e dicas

Quem pode vender na Shein?

Tornar-se um vendedor local na Shein é uma oportunidade acessível a uma variedade de lojistas, independentemente do tamanho do negócio. A plataforma acolhe tanto grandes marcas quanto pequenos empreendedores, desde que ofereçam produtos que se alinhem com o catálogo diversificado da Shein. Essa abertura a diferentes portes de negócio é parte integrante da filosofia inclusiva da Shein.

Os produtos aceitos abrangem ampla gama, incluindo roupas, acessórios, artigos de beleza, decoração, utensílios domésticos, eletrônicos e até itens para pets. Tal diversidade reflete a abrangência da Shein como um marketplace de moda global, no qual a variedade é um dos pontos fortes.

Embora a inclusão seja uma característica central, existem critérios específicos que a Shein avalia ao aceitar novos parceiros. Afora ter um CNPJ e uma licença comercial válidos, a plataforma considera o faturamento mensal do vendedor e a quantidade de produtos em estoque. 

Para atender a esses critérios, a Shein exige que o lojista tenha no mínimo 50 SKUs (Stock Keeping Units, ou Unidades de Manutenção de Estoque) em seu inventário, demonstrando assim um comprometimento substancial com a oferta de produtos.

Portanto, ter sucesso como vendedor da Shein não é somente sobre o porte do seu negócio, mas também sobre a qualidade e a quantidade de produtos que você oferece. 

Essa abordagem equilibrada permite à Shein manter padrões elevados de diversidade de produtos, qualidade e experiência do cliente, proporcionando uma oportunidade única para muitos empreendedores participarem desse cenário global de moda.

Agora que você sabe se o marketplace da Shein é o seu perfil e entendeu os primeiros passos, veja as vantagens de escolher essa estratégia.

Vantagens de vender na Shein

Período inicial sem cobrança de taxa

Como mencionado anteriormente, a Shein adota uma iniciativa atrativa ao não cobrar comissões durante os três primeiros meses do vendedor na plataforma. Essa estratégia busca tanto atrair novos sellers quanto visa apoiá-los durante os desafios iniciais de estabelecer um novo negócio online. 

Esse período sem taxas proporciona aos empreendedores uma margem adicional visando consolidar e validar suas operações, independentemente do canal de venda em que atuam.

Campanhas exclusivas

Dentro da plataforma, os vendedores têm a oportunidade de criar campanhas exclusivas com o propósito de impulsionar seus resultados. Esse espaço premium oferece a possibilidade de aumentar as visitas e impulsionar as vendas da loja por meio de campanhas estrategicamente elaboradas. 

Semelhante às ferramentas de criação e impulsionamento de anúncios em outras plataformas, como Mercado Livre Ads, tal funcionalidade destaca-se como uma maneira eficaz de destacar os produtos em um ambiente altamente competitivo.

Maior visibilidade

A Shein, sendo um dos maiores marketplaces do mundo, atrai visitantes de diversos países em busca de produtos. Com a notável expansão da empresa no Brasil, os vendedores têm a vantagem de obter maior visibilidade para seus itens. 

Outro diferencial é que a plataforma permite impulsionar anúncios de produtos, possibilitando excelente oportunidade para que mais consumidores descubram a loja e seus produtos.

Cupons de desconto

A Shein compreende o poder dos cupons de desconto e permite que os vendedores ofereçam promoções exclusivas aos clientes. 

Essa estratégia chama a atenção dos compradores, bem como auxilia os lojistas a manterem um fluxo positivo em seus estoques. A utilização inteligente de cupons pode ser uma ferramenta valiosa com o intuito de conquistar e fidelizar clientes.

Agora que você conhece as vantagens, que tal dicas para garantir um sucesso ainda maior?

Dicas para vender melhor na Shein

Para mais dicas sobre como criar páginas de produto eficiente, leia também este post sobre como lucrar mais com e-commerce.

Ao seguir este Guia detalhado, você estará bem encaminhado para aproveitar ao máximo a presença no marketplace da Shein, alcançando consumidores em busca de produtos de moda autênticos e de qualidade.

Você pode ainda complementar a sua leitura com este post sobre como vender mais em marketplaces e conquistar mais lucro com esse tipo de parceria. Boa leitura!