5 pontos nos quais o pequeno negócio precisa focar em 2021

Compartilhe este conteúdo:

O consumidor mudou, e os acontecimentos aceleraram grandes transformações e inovações no mercado. Não há como voltar ao cenário que tínhamos antes. Quem quer seguir competitivo precisa ir adiante. Adequar-se ou se modernizar para o novo que está acontecendo.

 

Sabemos: o momento que ora  passamos é delicado, e é evidente a necessidade de retomada dos negócios. Por isso, neste artigo, vamos elencar os 5 pontos fundamentais para a virada digital da sua empresa em 2021.

 

São os principais caminhos para ajudar você a agir de forma rápida e eficaz em relação à adaptação às mudanças. Confira as dicas!

 

1 – Colocar as pessoas no centro do negócio

Tanto a relação com o consumidor quanto a relação com os colaboradores do negócio é feita de pessoa para pessoa. Não há de se falar em vendas, e sim em uma relação. São consumidores interagindo com a marca e com os seus valores.

 

Por isso é tão importante conhecer bem as pessoas com as quais o negócio se relaciona e interage. O objetivo é personalizar a comunicação e suscitar a possibilidade de uma experiência de consumo cada vez mais eficiente. Isto é, mais relevante para quem compra e mais simples de efetivar para quem vende.

 

Veja: quando um negócio entrega aquilo que o cliente busca, a conclusão da venda é mais orgânica e simples. Para isso, é preciso trabalhar os dados relacionados ao cliente, a fim de identificar o que oferecer e como fazer isso de forma rápida e satisfatória.

 

Outro ponto essencial é encontrar os canais adequados de contato. Afinal, quem decide a compra é o próprio cliente. Por essa razão, é necessário estar disponível onde seu cliente espera encontrar você. E ele pode preferir interagir por meio digital – WhatsApp, chat ou site;  ou por meio físico – na loja e com o vendedor.

 

 

2 – Unir o físico ao digital

Complementando o tópico anterior, a união do físico ao digital também é um bom ponto para estar ligado em 2021. Nesse novo contexto, os negócios devem ser ominichanel, ou seja, devem oferecer um atendimento integrado e simultâneo em todos os pontos de contato com o cliente. Dessa forma, conseguem atender ao novo comportamento do consumidor.

 

É imprescindível que a informação  chegue ao cliente no momento da necessidade dele e da forma que ele gostaria de recebê-la. Então, hoje o que funciona muito bem é a ligação de todos os canais, simultaneamente, em busca da efetivação da venda. Não há prevalência do físico sobre o digital, ou vice-versa.

 

Novos negócios surgem à medida que haja interação e conversação com o cliente de forma ágil e eficaz em todos os ambientes.

 

O que menos importa é se o cliente vai comprar on-line e retirar na loja (BOPIS), ou se vai retirar na calçada (cubside pick-up), ou se vai fazer todo o processo de compra no espaço físico. O mais importante é a Jornada do Cliente até a venda ou a fidelização.

 

Reconhecendo que sempre haverá interação de canais e troca de informações de diversas formas, é importante trilhar essa experiência e agir de forma rápida para atender o consumidor.

 

3 – Adaptar produtos e serviços ao novo comportamento do consumidor

Diante de um cenário econômico mais desafiador e com menos empregos, a ferocidade no consumo deve se tornar mais comedida, e as pessoas vão escolher economizar mais.

 

Houve necessidade de mudança dos hábitos de consumo, e, uma vez percebida a possibilidade de viver com menos, muita gente não voltará a consumir como antes. Isso significa que a forma menos impulsiva de gastar dinheiro não será passageira.

 

Agora, cabe ao pequeno negócio buscar alternativas de facilitar o acesso aos seus produtos ou serviços. Algumas ideias são a atualização do modelo de cobrança, como a possibilidade de aluguel ou a criação de um Clube de Assinatura, com valores mais baixos.

 

Investir em parcerias que aumentem o mix de produtos e serviços ou que tragam atratividade para o negócio também são bons caminhos.

 

4 – Investir na presença digital para vendas

A presença digital é essencial aos negócios. As relações presenciais ainda estão restritas por conta da pandemia do novo coronavírus. O comportamento do consumidor também não deve retroceder em relação à comodidade que o virtual proporciona: compras, atendimento, relacionamento, etc.

 

Por isso, cuidar da presença digital deve ser um dos pontos de atenção para o pequeno negócio. Mas engana-se quem pensa que o foco deve estar apenas nas redes sociais.

Quem deseja ganhar dinheiro via internet deve investir em plataformas de vendas, como marketplaces e plataformas de e-commerce. O importante é otimizar os custos, agir rápido, em um curto espaço de tempo, a fim de aumentar o faturamento do negócio.

 

Tais plataformas facilitam o acesso aos serviços e produtos e simplificam o processo de compra. Afinal, elas permitem a integração com meios de pagamento e ainda exibem as avaliações e os comentários de outros clientes em cada item — o que pode ser fator decisivo para a venda.

 

5 – Acompanhar as tendências de mercado

Diversidade, sustentabilidade e inclusão são pautas cada vez mais discutidas e arraigadas na nova geração de consumidores. Nos próximos anos, o consumo consciente, com a decisão de compra baseada em valores, vai tomar o lugar das compras por impulso.

 

O cliente vai passar a comprar pela conexão com o propósito, os valores, a história e as causas que movem o negócio. Apostar no Marketing Inclusivo, portanto, deve ser um dos pontos de atenção do pequeno empreendedor.

 

Mas, mais do que sugere, esse comportamento deverá estar explícito nas ações e no comportamento da marca. Não será possível ficar em cima do muro; por isso, a marca deverá se posicionar. Pautas como carbono zero, reúso dos produtos ou reciclagem de roupas e ações sociais apoiadas serão agendas importantes para os negócios daqui para a frente.

 

Pronto! Agora você conhece os 5 principais pontos nos quais colocar a atenção para a virada digital do seu negócio em 2021. Mais do que nunca, é essencial agir rápido e dar um passo de cada vez em direção à Inovação com vistas a permanecer competitivo no mercado.

 

Quer conhecer mais dicas para alavancar sua empresa? Leia agora mesmo, no nosso blog, como o Marketing Digital pode ajudar seu negócio em tempos de crise.

 

Este conteúdo foi escrito pela Analista de Inovação do Sebrae Minas, Alessandra Simões.